segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

De um benfiquista, com amizade...




Não podia deixar passar
Esta hora excepcional,
Ver os leões a brilhar
Cá na bola, em Portugal.

Não verem ninguém à frente,
Só milagre pode ser!
Um leão que andou doente,
Com saúde para vender!

Ora viva a "leãozada",
Que mantenha este lugar,
Deram volta à "tripalhada",
E há um Pinto sem piar.

Mas é preciso cuidado,
Anda uma águia no ar,
Que o vizinho do lado, 
Não desistiu de lutar.

Do resto não vou falar
E aqui está o meu aviso:
Muita fruta há p'ra comprar,
Portanto haja juízo.

Parabéns, oh "leãozada"
Gozem bem por estes dias,
Podem não querer dizer nada,
Mas trazem-vos alegrias.

02/12/2013
José Manuel Cachim, algures em Ílhavo


A "leãozada" de Ílhavo, é claramente maioritária, no cantinho diário da bica matinal e de uma salutar confraternização, que é o "nosso" Café Jardim, tantas vezes em tom enervantemente acima do aceitável para o André Pedrosa, benfiquista indefectível, dono do estabelecimento.

Outros benfiquistas amigos, em número significativamente menor, ajudam à festa diária, contando-se pelos dedos os portistas, normalmente com aquele ar circunspecto, presumidamente superior, que Pinto da Costa ao longo dos anos, lhes tem emprestado.

Hoje quando cheguei, porventura uns minutos atrasado, tinha à minha espera um bilhete manuscrito, que um dos benfiquistas frequentadores habituais, prendado pela Natureza com o dom de brincar com as palavras e de as colocar a arremedarem-se umas às outras, havia deixado para a "leãozada". E havia ficado também o alvitre que o Zeca Rafeiro, sportinguista calmo e sereno, mas seguro e humorado, que seguira o autor da versalhada no abandono da "nossa casa" antes da minha chegada, teria encomendado ao João Resende, outro sportinguista dos sete costados, ora reformado das lides da medicina nas selecções nacionais jovens, no sentido de que a mesma deveria ser publicada em "Leoninamente"!

Apesar do facto desta "não encomendada crise económica", que nos vai tolhendo em cada dia, ter conseguido uma quase unanimidade de críticas dentro do nosso bem humorado grupo, pesem embora naturais diferenças de concepção política, o mesmo não sucede no campo do "futebolês", onde a animosidade apenas é soberbamente disfarçada com um quase heróico sentido de humor, comum a quase todos.

Nesta condição, senti-me na "obrigação democrática" de matar dois coelhos apenas com um pau: promover o agradecimento público da "leãozada" ao "benfiquista autor" da versalhada, e aceitar o repto da publicação, de parte dessa mesma "leãozada", neste canto da "leoninidade". E cá continuaremos, nós os leões, bem dispostos e sem assumir formalmente a candidatura, enquanto outros, as águias, vão repetindo como há muitos anos, "este ano é que é" e finalmente os dragões, vão cofiando com preocupação o queixo e rezando pelas melhoras e rápido regresso à actividade, da sua "alma mater". E que todos sejam felizes para sempre! A amizade e o humor ainda não pagam imposto!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Apesar de tudo...também há muito benfiquista decente, aliás eu tenho entre os meus melhores amigos, um ou outro que "tende" para esse lado...
    É como tudo, também conheço um ou outro "que se diz" sportinguista, e que eu de bom grado, "encaminhava" ou para os lados das Antas, ou para as proximidades do Colombo...

    Pois para o simpático sr José Manuel Cachim...um abraço de um leão, que lhe deseja boa saúde, para poder festejar connosco...as vitórias do LEÃO...!!

    E parabéns pela "veia artística"...!


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amigo Max. Farei presente o seu abraço ao destinatário.

      Sobre os bons e maus rapazes, no desporto como em qualquer actividade, encontramos de tudo nesta curta caminhada. Como o meu amigo, também conto com muito boa gente, com bandeiras diferentes da minha, entre os meus mais dilectos amigos. Felixmente.

      Abraço e SL

      Eliminar

PUBLICIDADE