segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

A queda abrupta e sucessiva dos mitos do futebol luso



Acabo de assistir à queda de mais um mito! No sábado passado, já me tinha acontecido. O que eu estava longe de supor é que três dias depois a cena se repetiria. Mas aconteceu. Com estrondo!...

A temporada passada, todos assistimos ao meteórico aparecimento de uma pleiade de mitos de aviário no futebol portugês, fundamentalmente assente numa metódica construção por parte de uma arbitragem submetida aos ditames do "sistema", de braço dado com uma comunicação social bajuladora, em absoluto divorciada dos princípios éticos que deveriam nortear a sua importante função e completamente submetida a interesses estranhos à razão da sua existência.

O resultado de tudo isso, acabou por se traduzir numa das mais dolorosas campanhas europeias do nosso futebol e no sofrido regresso à realidade nas campanhas internas de todos os projectos que de uma forma ou doutra, foram pincelados por todos esses incensados mitos.

Mas tanto a idiotice e incompetência de uma comunicação social sem paralelo na Europa, como o narcisismo bacoco de uma degradante e corrupta causa arbitral, parece não terem aprendido nada e afadigam-se de novo em encontrar bem depressa os sucessores para os tronos dos mitos de ontem que jazem no chão sujo do embuste.

Com o resultado que hoje aconteceu no António Coimbra da Mota, alargou-se para 6 pontos, o fosso que separa o último dos três primeiros, para o primeiro dos restantes treze, o que a caba por traduzir de forma bem mais fiel, a realidade do futebol português, completamente desvirtuada a temporada passada, por factores absolutamente alheios ao futebol. Para alguns, que acreditam em milagres, alguém estará a escrever direito por linhas tortas! Outros, como eu, assistirão sem espanto à ascensão natural do azeite da verdade até à tona da água. Jorge Jesus poderá, eventualmente, dormir esta noite bem mais descansado! Ou não !...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Nem mais e era de esperar...!!

    Mas atenção..."eles andem aí"...não estamos livres portanto de novas recaídas...!!

    Sporting Sempre...!!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao meu amigo Max eu direi, que "burro velho não aprende línguas" e teremos que contar com recaídas, no sentido de salvar a "crise" instalada e que não nos dizendo respeito, haverá muitas hipóteses de ainda virmos a sofrer com ela. Por isso teremos de estar muito atentos...

      Abraço e SL

      Eliminar

PUBLICIDADE