domingo, 11 de junho de 2017

"O senhor Faz-Tudo de circo pobre"!...




Parece que a danada da ferrugem andará a dar cabo das "metálicas" estruturas dos grandes de Segunda Circular. E se do lado Sul a saída de Lourenço Pereira Coelho caiu como uma "mini-bomba atómica" no meio dos fundamentalistas da "cartilha", que haviam gasto anos a colocar tal "hiper-estrutura" nos cornos da Lua e com 10 anos de avanço sobre o que de melhor o país tem sido capaz de construir, já o "anunciado piranço" de Octávio Machado não terá surpreendido muita gente, nem mesmo entre as hostes mais fiéis do exército da "primavera leonina", já que aquele molho de ferros torcidos e retorcidos poucas garantias daria em termos de resistência, quanto mais de resultados! E os sinais de degradação já poucos enganavam...

Curiosamente, os "departamentos técnicos de engenharia" de ambos os clubes, terão aconselhado a qualquer dos dois "arquitectos-mores", a escolha de uma ainda recente, moderna e jovem liga metálica, última palavra na revolução tecnológica empreendida pelos avançados laboratórios que cada um se esforça por colocar na vanguarda, com eventuais propriedades inoxidáveis, para substituição dos velhos varões de aço carregados de bexigas ferrugentas e a ameaçar ruína.

Sendo que a qualidade e os resultados que eventualmente venham a ser alcançados com o novo material - dizem chamar-se Tiago Pinto! - aplicado na "estrutura do Sul", para além da "famiglia" a poucos mais interessarão. Pelo que apenas importará à gente que vive e sente a Norte da Segunda Circular, reflectir com cuidado e atenção sobre se as características, propriedades e adequação do novo material - André Geraldes, diz quem sabe! - escolhido pelo "arquitecto-mor", corresponderão às necessidades de "tão carente estrutura". 

Para já o recurso ao anglicismo "team manager" parece-me inteligente: uma forma aparentemente inócua de camuflar o facto de a estrutura continuar assente nos mesmos dois pilares que até agora a suportaram!...

Claro que para os adeptos mais críticos e que não apreciam gelados, o anglicismo, fazendo fé naquilo que fora do Sporting diz quem sabe (LINK), mesmo significando, ou talvez por isso mesmo, que, "o amadorense, de 31 anos, vai conciliar a direcção do Gabinete de Apoio (apenas do ponto de vista da supervisão) com o dia a dia do futebol profissional, sempre em contacto directo com Bruno de Carvalho, Jorge Jesus e Luís Martins. Irá também assumir um papel influente na política de aquisições e vendas do clube, em conjunto com presidente, treinador e Guilherme Pinheiro. André Geraldes desempenhará, ainda, as funções que, até agora, estavam a cargo de Octávio: será o representante nas reuniões da Liga, irá estar presente nos vários sorteios e estará sempre próximo da equipa principal. Guilherme Pinheiro também fará parte desta estrutura, funcionando como gestor de activos e administrador da pasta financeira. Rui Caeiro e Bruno Mascarenhas serão, ao que tudo indica, os representantes do Sporting CP na Liga e na FPF", acabará inexoravelmente por ser "obrigado a ser", mesmo que não se sinta confortável dentro das vestes... 


"O senhor Faz-Tudo de circo pobre"!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. LPC vai continuar no Benfica em novas funções.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, compreendo e desejo-lhe muito êxito na sua nova missão!...

      Eliminar
  2. Caro Álamo, fiquei muito intrigado quando o Octávio afirmou que estas fugas se devem a um anonimato cobarde e que muito mal tem feito ao futebol portugues. A quem se estaria ele a referir ? Qual a sua opinião ?
    S.L.
    João Santos

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE