terça-feira, 27 de junho de 2017

São contas à moda do Porto ou é a dividir por todos em partes iguais?!...



Por amável deferência do Chefe do Departamento de Arquivos do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, eis aqui uma panorâmica do arquivo onde são devidamente arquivadas todas as queixas apresentadas pelos clubes e julgadas improcedentes por aquele organismo federativo.


As mais recentemente arquivadas referem-se, a primeira, ao dia de hoje e, apresentada pelo Benfica, dizia respeito ao caso dos futebolistas do Sporting, André Geraldes e Ryan Gauld, que o CD da FPF não considerou e mandou arquivar, alegando a "inexistência de indícios da prática de qualquer infracção disciplinar".

A segunda também do dia de hoje, estava relacionada com Bruno de Carvalho, na sequência da queixa também apresentada pelo Benfica, por declarações relacionadas com arbitragem nas Caldas da Rainha, no passado mês de Janeiro, que o CD considerou terem sido feitas  «no âmbito da sua liberdade de expressão e de crítica específica e objectiva», não tendo ficado provada qualquer infracção disciplinar. O processo foi, por isso, arquivado e o arguido absolvido.

Espero e desejo que a gentileza do arquivista não venha a ser mal interpretada e sobre ele não venham a ser exercidas eventuais represálias da parte de clubes cujas práticas sejam porventura pouco compatíveis com a transparência tão apregoada ...

Já agora, quem é que paga todo este "fabulástico" volume de queixas?!...

São contas à moda do Porto ou é a dividir por todos em partes iguais?!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Penso que a ideia de quem apresenta tantas queixas seja a de entupir a sanita com o papel usado, talvez esperando que "entre mortos e feridos, algum escape"...

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE