domingo, 18 de junho de 2017

Continuamos a olhar com inveja para os tomates dos outros!...


MENINOS NADA QUERIDOS

«Tudo é mau no caso dos e-mails do Benfica. Começa pelo conteúdo, passa pela comunicação e subserviência de alguns dos intervenientes e acaba na própria divulgação desta informação. Entre homens feitos que só querem ser "meninos queridos", a outros que admitem pôr "toda a carne no assador" por determinado clube, ninguém sai bem visto desta história.

Diz o Benfica que nenhum dos pedidos nas trocas de e-mails se concretizou. A nota do árbitro Manuel Mota não foi alterada, o filho de Adão Mendes não foi promovido e Nuno Cabral – o tal que só queria ser um menino querido aos olhos do clube liderado por Luís Filipe Vieira –, deixou de ser delegado da Liga. Tudo isso é verdade, mas só o simples facto de haver alguém que peça a ajuda de um clube para alterar decisões da Liga e da FPF mostra bem que, agora como antes, o poder e capacidade de influência dos três emblemas denominados grandes – neste caso, do Benfica – continuam a ser maiores do que o das instituições que regulam o futebol português.

Se os clubes mandam mais, e vão alternando nesse poder à vez, colocando os seus "players" nas posições de influência, está tudo errado. Se as contratações de jogadores e treinadores forem tão importantes para o sucesso como o são o recrutamento de intervenientes que se saibam mexer nos bastidores da arbitragem, dificilmente poderemos ter um futebol onde os adeptos acreditem que todos os jogos se decidem apenas dentro do campo.

Este caso do Benfica pode ser tudo. Ou pode nem ser nada. Mas deve ser investigado, até à exaustão, para que o futebol português se livre destes parasitas. De meninos, nada têm. De queridos menos ainda.»
(Luís Aguilar, Off the record, in Record)


"Tudo é mau no caso dos e-mails do Benfica", escreve corajosamente Luís Aguilar na sua habitual crónica do Record! E o mais curioso será que o pensamento que o cronista desassombradamente nos deu a conhecer, não será mais nem menos que aquilo que todos os adeptos portugueses do futebol, exceptuados os apregoados 14 milhões, há muito pensam e agora viram confirmado, independentemente da forma como os e-mails vieram a público, da mesma forma que se estiveram borrifando para que as escutas do Apito Dourada fossem artificialmente transformadas em ilegais e determinassem a espúria absolvição dos réus! Ambos os meios de prova encerravam e encerram insofismáveis verdades, nunca rebatidas, antes e agora, pelos acusados, mas à Justiça, no primeiro caso, faltou dignidade e vergonha e agora todos desconfiamos que alguma coisa voltará a faltar...

É assim o triste fado da "agricultura portuguesa": vemos aumentar em cada ano as nossas exportações de ketchup e outras massas de tomate. Porém...

Continuamos a olhar com inveja para os tomates dos outros!...

Leoninamente,
Até à próxima

8 comentários:

  1. Este gajo escreve uma coisa e defende outra na televisão! É tão credível e isento como Pedro Guerra, Pedro Braz ou o Golbern. Bardamerda para ele!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao "anónimo das 18:57" informo que o facto de ter trazido para aqui a crónica de LA, teve um único e claro objectivo, independentemente daquilo que penso sobre a sua credibilidade, que andará muito próximo daquilo que o anónimo afirma: juntar provas para memória futura!...

      O que fica registado por escrito será sempre algo diferente das palavras que se atiram ao vento!...

      Eliminar
    2. A credibilidade depende sempre do clube de quem comenta, capice?

      Eliminar
    3. E chama o nome do Sporting para este festa a dois que tem sido a divisão de poderes entre tripeiros e lampiões.

      O célebre "todos o fazem"...

      Mais um lampião de serviço na Tvi.

      Eliminar
  2. Alamo,
    Sabes tão bem como eu em que barricada este artista está.
    Verdadeiramente por acaso ouvi à uns dias este senhor na tvi a dizer que " Todos os clubes que vi ganhar campeonatos o ganharam porque foram melhores e não por ajudas exteriores".
    Agora diz isto?? Ahhh? Mudaste??? Agora reconheces que o poder fora das 4 linhas tem um peso grande?? Ou estás a ver o caso mal parado e estás a saltar do barco em chamas tal rato esfomeado para ver se salvas o tacho??
    Para mim tas carimbado!!
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu amigo João Antunes, achas-me capaz de trazer aqui um declarado membro da "barricada escarlate", para dar ponto sem nó?! Escarrapachado aqui, com foto e tudo, basta-nos agora ficar à espera do seu próximo texto. Estarei atento...
      Abraço

      Eliminar
  3. Na verdade "custa" a acreditar neste texto...depois de escutar "o artista" em directo...!!

    Mas ele existe um ditado qualquer que diz que quando o barco começa a afundar...os ratos...
    São os primeiros a "dar à sola" não há...?
    Ou estou a fazer confusão...?

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE