quarta-feira, 7 de junho de 2017

Vamos sentir a tua falta, Pedro! Volta sempre que puderes!...


RECORD!

«Vi o Benfica reemergir como melhor equipa, como grande clube e como empresa saindo do descontrolo financeiro. Vi o Sporting ser resgatado da decadência, voltar a encher estádios mas ainda não prateleiras do museu. Vi o Porto cair do pedestal e a presidência de Pinto da Costa passar de fazer doer, a dar dó, mas hoje percebo melhor os que o tratam por Papa e pior os que esquecem o que lhe devem.

Vi uma conferência de imprensa de João Lagos contra mim, fui processado pelo meu clube, o Benfica, por "trocadilhos, piadas e rimas" (juro, é verdade), ouvi o Toni sorrir de mim por saber pouco de bola, coleccionei emails de promessas de pancada e insultos de fazer corar a cal. Vi casos de corrupção, fugas a impostos, negociatas, claques, vi clubes tomados por interesses de casas de apostas.

Vi Mourinho ser especial, vi Portugal ser campeão europeu, vi o imortal Eusébio morrer e vi (vi mesmo, com estes olhos que viram o que viram os vossos) um miúdo pobre madeirense ser o melhor e o maior, sim, nós estávamos vivos quando Cristiano Ronaldo desceu à Terra e nos fez subir ao céu.

Vi isto, muito, tudo o que se passou desde 2010, sete anos seguidinhos a escrever às quintas nesta privilegiadíssima coluna, de onde hoje saio com gratidão imensa, sem ponto final, com ponto de exclamação! Obrigado aos directores Alexandre Pais e António Magalhães, obrigado aos leitores, a todos, à Cofina, e ao nosso Record, pela glória diária dos jornais que interessam e se interessam, pelo prazer de escrever livremente, pela alegria de pertencer a esta equipa Record , os que escrevem e os que lêem, os que fecham páginas e os que as abrem, e os que amam o desporto, e os que amam o desporto, e os que amam o desporto!»


Vi um insuspeito benfiquista conseguir compatibilizar os seus afectos com o que de mais sagrado o jornalismo nos pode oferecer: respeito, isenção, verdade desportiva!...

Vi esse jornalista recusar sempre, mas mesmo sempre, negociar a sua dignidade, mesmo que em troca do Sol!...

Vi e assisti com satisfação e admiração à escalada a pulso de uma carreira que o deverá orgulhar e que agora, ironicamente, o afasta da comunhão com os adeptos, dos que amam o desporto, de todos os clubes!...

Vamos sentir a tua falta, Pedro! Volta sempre que puderes!...

Leoninamente,
Até á próxima

5 comentários:

  1. Comungo, genericamente (já não é mau... :-) ) da "homenagem" ao Pedro... mas (há sempre um...!!!) será coincidência, o único benfiquista conhecido deste pasquim ser afastado, ou afastar-se, dos comentários isentos que tão maioritária e jornalisticamente produzia???

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar
  2. Pensava que era ódio eterno aos benfiquistas. É bem, Álamo. Fair-Play é bonito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ódio eterno a quem faz por justificá-lo!...

      Respeito e admiração a quem faz por merecê-los!...

      Admito que haja mais! De momento só me lembro de três: Pedro Santos Guerreiro, Júlio Machado Vaz e António José Conceição Oliveira!...

      Eliminar
  3. Por estranho que possa parecer inscrever-me para poder comentar no Leoninamente (e não só) é todo um ritual que leva o seu tempo. Fi-lo no intervalo do Espanha-Colômbia mas esqueci-me entretanto do tema sobre o qual sentia ter algo a dizer.
    Já que estou em linha aproveito para comentar (especulando) o afastamento do PSG do Record que é como quem diz do Benfica e tal (continuando a especular) faz-me pensar num comentador benfiquista do Trio de Ataque cujo nome pode ser algo como Júlio qualquer coisa Vaz! (muito inteligente, educado e honesto). Continuando a especular penso que o Benfica não é o terreno mais aconselhável para gente honesta. Mas com esta afirmação não creio estar a inovar. Se entretanto redescobrir o tal tema voltarei apesar da hora ser já tardia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Abençoado diapasão que, chegado a homem adulto, fui capaz de escolher para afinar a "viola da minha vida", meu estimado e querido Amigo Aboim Serodio! É que mesmo eu talvez não sendo merecedor, terei tido o privilégio de escolher um "la-mi-ré" que me parece capaz de "vomitar" notas quase tão belas e melodiosas quanto aquelas que lhe servem para afinar o seu sábio e clássico violão, caríssimo amigo...

      Sim, Pedro Santos Guerreiro será tão "ouro de lei" como Júlio Machado Vaz de que o amigo guarda tão gratas recordações! Que nos importa que sejam do Benfica? Grandioso seria sempre o clube que os acolhesse. Calhou ser o Benfica, aplaudiremos na mesma. Gente boa, inteligente, educada e honesta, estará sempre no nosso "altar", independentemente dos "paramentos"!...

      E nunca se retraia com a hora para comentar. Se eu já estiver a dormir, acredite que ao acordar, o meu primeiro passo em cada dia é sempre e à frente de tudo, consultar a caixa de comentários de Leoninamente, publicar o "sumo" inteligente, interessante e decente e entregar ao capricho da guilhotina aqueles que não merecerem ser publicados.

      Um grande abraço meu Amigo.

      Eliminar

PUBLICIDADE