terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Mas confesso que estou expectante por ver as gloriosas camisolas do meu Sporting na estrada!...



Depois de um "prólogo" descoroçoante, com a "carroça " ao longe a denunciar as habituais falhas de manutenção, rodagem e afinação, semeando aos ventos falaciosas vitórias em "voltas a Portugal e aos Algarves", parece que iremos ter as gloriosas camisolas verde e brancas nas estradas portuguesas!

Nasci no meio das bicicletas do saudoso Sangalhos Desporto Clube e como sportinguista menino, sempre tive muita dificuldade em distinguir entre Alves Barbosa, Edmundo Simões Louro, Antonino e António Baptista, Fernando Henriques da Silva, Aquiles dos Santos, Pedro Polainas, Manuel Graça, Américo Raposo e outros que a memória agora não me traz, aquele que mais idolatrava. O ciclismo terá sido, a par do futebol, a modalidade que mais me entusiasmou.

Quando a modalidade foi extinta em Alvalade, o ciclismo morreu para mim. Já tinha morrido um pouco com a morte do saudoso e único Joaquim Agostinho. Depois acabou por morrer da mesma forma que a Fórmula 1 morreu com Ayrton Senna! Nem na televisão me voltaram a seduzir!...

Agora o ciclismo volta ao Sporting Clube de Portugal, numa parceria com o clube que depois do Sporting e do Sangalhos, mais próximo sempre esteve do meu coração, por causa de outro grande nome do nosso ciclismo, que eu muito admirava: Jorge Corvo!...

Não serei capaz de antecipar como reagirei a este regresso do ciclismo ao meu clube de sempre. O arranque foi demasiado decepcionante e traumatizante. Não pelo ciclismo em si, mas porque me envergonhou o comportamento de todos aqueles que protagonizaram tão triste simulacro de arranque...

Mas confesso que estou expectante por ver as gloriosas camisolas do meu Sporting na estrada!...

Leoninamente,
Até à próxima

6 comentários:

  1. Caro Álamo

    Também eu estou expectante para ver a mítica camisola na estrada. Nasci em 73 e lembro bem dos relatos da Radio Renascença na estrada. O Ribeiro Cristóvão ainda tinha as ideias no lugar :)

    Além de Damas e Manuel Fernandes - o ciclismo e o hóquei em patins foram os principais culpados do meu sportinguismo.

    Belos tempos.

    Forte abraço

    ResponderEliminar
  2. Em relação a Formula 1 - esta morreu para mim quando o grande Nelson Piquet abandonou.

    ResponderEliminar
  3. Caro Alamo

    Tive a sorte de me encontrar em França aquando da nossa participação em 1984 com a fantástica vitória do Paulo Ferreira que orgulho ainda tenho em casa um boné da Sporting Raposeira.

    ResponderEliminar
  4. nem champions
    nem taça
    nem cérebro
    nem liderança
    nem poupança

    as mentiras já Doyen

    o scp está em risco
    acordem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe que não "doutor anónimo das 13:39", olhe que não!...

      Entre os seus desejos e a realidade, vai uma diferença bem grande! Com "Kompensan S" resolve o problema de ter de engolir 500 milhões só de uma vez!...

      Eliminar
  5. Como resposta ao anónimo...:

    515 milhões...mas que "grande garotice"...!!

    Sporting Sempre...!!

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE