segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Maldita "carroça"!...



A propósito das declarações de Bruno de Carvalho, à margem da assinatura do acordo com o Clube de Ciclismo de Tavira que permitirá o regresso do Sporting Clube de Portugal à modalidade, sobre o tema candente que na actualidade se prende com os direitos televisivos, (LINK) lembrei-me de duas histórias curiosas.

A primeira, de autor anónimo, que relata a saída de um pai com seu filho para a floresta, e na qual, durante a caminhada, pede ao filho que preste atenção ao som de uma carroça que se adivinhava ao longe. O garoto concentra toda a sua atenção no ruído distante e consegue ouvir o barulho, longínquo, mas perceptível. O pai, em sua sabedoria afirma, sem que naturalmente a tenha visto ainda, que se trataria de uma carroça vazia. Algum tempo depois, a carroça passa pelos dois, completamente vazia, como o pai dissera, para espanto do garoto. Curioso, o rapaz pergunta como o pai chegou àquela conclusão. “Simples” - responde ele em tom de reflexão – “quanto menos conteúdo, mais barulho a carroça produz!”

A segunda, que julgo dever ser atribuída a Sócrates, o filósofo ateniense e um dos fundadores da filosofia ocidental, um diálogo em que os seus discípulos vieram falar sobre a vida de outros e ele perguntou, ensinando: "Vocês já passaram pelos três crivos antes de me contar? E que crivos são esses, Mestre? Pois, a verdade, a bondade e a necessidade: É verdade? Vocês têm provas? É bom? Não vai prejudicar ninguém? É necessário? Tem alguma coisa a ver com a vida de cada um de vós ou com o bem comum?” E os discípulos se calaram, e Sócrates voltou a falar de filosofia...

Maldita "carroça" que quanto menos conteúdo apresenta mais barulho produz, sem que por uma única vez o condutor se preocupe com "os três crivos"!...

Leoninamente,
Até á próxima

2 comentários:

  1. 1) O Sporting Clube de Portugal vale por si e vale em termos de audiências e implantação de adeptos pelo país, vale mais do que o Fcp.

    2) Das duas operadoras (Meo ou Nós) a que ficar com o Sporting domina o mercado e isso é um trunfo do Clube.

    3) Este é o timming certo para negociar, deve ser já!

    4) Este não é apenas um trabalho da Direcção do Sporting é um trabalho de TODOS os sportinguistas. Eu e os meus familiares já (hoje) informámos as nossas operadoras (uns têm Nós outros Meo) que a que Contratualizar com o Sporting passará a ser a NOSSA operadora!!! E são milhões de sportinguistas! Façamos nós o nossa parte que estou certo a Direcção fará o deles. JM SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em absoluta sintonia com os dois primeiros pontos do comentário do caro JM. Sobre o terceiro, mantenho a minhas reservas, com adiantei em post anterior.

      Já quanto ao último ponto, penso que qualquer operadora estará absolutamente consciente do impacto que terá um eventual acordo com o Sporting, sem que eventuais manifestações de adesão ou repúdio por parte dos sportinguistas, possam alguma vez revelar-se decisivas para as suas opções: o negócio deles assenta em números que há muito conhecem, revestindo-se qualquer movimentação semelhante à enunciada, pouco mais que folclórica. Contraproducente será sempre, sempre, sempre, o barulho feito pela "carroça"! Se esse barulho alguma vez for entendido por quem de direito no Sporting como importante recado ou forma de pressão, mais não representará para qualquer parte que negoceie com o Sporting, que uma confissão declarada do vazio da corroça: o segredo e o silêncio sempre foram a alma dos negócios!

      Está mais do que na hora de amadurecermos!...

      SL

      Eliminar

PUBLICIDADE