sábado, 14 de julho de 2018

Bem mais perto de uma detenção!...


AS BIZARRIAS À VOLTA DO SPORTING

«Enquanto Sousa Cintra - e bem - está a fazer tudo para que o impacto negativo da inacreditável saga de loucura que Bruno de Carvalho protagonizou, progressivamente, num ritmo diabólico de autodestruição, nos últimos dois anos, seja mitigado na vida do Sporting, são preocupantes os sinais que emanam deste momento pré-eleitoral em redor do clube de Alvalade, com candidaturas a brotarem, a um ritmo singular, como se fossem cogumelos.

Parecem abelhas à volta do mel — e as danças e contradanças são tão intensas e tão criativas, ataques à memória e à coerência, que os protagonistas não parecem ter noção, nalguns casos, do ridículo em que caíram.

Os clubes e as SAD podem revelar grandes dificuldades de sustentação financeira mas, a avaliar pelo corrupio leonino, é fácil inferir que o protagonismo, as mordomias e os ordenados — o mel da colmeia — justificam a correria.

O caso mais evidente de desfuncionalidade é o de Bruno de Carvalho. De um registo agressivo e descontrolado, a atingir tudo e todos, inclusive, num clímax de loucura, a própria equipa de futebol, ao ponto de levar os principais jogadores, numa primeira reacção, a querer desertar, o ex-presidente dos ‘leões’, insistindo que reúne condições para se apresentar a eleições, assume agora uma postura aparentemente cândida, amigável e não beligerante, tentando captar apoios numa dinâmica artificial, teatral e com foros de uma falsidade absoluta. A apresentação da ‘candidatura’ é mais um momento ‘fake’, de uma ‘grandeza’ fabricada, com ruído (sempre o ruído) a querer dar uma ideia de dimensão que já não existe, com adeptos a perturbar o trabalho dos jornalistas e com o inviável candidato a fazer o papel de bonzinho.

As agora reveladas comunicações entre André Geraldes e Bruno de Carvalho, a dar conta de incentivo às claques (…) "para cima dos jogadores", parecem ser o rastilho e a luz verde para o assalto à Academia. As combinações entre os invasores, no sentido de quem bate em quem, são feitas num registo de autonomia e à-vontade que nunca seriam acolhidas se não tivessem sido criadas as condições para potenciar a intervenção da claque. O normal seria exactamente o contrário, isto é, Bruno de Carvalho e André Geraldes trocarem mensagens no sentido de travarem ou estugarem o passo a manifestações de pressão, coacção ou mesmo de ameaças de violência física.

É também por isto que Bruno de Carvalho pode estar bem mais perto de uma detenção do que da reocupação do lugar de presidente.

No fenómeno de desagregação à volta de Bruno de Carvalho e de quase tudo o que lhe está relacionado, reside basicamente um problema de imagem e de identidade do Sporting. O Sporting, por causa das atitudes do ex-presidente e de quem se quer perfilar como alternativa, sangra abundantemente, de tantas e tão incontroláveis hemorragias. 

As figuras do ex-Conselho Directivo que estiveram ‘até ao fim’ com Bruno de Carvalho nunca souberam fazer a leitura política de uma situação insustentável e alimentaram, até ao limite, o desgoverno do regime. De repente, e depois da destituição, é vê-los a fazer a demarcação estratégica de Bruno, que dá para tudo, inclusive para reassumirem a sua condição de ‘amigos’, com Carlos Vieira a ter o descaramento e o atrevimento de apresentar uma ‘candidatura’, afirmando que o ex-presidente não tem espaço na sua propositura. 

Figura lamentável tem feito, igualmente, Elsa Judas, que defendeu o indefensável através da constituição de um órgão também ‘fake’ e se queixa, agora, de traição. Traído tem sido o Sporting, com muita gente a usar e a abusar do seu nome. Por motivos que dizem mais respeito à exaltação do protagonismo do que propriamente na defesa da integridade do clube ‘leonino’. São as bizarrias à volta do Sporting, que lhe estão a dar muito má fama e custos de reputação.

Frederico Varandas tem a grande vantagem de conhecer o Sporting na sua dimensão mais importante e exclusiva (o balneário) e de não se ter embrenhado, antes, em ‘lutas palacianas’. Reconhece méritos e deméritos no anterior presidente. E sabe que, na proposta de unir — ser o presidente de todos os sportinguistas -, corre o risco de ter de lidar com um ‘saco de gatos’. As outras ‘candidaturas’ (com aspas e sem elas) ainda parecem muito verdes. Demasiado verdes.

JARDIM DAS ESTRELAS - VARiáveis

A FPF decidiu não fazer qualquer tipo de ruído em relação à arbitragem do Espanha-Portugal, no Campeonato do Mundo. A proximidade com Infantino, que a FPF apoiou calorosamente, pode estar na base deste posicionamento estratégico. A jogada de antecipação em relação ao projecto-VAR e o clima de bom entendimento conhecem agora a primeira compensação: Artur Soares Dias na equipa de videoárbitros da final. A roda gira mas logo emperra, quando a FIFA proíbe as tv’s de filmar ‘mulheres atraentes’ nas bancadas! Vão-se…Qatar!

O CACTO - Basta!

A invasão de membros de uma das claques do Sporting (Juve Leo) à Academia de Alcochete e o processo que está em curso, a motivar até ao momento em que escrevo 36 prisões preventivas, mostram as relações promíscuas e potencialmente perigosas entre clubes de futebol (neste caso, o Sporting) e as claques, às quais lhes foi dado, aberta ou encapotadamente, um poder inusitado. Sabe-se agora, mais em concreto, através de notícias publicadas na imprensa, aquilo que já todos percepcionávamos, isto é, mensagens trocadas entre responsáveis (Bruno de Carvalho e André Geraldes) a fomentar a coacção de claques sobre os jogadores. Independentemente da punição (imperativa) dos autores materiais e morais, o que está em causa é o desmantelamento das claques sob o conceito em que há muitos anos andam a operar, com a complacência dos diversos governos da República e dos presidentes dos clubes. As claques há muito que deixaram de fazer parte do espectáculo como elementos que lhes poderiam dar cor e animação, num clima festivo e de fomento do fair-play, para serem corporações de violência e terror — e fautores de diversos crimes. É que assim os autores morais não se confinam aos que incitam à violência. São também todos aqueles que continuam de braços cruzados e, depois, vêm lamentar os distúrbios, as agressões e as invasões. Basta!»
(Rui Santos, Pressão Alta, in Record)


De toda a excelente crónica de Rui Santos, permitam-me destacar aquilo que julgo ser o primeiro jornalista português a admitir e que, pessoalmente, sempre admiti depois de 15 de Maio, da onda de rescisões que lhe sucederam, dos termos em que foram redigidas as cartas de rescisão e de múltiplos apontamentos avulso, que me foram chegando através da CS, embora cautelosamente redigidos com os cuidados a que nos habituámos nos odiosos tempos da censura, culminados com a capa de hoje do Correio da Manhã: mais perto do que vir a reocupar o lugar de presidente do Sporting, Bruno de Carvalho correrá sérios riscos de estar...

Bem mais perto de uma detenção!...

Leoninamente,
Até à próxima

27 comentários:

  1. Amigo Álamo, deixa-me uma tristeza imensa o ver comprovar-se, a pouco e pouco, aquilo a que o Sporting tem vindo a ser sujeito precisamente por aqueles que mais tinham obrigação de o defender.

    ResponderEliminar
  2. Agora a noite soube-se que a mensagem de Geraldes para Bruno de Carvalho era a pedir que permitisse que JJ pudesse utilizar a equipa A contra o Paços de Ferreira. "...tem de jogar a equipa A,deixa jogar a equipa A que eu depois vou PARA CIMA DOS JOGADORES." Retiraram a frase do contexto e exploraram uma mentira durante todo o dia.
    Otavio Machado disse esta noite que põe a mão no fogo por André Geraldes. Sendo alguém com um ódio mortal por BdC, Otavio poderia calar-se e deixar Geraldes arder na "pira" de BdC.
    Quando jornalistas não procuram apurar a veracidade das notícias que utilizam nas suas crónicas, passam a ter a mesma credibilidade de quem produziu as mentiras.
    Detenção merecem os criminosos desses esgotos a céu aberto que são o CM e a CMTV.
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cabe uma grande responsabilidade a todos os sportinguistas, nesta circunstância muito difícil do nosso Sporting: saber em cada momento e perante cada acontecimento, separar o trigo do joio! Mas, simultânea e fundamentalmente, sem nunca esquecer jamais que na nossa própria seara o joio também prolifera! Diabolizar tudo o que eventualmente não nos seja favorável no exterior e esquecer os diabos que deixámos crescer dentro da nossa própria casa, nunca me parecerá o caminho mais acertado! Quando o fumo nos faz arder os olhos, é porque em qualquer canto o lume foi ateado! Temos de ter um extremo cuidado com os "novos Goebbels"!!!...

      Eliminar
    2. Concordo consigo. Temos visto exemplos(maus) de uma "cartilha" dentro da nossa casa. É basta atentar a estirpe de gente sportinguista que passou a abarrotar os comentários televisivos para perceber que o Sporting não é um jardim.
      Já esta manhã os jornais esclarecem que as mensagens de Geraldes não estão relacionadas com Alcochete. E agora?
      SL

      Eliminar
    3. Dar eco e megafonizar mentiras também é promover os "novos Goebbels"!!!...

      Todos sabemos o que vale o Rui Santos e que se move como uma vela latina - sempre ajustada ao vento mais forte....

      Eliminar
  3. Caro Álamo:
    Sem ter a ver directamente com este texto do Rui Santos, que subscrevo, e caso o Amigo Liondamaia aqui venha, queria deixar-lhe um conselho:
    - caro Amigo, deixe de ir comentar ou ler o “ Sporting com filtro”, a “Tasca do Cherba” ou o “Mister do Café” ( ou misters porque, para quem não sabe, aquilo não é só um avençado, são vários).
    - a não ser que o caríssimo Amigo tenha as vacinas em dia, arrisca-se a apanhar uma infecção das valentes! Raiva, tifo, tétano, todos esses microorganismos escorrem das queixadas dessa malta com menos de conco anos de sócios ( fácil saber porquê) que se acham donos do Clube.
    Grande Abraço a ambos,
    JL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado meu grande amigo, pela sua preciosa ajuda! O que vale é que se apanham mais depressa os mentirosos que os coxos!...
      Um grande abraço também para si

      Eliminar
    2. Caro José Lopes, afirmar que subscrever o texto do zigzagueante Rui Santos é um caso de amor cego?
      Tudo o que o pequenote escreve tem uma intenção e um interesse comercial, ou não sabe?
      Já agora leu toda a sequência das mensagens ou só atende ás verdades (que são tantas) do RS do CM e CMTV? Conhece o dito que uma mentira muitas vezes repetida blá, blá blá....??

      Eliminar
  4. Caro José, embora partilhe em parte da sua opinião, se continuarmos neste registo de atirar bombas de uma barricada para a outra, entao nao vamos a lado nenhum. Alias, esta quantidade de candidatos, na minha opiniao, não sao um sinal de vitalidade mas sim o reflexo naquilo em que o sporting se tornou onde prevalece o eu em vez do nos. E isto sim, entristesse-me e muito e deveria preocupar todos os sportinguistas. Mas não, continuamos na guerra brunistas/croquetes em vez de pensarmos todos como SPORTINGUISTAS!

    ResponderEliminar
  5. São o terceiro poder e "protegem-nos" dos Socrates, Assads e Brunos desta vida.
    Mas quando um deles prevarica, os outros assobiam para o lado.

    ResponderEliminar
  6. ‘O José Lopes , tenho mais de 30 anos de Socio e sou dos “tais “ que podem ter alguma “doença “ . Mas não sou traidor nem ingrato nem me deixo manipular pelas curva e quejandaa .

    ResponderEliminar
  7. Eu pessoalmente não quero acreditar nessas conspirações, o mal das claques é como a dos filhos quando não os acompanhamos e se dão com más companhias e têm liberdade a mais às vezes dá nisso e nunca nos culpamos de ser maus pais. Mas eu que não acredito em bruxas ....Já agora também me apetece dizer sobre os blogs Sporting com filtro”, a “Tasca do Cherba” ou o “Mister do Café”, vão escrever para a vossa rua convençam-se que o salazarzinho já foi

    ResponderEliminar
  8. Confesso que esta caixa de comentários me deixou completamente baralhado... Ou não atingi a ironia... ou não percebi se, p.ex., o Cherba passou a ser persona non grata...???

    Para todos os efeitos... o pano quente com que se tem passado tudo o que esta comissão tem feito é algo que me entristece, no sentido, em que parece que se deixou, ou se se quiser, se continuou, a não questionar as coisas..., mas agora 'do outro lado'... mas assim já está bem...

    Esta venda do WC, tal e qual como vem pintada..., é criminosa, quaisquer que sejam as voltas que se queiram dar... mas o mais preocupante para mim, sempre foi..., e é..., a subserviência que emana deste negócio... no sentido de ver o Sporting novamente na mão de outros que não... nós...!!! Quando Sousa Cuntra, com todo o seu sportinguismo, que nem sequer discuto..., afirma não estar o Sporting em saldos, e faz uma destas, no dia a seguir... Desculpem lá... Mas o homem não pode estar bem ou está a gozar connosco... ou se não é nenhuma destas, o que admito..., então que venha explicar, olhos nos, meus, olhos como, com quem e porquê?

    Concordar, e tentar justificar isto..., sem pestanejar..., quando ali ao lado se veem sair juniores atrás de juniores (que devem ter, certamente, um jeito fenomenal.. para a bola, e são, com certeza, extraordinários jogadores que eu infelizmente não conheço) por 15M, é aceitar o 'mais do mesmo' e anuir a esta porqueira que é o futebol...

    Que ganhe SEMPRE a maioria... e que ganhe o SPORTING... mas nunca deixem de se questionar... por favor... É que se assim não for... nada disto valeu a pena...!!!

    ResponderEliminar
  9. O caríssimo álamo incendeia e depois não assume ter sido enganado pelos jornaleiros e paineleiros que tanto admira. É altura de alimentar soluções antes de regar tudo a gasolina. O passado será julgado, mas temos um futuro pela frente que não se faz minando esse passado. Que tenhamos a sorte de se apresentarem boas solucoes para a saúde do nosso clube!

    ResponderEliminar
  10. Que azia que vocês têm ao BdC!!! Porra que é demais, já o demitiram e agora querem vê-lo na pildra????
    Se o Sporting estivesse nas lonas (financeiramente) queria ver se havia tantos a quererem o poleiro??!!!!!
    A respeito dos blogs apontados, vou à "Tasca do Cherba" e vejo lá comentários a dar em BdC e por vezes nada meigos!! É só falar para deitar abaixo sem qualquer ponta de vergonha!!!

    SL

    ResponderEliminar
  11. A mim pouco me importa o que vocês pensam, dúvidas, porém, não tenho que esta canalha da imprensa, a começar pela cadastrada Tânia Laranjo, têm uma agenda encomendada. Escuso-me de comentar o pequenote Santos que, quase durante um ano, teve um relógio a contar o tempo para despedir o Paulo Bento. Gente desta, portanto, não perco tempo a ler ou a comentar.

    O que me admira são os SPORTINGUISTAS A CRIAREM CONDIÇÕES PARA QUE AS RESCISÕES POSSAM TER O QUE, SEGURAMENTE, NÃO TÊM; FUNDAMENTO JURÍDICO.

    Mas as agendas mediáticas, particularmente, as das redacções dos pasquins da cofina, recebendo as habituais avenças, porventura reforçadas face aos proveitos que julgam receber dos negócios que tardam a fazer a custo zero (?!), insistem nestes temas, pois os pobres coitados julgam que outros andarão a dormir.

    Faço notar que o meu nome é verdadeiro assumo o que escrevo, não ganho nem penso obter tachos no SPORTING, estando, portanto, à vontade, porém, se gostam do SPORTING, pelo menos, abstenham-se de criar confusão, porque não é o tonto do Bruno que é prejudicado, pois já está arrumado, é o nosso clube.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que ninguém se arrogue em ser detentor da verdade absoluta. Até os relógios parados falam verdade duas vezes por dia! Saibamos respeitar as opiniões diferentes da nossa!...

      Eliminar
  12. Acusar com frases tiradas do contexto em que foram utilizadas... É normal. Vende mais, gera mais audiências, servem para acusar, descredibilizar e dá jeito.
    Virem-se para o outro lado da rua.Lá têm muito assunto...mas não interessa, não convém, não é ? Cuidado com o orelhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse disco, apesar de intocável por aqui, felizmente não era inquebrável e há muito que o fiz em mil pedaços!...

      Aqui, respeitando todas as opiniões, penso no que escrevo e escrevo o que penso, sem preocupação de agradar seja a quem for...

      Eliminar
  13. Seria interessante, se tu e o rui qualquer coisa, antes de escreverem o que fosse! Beberem uma tacinha de vinho. Acredita fazia-vos bem. Minha nossa, santa paciência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a tua opinião ó domingos! Mas não me catequizas. Eu até sou agnóstico, não acredito em santos, nem na tua paciência! Mas noto claramente qual a tua religião!...

      Eliminar
    2. E não te esqueças, nome próprio, começa com letra grande. Foi assim que comecei com o teu. Uma coisa eu sei, não podemos ser todos iguais. Ainda bem.

      Eliminar
    3. Ó domingos, quase iria jurar que terei aprendido que "nome próprio começa com letra grande" alguns 30 ou 40 anos antes de te ensinarem essa regra! Eu apenas respeitei o facto de que quando te registaste como "domingos vieira", talvez por teres esquecido a regra que agora "vomitas" para os outros, o fizeste com letra minúscula!
      E o burro sou eu?! Vá lá que aprendi agora contigo que "não podemos ser todos iguais. Ainda bem"!!!...

      Eliminar
  14. Álamo, das coisas, que mais detesto na vida, A ingratidão, nada mais. Memória curta, também, não tenho. A minha grande religião, SPORTING CLUBE de PORTUGAL. PAIXÃO ENORME.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha domingos, na inocência dos meus verdes anos, aprendi a ler no livro da primeira classe, nos primeiros anos da década de 50 do século passado. Depois vieram os livros da segunda, terceira e quarta classes. E em todos eles, aprendi a ser grato a António de Oliveira Salazar!...

      Depois cresci, fiz-me homem, li outros livros, muitos livros e pude finalmente ter oportunidade de abrir os olhos ao mundo que me rodeava. E deixei de ser grato ao ditador e acabei até, já depois da "cadeira salvadora" o ter despachado para o outro mundo, por militar no partido que provavelmente mais o terá combatido...

      Percebes agora a subjectividade que poderá envolver a palavra gratidão? Talvez não percebas. Talvez seja demasiada areia para a tua camioneta e reajas da mesma forma se te aconselhar a que "nunca te metas num caniço"!!!...

      Mas faço-te o favor de acreditar, sinceramente, que não tenhas memória curta! Exactamente porque será muito pequenita, recente, quiçá imberbe. De outro modo não terias a desfaçatez de pretender insultar quem não conheces de lado nenhum! Cresce domingos!!!...

      Eliminar

PUBLICIDADE