sábado, 14 de janeiro de 2017

Um dia talvez conclua que a fé não tem preço nem se compra!...


VOCÊS, OS CRAQUES MAIS IMPORTANTES

«O Benfica regista hoje uma marca histórica no seu estádio: chega ao espectador 15 milhões na Luz. Um número impressionante e que fala dos craques mais importantes do futebol português e que tantas vezes são desprezados: os adeptos. Com Luís Filipe Vieira eles começaram muito cedo a ser bem tratados. E foi construindo uma grande equipa, de futebol, na estrutura do clube e essencialmente de marketing, que as águias chegaram a este número mágico. Está de parabéns o clube e o presidente, mas essencialmente os adeptos, esse sal do futebol, tão ou mais importantes do que os golos, porque sem eles o jogo perde muito da sua magia centenária.

Passe a importância do número e respetiva festa, a equipa de Rui Vitória tem um jogo para vencer. Numa altura em que o campeonato já parece ganho, tal tem sido a superioridade encarnada esta época, o grande desafio que se coloca ao técnico encarnado é não deixar o plantel adormecer. Por várias razões. A primeira é a vantagem ser expressiva mas não ainda o suficiente para festejar. Depois, porque o perigo de abrandar é grande. A resposta da segunda equipa em Guimarães foi fortíssima, a qualidade do grupo é notória, mas é vital manter o foco. Vitória tem sido mestre a fazê-lo. 

Em Chaves o Sporting enfrenta perigos radicalmente diferentes. Os leões estão a 8 pontos da liderança, encontram um rival duríssimo, num estádio onde poucas vezes foram felizes. Para poderem continuar a acreditar só os três pontos interessam. Esta é uma semana terrível para o clube de Alvalade. Joga sempre fora de casa, tem tudo a perder e pouco a ganhar. E isto sem Jorge Jesus no banco. Tempo de esquecer os árbitros e ganhar no que mais conta, o futebol. Vai ser para homens de barba rija. É hora de os jogadores assumirem.»
(Bernardo Ribeiro, Entrada em Campo, in Record)

Bernardo Ribeiro padece de um complexo em tudo semelhante ao de um significativo naipe de católicos que, mortificado pelo terrível pecado da gula, opta pelo pagamento da bula para ultrapassar de forma tranquila e santa, o jejum e abstinência da carne em dias prescritos e proibidos pela sacrossanta rigidez canónica.

Para dizer o que o coração lhe ordena, segue os ditames da "razão da redacção" e paga antecipadamente a côngrua ao "abade da freguesia" para depois poder desfraldar a bandeira dos seus "afectos pecaminosos"!...

Na sua pura e lírica ingenuidade, nem sequer se dá conta de que o povo a que pertence há muito terá acabado por concluir que "À terra onde fores ter, faze o que vires fazer"!...

Outros lá pela "igreja" do nº 3 da Luciana Stegagno Picchio, estão-se marimbando para bulas e côngruas e, independentemente das cores dos paramentos do abade de serviço em cada "santa eucaristia", vomitam as suas "luzes intensas", "florestas de pernas", ou "enfareladas entradas em campo", sem quaisquer receios de se banquetearem com a "carne proibida"!...

Um dia talvez conclua que a fé não tem preço nem se compra!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Por quantas moedas de prata é que Judas Escariotes se vendeu ao sinédrio?! Que tristeza de sportinguense! Ainda que seja sempre de condescender quando um homem precisa de meter o pão na mesa para alimentar os seus rebentos. Não seria mais honesto falar na superioridade do Benfas no pré-derby? Qual o espanto do rendimento do Benfas não oscilar mesmo quando faz a rotatividade? Claro, tanto faz utilizar o Ferrari Vermelho do Algarve, Bruno Lampião, o Mota dos talhos etc... O plantel do Benfas, ou melhor dizendo, da APAF, é fortíssimo e muito equilibrado...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje notou-se e bem que o benfica manda nisto tudo. Gostei do hat-trick do Luis Ferreira, e 4 minutos de desconto provam que está tudo bem.

      Eliminar

PUBLICIDADE