quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Jorge Barbosa acabará a rir de si próprio!...


SPORTING VÊ-SE AO ESPELHO

«A questão fundamental, neste momento, sobre a actualidade do Sporting passa por saber se a sua equipa profissional de futebol já bateu no fundo ou se a situação poderá agravar-se ainda mais. O que se tem verificado, nas últimas agitadas semanas, é que os insucessos se acumulam, e por agora já não resta qualquer dúvida de que as altas expectativas criadas não têm tido a devida correspondência. Há todo o tipo de explicações para esta fase crítica: erros nas contratações, jogadores influentes em sub-rendimento, excessivo protagonismo de presidente e treinador, inúmeros conflitos institucionais que dispersam o foco e incapacidade de alterar a relação de poderes no sector da arbitragem que continua favorável ao Benfica, aos olhos leoninos.

O que se passa é uma ausência de soluções que contribuam para que o Sporting reentre na luta pelo título sem ser obrigado a uma nova travessia do deserto, algo que seguramente os sócios já não admitem por estarem desgastados por 15 anos de espera por um novo título nacional. A política de ‘terra queimada’ não tem viabilidade em Alvalade, e daí se compreenda a reaproximação, pelo menos pública, entre Bruno de Carvalho e Jorge Jesus. Uma aliança inevitável, até porque a SAD não tem qualquer condição – por muito que o candidato Madeira Rodrigues entenda o contrário – para suportar uma eventual indemnização multimilionária ao treinador.

Esta aproximação entre as duas figuras mediáticas do Sporting tem uma meta determinante no dia 4 de Fevereiro, aquando da visita ao Dragão. Até Jorge Jesus já percebeu que o título é uma miragem, mas numa redefinição de objectivos o segundo lugar terá de ser sempre prioritário. Assim sendo, tudo o que não seja quebrar a invencibilidade do Porto na sua fortaleza será sempre interpretado como mais um fracasso, o que contribuirá para agravar a instabilidade. Em caso de resposta assertiva, tudo mudará de figura. É esse o desafio para Jesus e para o balneário que lidera. Caso contrário, não haverá remendo possível nem forma de calar a contestação dos adeptos, restando então a dúvida até que ponto poderá esta ‘sagrada aliança’ resistir.»
(Jorge Barbosa, Caderno de Apontamentos, in Record)


Creio que a "incapacidade do Sporting de alterar a relação de poderes da arbitragem que continua favorável ao Benfica, aos olhos leoninos", se a completa estupidificação e senilidade ainda não tomaram conta de mim, sendo infinitamente pequena enquanto o Clube persistir em recusar a utilização das armas usadas pelos rivais, ontem e hoje, para alcançar a situação favorável que o cronista aflora como se fosse uma falaciosa mentira, será exponencialmente maior que a capacidade de Jorge Barbosa para abrir os olhos à realidade do futebol português e, concomitantemente, para a possibilidade de alguma vez assistirmos a uma cena por si protagonizada, parecida com aquela em que o miúdo gritou na praça a nudez do rei!...

Um jornalista que tem a desfaçatez, a pouca vergonha e a falta de ética e dignidade de afirmar que a ridícula situação actualmente vivida pela arbitragem portuguesa, só o é "aos olhos leoninos", será capaz de tudo, menos de assumir algum dia a sua profissão...

Creio bem que no dia em for capaz de utilizar o mesmo espelho que recomenda ao Sporting...

Jorge Barbosa acabará a rir de si próprio!...

Leoninamente,
Até à próxima

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Não conhecia o blog "O meu Sporting". Fiquei agradavelmente surpreendido com o conteúdo e por "Leoninamente" fazer parte do blogroll, facto que agradeço e, naturalmente, retribuí. Boa sorte e rápida expansão. O nosso Sporting bem precisa...

      Até à próxima e Sporting Sempre!...

      SL

      Eliminar
  2. Absolutamente ridicula essa ideia expressa pelo jornalista, mas tenho duvidas que ele próprio acredite naquilo que escreveu...

    Mas está bem, escreveu de acordo vom o guião lampiónico e por ter sido fiel à cartilha... já deve antecipadamente ter sido premiado...

    Por mim, ofereço-lhe um fardo de palha, que lhe poderá também servir de cama... O
    onde poderá sonhar com mais... um colinho...
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O colinho do Jorge é azul e branco,

      fecha a loja.

      Eliminar
    2. Não sei como saiu sem paternidade, mas o anónimo dou eu...

      Eliminar

PUBLICIDADE