sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Eternamente gratos a um benfiquista!...


JÁ HÁ CAMPEÃO

«Na época passada, o campeão foi o Benfica mas muita gente disse que a melhor equipa foi o Sporting. Nesta época, porém, não há dúvidas: o Benfica é o melhor dos três grandes. Rui Vitória tem gerido o plantel com notável mestria, para cada posição há 2 jogadores, as pedras rodam mas o rendimento mantém-se. Além disso, observa-se um grande equilíbrio emocional. Mesmo quando está na mó de baixo, a equipa não se desorganiza. Parece ter sempre o jogo sob controlo.

Assim, julgo que o campeão está encontrado. Leões e dragões lutam pelo 2º lugar. O Sporting é uma sombra da última época, mas há oito dias os adeptos puderam sorrir durante 17 minutos: finalmente a equipa deu um ar da sua graça, e os reforços começaram a sair da toca. Campbell, Alan Ruiz e o inevitável Bas Dost fizeram miséria. Só que os restantes 73 minutos foram decepcionantes. Será que a tensão nervosa criada pelo presidente e pelo treinador está a passar para os jogadores e a intranquilizá-los? Cuidado!

O Porto foi a equipa que desiludiu mais os adeptos na última jornada. Porque o seu grande problema manteve-se: não consegue marcar golos. E, acrescento eu, Nuno Espírito Santo está no caminho errado: quer recuperar a mística do passado, mas isso não é possível. O passado passou – não volta. O Porto precisa de encontrar outra motivação.

Um simples facto mostra a diferença entre os grandes: no Sporting só marca Bas Dost, no Porto só marca André Silva, no Benfica marcam Gonçalo Guedes, Mitroglu, Jonas, Pizzi, Salvio, Jimenez, Cervi... Isto diz muito sobre a dinâmica colectiva.»
(José António Saraiva, Futebol à portuguesa, in Record)

José António Saraiva parece conseguir nesta crónica conciliar o inconciliável: agradar a atenienses, espartanos e troianos, se bem que aquilo que agrada a uns não será exacta e necessariamente o agrada a outros, mas o que conta nestas coisas será sempre a intenção. E o homem será, flagrantemente, bem intencionado, coitado...

Pela parte que me toca, estou-me borrifando para que já tenha feito seguir a encomenda das faixas para "os melhores do mundo e arredores" e que vá gastando o seu único neurónio  a tentar encontrar a motivação de que o Porto, segundo ele, tanto necessita. Ficarei felicíssimo de falhar!...

Quanto a nós, Sporting, gostei da "miséria" com que apelidou o trabalho de Campbel, Alan Ruiz e Bas Dost no último jogo! Mas também não me deu nenhuma grande novidade, nem terá descoberto a pólvora. Só espero e desejo que tenha muitas azias como esta e que lá para Maio se veja obrigado a fazer um transplante de... moela!...

E sobre os cuidados que recomenda ao presidente e ao treinador, só teremos que ficar...

Eternamente gratos a um benfiquista!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. O José António Saraiva é lagartão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me digais semelhantice, se o que me digais fora impossível!...
      E as provas com LINK?!...
      Eu também posso apregoar que sou "chefe da igreja adventista do 8º dia"!...

      Eliminar
  2. O Saraiva é do Belenenses, de qualquer modo, é um cretino.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE