quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Elas não matam mas amolentam!...


O fim de um ciclo

E antes fosse questão de tempo

«As razões já se avolumavam há meses, os sinais estavam aí desde a semana passada. O futuro de Jesus não passa pelo Sporting e o futuro do Sporting não passa por Jesus.

A dúvida, ao contrário do que cheguei a pensar, já é se o divórcio ocorrerá antes ou depois das eleições. Nesse sentido, não custa aceitar a previsão de Madeira Rodrigues: será como se verificar mais útil a Bruno de Carvalho.

Não deixa de ser curioso como a contratação que há ano e meio se tornou o feito mais emblemático de uma presidência é agora o seu maior constrangimento. Nem como, de repente, o Sporting se vê obrigado a incorrer em novas e monstruosas despesas, como já eram as do caso Rojo.

Quem sabe BdC não terá mesmo de estender a mão à Doyen, sua inimiga visceral e, ao mesmo tempo, amiga do treinador e credora de suficiente monta do clube para equilibrar um acordo. Com certeza não será a Traffic a ajudar.

Jesus é um grande treinador de futebol. Mas, para lá da desgraçada era que o Sporting vive, cometeu demasiados erros e teve demasiado azar. O azar não é culpa sua, mas só se está preparado para ele quando não se cometem tantos erros.

Relativizar a importância dos jogadores aos microfones foi apenas um. A política de contratações é desastrosa. A gestão do plantel, indecifrável. A motivação do balneário, nula.

O ciclo Jesus encerra-se. E, se não se encerrar, será sinal de que o Sporting está ainda mais amarrado a ele, do ponto de vista contratual, do que imaginamos. De qualquer modo, o clube ou fica nas mãos do treinador, ou nas de quem o ajude a resolver a situação.

Toda a Liga anda de rastos. O FC Porto ergue hoje o pescoço e amanhã deixa-o pender. Mas o FC Porto vem de décadas de triunfos. O Sporting não ganha o que se veja há 15 anos. Já não é fase: é identidade.»
(Joel Neto, Opinião, in O Jogo)

Esta crónica de Joel Neto, foi publicada - premonitoriamente? - às 17:29 de ontem. Bem antes da decepção que todos sofreríamos depois em Chaves, onde o Desportivo local "despachou em grande velocidade e com toda a justiça" um Sporting cada vez mais irreconhecível!...

Quando a li, o meu coração de adepto sportinguista segredou-me que talvez ainda houvesse uma pontinha de esperança e vetou aquele meu primeiro impulso de a trazer para aqui. Mas a razão, até aos 87 minutos de Chaves e perante o desenrolar dos acontecimentos "flavienses", foi-me colocando sucessivas questões às quais me recusei a responder...

Acabado o jogo, obriguei-me a lê-la de novo. Nunca poderia presumir que o sportinguismo que reconheço em Joel Neto algum dia seria menor do que o meu! Nesta condição a minha razão acabou por levar de vencida o meu coração e a crónica aqui está, mesmo correndo o risco de me chamarem sportinguense, facto que até já nem será novo para mim. Dói-me bem mais a alma por ter de concordar com as palavras deste leão de Angra do Heroísmo, pouco mais velho que o meu filho, mas mais frio e lúcido do que eu...

Não sei a que horas conseguirei conciliar o sono esta noite...

Elas não matam mas amolentam!... 

Leoninamente,
Até à próxima

6 comentários:

  1. Alguem tem que assumir responsabilidades. Se ninguem assume responsabilidades será a anarquia total e eu não quero isso para o meu clube. Não vou dizer publicamente quem em meu entender deveria sair. Vamos para eleições e nao quero influenciar. Que cada um vote em total liberdace e de acordo com a sua consciência

    ResponderEliminar
  2. ... tantas vezes eu, benfiquista de corpo e alma, venho aqui criticar as posições do caro Álamo, contestando-o quando acho que passa os limites (e, fundamentalmente, quando critica, tantas vezes, a meu ver, sem razão, o meu clube).
    Mas cá vou voltando. Porque gosto do seu blog, da sua escrita e da óbvia cultura geral que tem.

    Meu caro Álamo, hoje só aqui venho para lhe desejar uma boa noite de sono. E paz de espírito.
    Lembre-se sempre: por muito que as cores das camisolas nos toquem no coração... isto é só bola.
    Hoje ganham uns. Amanhã ganharão outros.

    E como nos ensinou o Chico: amanhã vai ser outro dia.

    Um abraço, sincero, de um benfiquista.

    ResponderEliminar
  3. Elas não matam mas amolentam!
    Como o Álamo, não sei a que horas conciliarei o sono esta noite.
    Não é o desespero e a dor de alma que me tolhem a lucidez e me perturbam o sono.
    O que me incomoda e desespera é ter a noção que o meu Sporting ganhador está. mais uma vez, adiado. Estou cansado do " para o ano é que vai ser "!
    Para mim é claro que o ciclo JJ chegou ao fim ( o que não é claro é saber se temos dinheiro para lhe pagar ).
    Começa também para mim a ser claro que o ciclo BdC está a chegar ao fim. Caso não apareça uma candidatura de peso e credível, para votar nele preciso que:
    - me esclareça se recebeu ou não prémio referente à época passada
    - me esclareça das contas SGPS
    - me esclareça se é verdade que o seu amigo Costa Aguiar ( Mundial Sports Lda) recebeu comissões de 2 transferências de jogadores para o Sporting
    - me esclareça se o Sporting lhe paga pela utilização da marca Centenário
    Se BdC ao esclarecer estes pontos me demonstrar que estou errado, votarei nele. Se não me esclarecer e se não aparecer uma candidatura credível, votarei engrossando a lista dos votos em branco.
    SL

    ResponderEliminar
  4. A única identidade (?!?!?) que denoto neste texto é que "Jesus é um grande treinador" mas para o SPORTING não serve... O nosso clube é tão grande tão grande tão grande que já nem os 'bons' servem...

    Identidade rima com ambiguidade...

    Ciclos de dois anos são maravilhosos especialmente quando o ano passado era o ciclo bom... é este ano é o ciclo... decisivo (será por ser mau??? Nahh...)

    Querem títulos...?!?! os primeiros anos do croquetismo até que foram bons... (tendo em conta a estatística do clube) começo a achar que fizemos mal...!!! Ou será que temos, apenas, o que merecemos...???

    Quando não sabemos o que queremos é tão fácil, mas tão fácil, perdermo-nos...!!! E perdidos somos, ainda, presa mais fácil...

    Medo... muito medo... e agora não é do sistema...!!! (por falar em sistema... Hoje devem estar a ter uma epifania..., e hoje por hoje já nem precisam de se preocupar muito... E muito menos levantarem-se da cadeira... Já estamos em 'cruise control') Dejá vu

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar
  5. Um retrato excruciante do nosso estado. Começar tudo de novo não será a melhor solução com toda a certeza, mas existem peças no nosso futebol que não se compaginam com o nosso ADN.

    ResponderEliminar
  6. Nem sei o que dizer...
    É visivel que há nesta situação do momento do Sporting causas próprias e alheias...
    Apesar de tudo continuo a achar que BC é o Presidente que o Sporting necessita...
    É verdade que cometeu erros, mas não é menos verdade que trouxe ao Sporting muitas coisas boas...

    O treinador ninguém o negará tem qualidade,mas faltou-lhe em Alvalade " a sorte" ( colinho)que noutras paragens o tornaram numa " máquina trituradoura"...
    Confesso que nunca simpatizei com aquela maneira de ser de JJ ( mas nunca deixarei de o apoiar enquanto for o nosso treinador)...
    Aquela ideia de que o treinador "é o tudo" é errada, profundamente errada...
    O treinador " pesa pouco" se não contar com a equipa, treinador e equipa terão sempre de ser um todo...
    Apesar de tudo... sou pela continuidade fo treinador...não podemos continuar nessa filosofia de mandar embora o treinador quando as coisas correm mal...

    Parece-me que houve erros na constituição da equipa, terão de ser corrigidos rapidamente...

    Ainda não está tudo perdido...
    Há muito campeonato ainda...
    E o Sporting " não morreu"...
    Sporting Sempre...
    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE