quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Nem sempre surge uma terceira oportunidade!...


CRISE NO SCP

«Sim, é uma crise e não é apenas uma crise de resultados, o que já não seria pouco. Depois de quase ter sido campeão na época passada, o Sporting arrasta-se agora penosamente e, ao fim de dez derrotas na época, já não dá para argumentar com arbitragens. O problema está dentro do balneário. Com o presidente dentro do balneário.

Bruno de Carvalho tinha um sonho, anunciou-o como compromisso e em vésperas de eleições entrou em derrocada: o sonho e quem o sonhou. O presidente do Sporting é homem de perder a cabeça por pouco e até é muito o que o apoquenta. Mas espadeirar pelo balneário adentro como ele fez tem o mesmo risco de pegar no lança-chamas quando fala para fora do clube: se a seguir tudo corre bem, a autoridade revela-se liderança; mas se depois o clube perde, a liderança passa a partilhar as culpas da desestabilização. E Bruno passa da imagem do lutador quixotesco contra moinhos de vento para a imagem de ser ele próprio o moinho de vento que fez de todos os outros seus inimigos. Incluindo a equipa de futebol e o seu treinador. Quem tanto dá a voz na ira, dá o corpo ao castigo.

As eleições do Sporting vão aquecer. Provavelmente, Bruno sucede a Bruno, mas mesmo depois disso terá de inventar uma nova reza para conseguir recuperar a anímica e os ânimos, para mais com a adversidade de poder ter de vender jogadores essenciais. A série negra desta época quebrou a magia da anterior. Para haver uma próxima época feliz, será preciso calma. Calma do presidente e calma dos sócios.»
(Pedro Santos Guerreiro, Abrir o jogo, in Record)


Sim, também a meu ver será essencial que a calma se instale definitivamente em Alvalade, desde o vértice até à base da pirâmide!

O leite foi derramado, pouco ou nada mesmo importando agora discutir sobre a quem caberão as culpas do derrame e muito menos verter lágrimas sobre este. É preciso fixar o nosso olhar no horizonte e... avançar!...


Que sirvam os erros cometidos para sobre eles reflectirmos de modo a não mais voltarmos a cometê-los, a começar por Bruno de Carvalho: na primeira qualquer cai, na segunda cai quem quer e...

Nem sempre surge uma terceira oportunidade!...


Leoninamente,
Até à próxima

6 comentários:

  1. Já muitas vezes o disse..
    Já muitas vezes o li, aqui e noutros lugares...:
    BC tem que rapidamente mudar a sua atitude...

    Mas comparar BC a Dom Quixote de la Mancha...é estar a gozar com a nossa cara...
    Dom Quixote "lutava" contra moinhos de vento, nos quais vislumbrava inimigos imaginários...

    Ora os "inimigos" contra os quais BC esgrime argumentos, são reais, existem e deixam a sua marca...

    E nós Sporting bem sabemos quem são e temos sentido na pele, os efeitos nefastos dos seus continuados ataques...

    Não é "mania de perseguição"...
    São "inimigos" algumas vezes sem rosto... "camuflados" é certo...
    Mas que nós tão bem conhecemos...

    O "perigo real", será deixarmo-nos convencer, que BC..." vê "inimigos na própria sombra"...
    E deixarmo-nos embalar por essas " pseudo fantasias"...

    Mantenhamo-nos alerta...
    É essa a nossa obrigação de sportinguistas...
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para acabar com estes provincianismos e parolices só um candidato que se perfila, moderno, actualizado, conhecedor, ganhador - Luis Figo.
      Aguardem.

      Eliminar
  2. O "grande Sportinguista" Luís Figo... O tal que enquanto jogador do SCP assinou contrato com o Benfas... O tal que preferiu ir para o Parma em vez de ir para a Juventus, prejudicando o Sporting em termos financeiros... O tal que comemorou um golo do seu Inter num jogo com o SCP de forma esfuziante... Encontrem outro putativo candidato, porque esse não tem a mínima hipótese. Ele está muito mal visto perante a esmagadora maioria dos sportinguistas.

    ResponderEliminar
  3. Sim, Figo a presidente!
    Com Futre e Cadete em vices. E, já agora, Simulão Suinão como vogal.
    150.000 por mês talvez não chegasse para os quatro.

    ResponderEliminar
  4. A minha convicção diz-me que BdC vai mudar, começando por abandonar o banco durante os jogos. Veremos se me engano. Se assim não suceder... Bruno não terá remédio, começando também ele a ser o problema e não a solução. Espero que não. Nesta época foram cometidos tantos erros que nem vale a pena enumerá-los.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE