terça-feira, 31 de janeiro de 2017

A rodagem é em Portugal!...



Estes são os inocentes protagonistas da nova série em rodagem no pântano futebolístico  cá do nosso execrável bairro e creio que não será muito difícil e complexo para os amantes do desporto-rei, imaginarem os contornos, as razões e o desfecho de um argumento que se desnuda em cada novo episódio que vai chegando ao nosso conhecimento.

Que cada um entenda o plano que levou  a que depois de "dois reis mortos" "outros dois" tenham sido postos: maquiavelismo ou pura e dura aplicação da famigerada lei de talião, "olho por olho, dente por dente"?!...

Por mim que já assisti a demasiados "campeonatos" e acompanhei defraudado a "apitos" cujas ladaínhas pretenderam percorrer uma tão extensa via sacra que se estendeu desde o humilde pechisbeque até ao reluzir do ouro, aqui o declaro sem subterfúgios: não preciso que me assobiem para beber água!...

Dos "dois reis mortos" a história não falará. Recolheram, por sorte deles e das suas famílias, de penates a Alvalade e a vida continuará com a legítima dignidade que lhes assiste. E só eles e os deuses saberão a felicidade que lhes estará reservada. Mas há quem diga que os deuses não dormem e talvez um dia venham a saber o quão privilegiados terão sido...

Dos "dois reis postos", apenas saberemos que a um deles não terão calhado em fortuna os favores do "pálio mendífico" e ao outro, regressar do desterro em que tinha sido colocado na sua própria pátria (LINK)nunca será pena muito difícil de cumprir. Para ambos, sempre será mais favorável a "penitência do Sado"...

Pena que a impunidade continue a privilegiar tanto produtores e argumentistas, quanto realizadores e outros "senhores" de tão macabro filme! Mas...

A rodagem é em Portugal!...

Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. Como me será possível comentar posts com 4 fotografias em que só sei atribuir um nome ao Gauld (em cima à esquerda)? O mesmo me tinha acontecido no outro post da velinha onde creio ter acertado no Marvin Zeegelaar mas não no outro. Por isso e só porque sinto a necessidade de dizer qualquer coisa vou falar de algo diferente. Ainda não sei quem arbitrará o Porto-Sporting mas acredito que tal possa vir a ser crucial. Pouca sorte minha poucos jogos vi do Benfica e do Porto mas afirmo que ainda não vi nenhuma dessa equipas jogar bem (segundo os meus critérios) Contra o Porto o Sporting joga a sua última cartada e, falando francamente, não saberia propor uma formação mas acredito que o efeito surpresa poderia vir da utilização imediata de um (ou dois) dos regressados!
    Para o meu caro Maximino devo dizer que consegui resolver alguns dos problemas com o smartphone mas continuo a não acertar com as letras por ter dedos demasiado grossos!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Aboim Serodio, Ryan Gauld e André Geraldes, por atitudes desrespeitosas do V.Setúbal para com o Sporting, foram mandados regressar a Alvalade.

      "Gente pobre, que nem se governa nem se deixa governar", terá dito o general Sertório sobre os lusitanos ao seu imperador!...

      De imediato, ou segundo prévia concertação - só os deuses o saberão e nós apenas desconfiamos! -, o Benfica providenciou para que João Carvalho e Luís Filipe ocupassem os lugares antes ocupados pelos leões.

      "O homem é o homem e as suas circunstâncias!", terá dito Ortega y Gasset.

      Abraço e SL

      Eliminar
    2. És mesmo serôdio.

      Eliminar
  2. Acabo de enviar um comentário (ainda não publicado) no qual me esqueci de dizer que não me admiraria nada que a tal comissão responsável pela arbitragem em Portugal admitisse como "admissível" o fora de jogo do Gelson no seu golo contra o Paços de Ferreira. Em boa verdade ele não tinha pela frente nenhum defensor (nem o GR) no momento em que chutou. Não estou a gozar apesar de estarem a gozar comigo!

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE