sexta-feira, 4 de março de 2016

Afinal parece começar a fazer caminho, a tese do "dirigente adepto"!...


 «A "doença do futebol" foi-me transmitida pela minha mãe e pelo mau pai, quando ainda era menino. Recordo que era um adepto ferrenho, que seguia a minha equipa por todo o lado. Claramente que isto antes de ser dirigente e do papel que desempenhei na UEFA.

Quando me preparava para um jogo, vestia um par de jeans e a camisola que estivesse mais à mão. Agora, ao contrário, para assistir a uma partida, devo vestir um fato e colocar uma gravata. Isto deve mudar, porque devemos voltar a fazer de nós, enquanto representantes do futebol, um pouco mais de adeptos e menos de políticos.

Se nos recordarmos, que na base de tudo, somos adeptos do futebol, este mesmo futebol melhorará!...» 
(Tradução “à Lagardère” de Álamo)

Trouxe aqui Gianni Infantino, porque as suas palavras talvez contenham na sua essência, uma mensagem que nós, os sportinguistas, deveríamos tomar na devida conta, em vez de embarcarmos em modelos bolorentos e inquisitoriais, mais próprios da idade média e menos conformes com a realidade contemporânea que a todos envolve.

Afinal parece começar a fazer caminho, a tese do "dirigente adepto"!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Para mim...

    Faz todo o sentido o "dirigente adepto"...

    Há muita coisa que "pesa" a favor dessa "teoria"...

    - Um "dirigente adepto"...:
    Defende sempre o "seu grande amor"...

    - Um "dirigente adepto" (ou mesmo um ex...)...
    Jamais se sentaria à mesa ...para tomar uma refeição "com o inimigo"...!

    Um "dirigente adepto"...
    Se conseguir fazer bons negócios...fá-los para que os lucros entrem nos cofres do "seu " clube...

    Ele há tanta coisa "boa" que um "dirigente adepto" faria e que "os engravatados" nunca conseguirão fazer...!

    SL

    ResponderEliminar
  2. Normal um presidente ser adepto do proprio clube,mal seria se nao o fosse.Andava a enganar os socios..e presidentes nao sei se tivemos(apenas presidentes,no minimo,incompetentes para nao dizer outra coisa)mas ja tivemos funcionarios como o carlos janela e luis duque que de Sportinguistas teem muito pouco e sao autenticos mafiosos que andam no futebol.Ainda ontem vi esse carlos janela no mercado da cmtv e so me deu para rir!
    SL

    ResponderEliminar
  3. Amigo Álamo, concordo plenamente com Gianni Infantino, sempre fui de opinião que o facto de termos um presidente adepto é benéfico, pois a proximidade com a equipa, permite maior noção dos problemas, e por conseguinte a sua melhor resolução, sem ofensa para aqueles que pensam de forma contrária, acho que as emoções do futebol devem fluir com naturalidade, e não serem ofuscadas por um qualquer "sentido de Estado", este parece bem ou parece mal, já não se enquadra nos tempos actuais, e hoje apenas servem interesses obscuros, para mim a figura institucional de BdC é o futuro, tudo o resto já está a ser ultrapassado...

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE