segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Vitória não merecia este "sais ou queres que te empurre?", logo agora que o Jesualdo está livre!...


Os dias mais difíceis


«A vida de Rui Vitória seria mais feliz se o Benfica não se tivesse cruzado já por três vezes com o Sporting. Se fosse possível apagar esses encontros, a equipa estaria mais confiante. Assim, não está a equipa e muito menos estão os adeptos.

É verdade que o Benfica melhorou. No Algarve, estava a "ressacar" de uma pré-época mais virada para a valorização da marca do que para a preparação da equipa e, no duelo da Liga, o Benfica "apagou-se" mal sofreu o primeiro golo. No sábado, apresentou argumentos que até o colocaram em vantagem no marcador, mas o resultado não foi diferente.

O problema é que não é aceitável falar de um Benfica com "melhoras". Quem é bicampeão nacional, não tem de estar melhor - tem de ser melhor! Tem de chegar a Alvalade e assumir o seu estatuto a tempo inteiro e não ficar a meio da ponte. Foi o que aconteceu no sábado: o jogo foi bem preparado, a estratégia bem montada, o jogo começou de feição mas, depois, o resto do trabalho ficou por fazer.

Confiança, ou melhor, desconfiança tem sido uma palavra-chave neste novo ciclo do Benfica. E tem sido o Sporting quem mais tem minado esse estado de espírito encarnado. Não admira, por isso, que os momentos "pós-dérbis" sejam os mais difíceis de gerir. Depois da derrota na Luz, a notícia era: Vitória seguro. Hoje é: Vitória só sai se quiser. Uma nuance que não deixará o treinador alarmado, mas deverá ficar vigilante...»
(António Magalhães, Entrada em Campo, in Record)

Com o pobre do "orelhas" desaparecido em combate, supõe-se que a guardar a "porta 18",  reina o caos do outro lado da rua, com o arcanjo e o "gume da silva" a degladiarem-se raivosamente, numa luta que há-de conduzir um deles à "cadeira de sonho"!

Enquanto um destacou os seus homens de mão "no nameds" para o Seixal, o outro mandou plantar, através dos seus acólitos na CS, a "rampa inclinada" para descarga da "cebolada" que Alvalade preparou no sábado.

De facto, a sagacidade de António Magalhães, acabou por vislumbrar em duas frases aparentemente inócuas, que o Natal estará bem próximo para Vitória: de "Vitória seguro" para "Vitória só sai se quiser" será, à primeira vista, um pequeno salto de pardal, mas apenas para os ingénuos: aquilo é quase uma carta de despedimento.

Vitória não merecia este "sais ou queres que te empurre?", logo agora que o Jesualdo está livre!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Tanta guerra que o Benfica fez e será que ainda não estão convencidos?

    Sinceramente, era a última coisa que eu queria neste momentos: ser vermelho. Coitados aquilo deve ser um sofrimento atroz

    Afinal eles quando falavam do TRI seria referente às vitórias do Sporting? Pronto já conquistaram. rsrssr

    Saudações Leoninas

    ResponderEliminar
  2. Caro Álamo,

    Só para corrigir uma pequena falha do seu texto... É que o Jesualdo já se "safou" para o Qatar... Por isso a coisa ali (no saixali) tá preta...

    Saudações Leoninas

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE