quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Ganhar na Albânia. Não há outro jeito!...


Queremos chegar o mais longe possível

«É fundamental ganhar para podermos passar esta fase de grupos. Não vai ser como em Lisboa. Vai ser mais dividido, mais complicado. Mas acreditamos no que fazemos, no plantel e é dentro dessa ideia que temos vindo a fazer alguma rotatividade. Não estamos a falar de jogos que não têm a máxima responsabilidade, porque a Liga Europa tem. Mas alguns jogadores têm crescido com estas experiências. Temos a responsabilidade de disputar e vencer todas as provas onde estamos. Liga Europa é uma daquelas em que o Sporting quer chegar o mais longe possível, sabendo que em vários jogos vamos ter de assumir riscos, rodar jogadores. Algumas vezes pode sair bem. Não correu bem a cem por cento porque perdemos com o Lokomotiv. [...]

Todos os jogadores sentem-se importantes e o facto de rodarmos não tem a ver muito com a diferença de jogador A ou B, porque essa diferença vai fazer-se tendo em conta a condição física de cada. Para além disso não temos 11 ou 12 jogadores, mas mais.»
(Jorge Jesus, na Albânia, in Record)

"Não vai ser como em Lisboa. Vai ser mais dividido, mais complicado.", diz Jorge Jesus e compreende-se que o faça: a vitória na Albânia e no próximo jogo em Alvalade são decisivas para o apuramento e é preciso começar por trabalhar a mente daqueles que escolher para defrontarem amanhã o  Skënderbeu, não vão eles partir das facilidades que o jogo de Lisboa lhes poderá ter sugerido.

Contudo, seria impensável colocar o grau de exigência e a expectativa dos adeptos sportinguistas no mesmo patamar. Mesmo que, com toda a naturalidade, a realidade se possa apresentar diferente daquela que todos pudemos constatar em Alvalade, o favorito agora na Albânia terá de ser, obrigatoriamente, o Sporting...

Não há outro jeito!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Afinal não pode ser considerado um resultado assim tão mau.Perdemos 3-0 com esse colosso do futebol Europeu que dá pelo nome de Skenderbau.Chegar o mais longe possível é chegar aos Cais do Sodré sem ser em hora de ponta se não....

    ResponderEliminar
  2. E tinha razão. Não foi como em Lisboa. Até porque os albaneses desta vez não pouparam os melhores para o campeonato.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE