terça-feira, 24 de novembro de 2015

A ambição, para além da imprescindível competência, exige muito trabalho!...



Aproxima-se a passos largos a abertura do "mercado de inverno" e, a fazer fé naquilo que hoje é avançado no jornal Record pelos jornalistas António Adão Farias, António Bernardino e João Lopes - LINK -, a chegada de Bruno César e Schelotto, o acordo por Marvin Zeegelaar e a provável contratação de mais um defesa-central, acabarão por determinar uma pequena revolução no plantel, com as quase certas saídas de alguns jogadores que, por razões diferentes, Jorge Jesus terá aconselhado, como serão os casos de Ricardo Esgaio, Tobias Figueiredo, Jonathan Silva, Carlos Mané ou Tanaka.

Será impossível negar que, em boa parte dos adeptos sportinguistas, não se assista com algum aperto no coração, à partida, ainda que com bilhete de regresso, de quase todos estes atletas cujas carreiras nos habituámos a acompanhar e a ver, desde tenra idade, de leão rampante ao peito. Porém, a realidade não se compadece dos afectos que naturalmente deixámos que nos invadissem e acima de tudo e de todos, deveremos colocar sempre os interesses do glorioso Sporting Clube de Portugal, sem que alguma vez nos possamos esquecer que também teremos de avaliar e ter em conta os interesses de cada um deles.

Mas o que ressalta notóriamente de todo este reajustamento do plantel, será o objectivo claro por parte dos responsáveis leoninos, de conseguir alcançar um maior equilíbrio do plantel, face aos desafios que o ciclo competitivo que a entrada no novo ano há-de determinar.

A ambição, para além da imprescindível competência, exige muito trabalho!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Se forem colocados em equipas onde possam jogar com regularidade, de maneira a manter "a progressão"... acho uma boa forma de gerir o plantel...
    É claro que eu gosto muito de ver "os nossos meninos" a jogar na equipa A do Sporting, mas reconheço também, que não é a mesma coisa...

    Jogar com uma equipa "de meninos" mesmo com todo o jeito do mundo, ou uma equipa de bons jogadores também (é essencial que o sejam...), mas com "uma tarimba já muito batida"...

    Vamos aguardar...e já agora vou adiantando...

    Que eu quero celebrar já esta época...uma vitória no campeonato...!!

    Abr e SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sempre o coração tem a passada da razão...
      Mané e Tobias ((considero Esgaio um caso diferente) terão sido lançados "às feras" cedo demais e estarão a pagar por isso, sabemos que queimar etapas não costuma dar bons resultados e uma pausa, digamos assim, num ambiente competitivo menos exigente e onde possam jogar muito mais, talvez seja a plataforma de que necessitam para ganharem a "estaleca" que, no momento, lhes falta.

      Comparativamente, vejo os cuidados com que rodeiam a evolução de Gelson e Matheus -talvez para que o mesmo erro não seja repetido.

      A entrada dos novos jogadores parece, também, estar a ser devidamente acautelada: dois meses de preparação com os novos colegas chegam perfeitamente para que se integremente no grupo.
      Espero (todos o desejamos muito, não é?) que tudo corra pelo melhor.

      Eliminar
  2. E lá vamos ter de dar razão aqueles que dizem que JJ não é apologista dos jogadores da formação...

    Se for nas condições de William, João Mário, Adrien que saíram apenas para "rodar" , optimo, força. Agora deixá-los partir sem se poderem mostrar verdadeiramente que têm valor para permanecer na equipa "A" já não concordo. Mas não vamos parir antes de tempo, não é?

    Saudações Leoninas

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE