sábado, 28 de novembro de 2015

Segunda-feira, voltaremos a aplaudir a classe de Bryan Ruiz!...


Jardim das estrelas

«... No âmbito da grande exibição realizada pelo Sporting, em Moscovo, há um desempenho individual que merece ser destacado: o do costa-riquenho Bryan Ruiz, o terceiro jogador com mais presenças no ‘onze’ (atrás de Rui Patrício e Slimani), o que introduz o tema da importância das lideranças dentro da equipa. O Sporting tem dois (Adrien + Ruiz); falta-lhe um terceiro na defesa. Mas há mais: nem mesmo em gestão para o objectivo da conquista do campeonato, Ruiz é poupado. Significa que, com (8) jogos de selecção e tudo, e em regime de utilização permanente, há jogadores que respondem…»
(Rui Santos, Pressão Alta, in Record)

Pois é, Jorge Jesus desde que Bryan Ruiz chegou a Alvalade, já disse uma centena de vezes que o costa-riquenho sabe tudo sobre futebol e parece que nem os adeptos sportinguistas, entre os quais me incluo, terão ligado muito pouco ao que o técnico leonino não se tem cansado de dizer. Mas agora que a verdade começa a vir ao cimo, depois da fatal e incontornável adaptação ao futebol português, aos métodos e pensamento de JJ e aos companheiros, aí está Bryan Ruiz a mostrar a importância da sua contratação!...

Penso que a RS terá falhado a razão pela qual "com jogos de selecção e em regime de utilização permanente, há jogadores que respondem"! Essa razão chama-se classe! Porque um jogador de classe extra e que sabe tudo sobre futebol, vai ao ponto de saber de cor e salteado, uma das coisas mais importantes do rendimento neste exigente desporto: o doseamento do esforço!...

Segunda-feira, voltaremos a aplaudir a classe de Bryan Ruiz!...

Leoninamente,
Até à próxima

Nota de rodapé: Recomendo a leitura da crónica completa de Rui Santos, muito em particular aos benfiquistas que por aqui passem! Vão gostar, acreditem...

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE