domingo, 22 de novembro de 2015

E a procissão ainda agora irá no adro!...


A minha razão balança e interroga-se entre o estigma e o anátema, qual deles o que se terá abatido sobre a lampionagem! Entre a vozearia de 14 milhões de calimeros e a pobreza franciscana de uma equipa que por mais voltas que dê não consegue jogar futebol e ganhar ao seu eterno rival! Entre um treinador que sabe tudo de futebol e um outro que não quer ser "comido de cebolada" mas que ainda terá de "nascer 10 vezes" até conseguir "comer" o primeiro! Entre a "verdade do impacto" de uma auto proclamada "estrutura" e a "mentira" de um apregoado "colinho" que afinal, constatamos hoje, era "limpinho, limpinho"! Entre dois naipes de jogadores: o primeiro ainda ontem considerado o "supra-sumo da banana" que parece ter virado inapelavelmente para "supra-sumo da vulgaridade" e o segundo, que ao invés, viajou de burro para cavalo à solta, indomável e castrador de toda a habitual jactância da concorrência!...

E a minha razão acaba por fixar-se nos dois actores principais deste imprevisível "filme" a que estamos a assistir: Jorge Jesus e Bruno de Carvalho! O primeiro, diz-nos que se o arrependimento fosse música, chegar-nos-iam do outro lado da rua os acordes tonitroantes que nem todos os milhões de "filarmónicas" abafariam. O segundo, explica-nos o quanto inteligente, sagaz e implacável é o Leão quando acossado e faminto!...

Da pátria do futebol, já nos vão chegando os ecos do portal britânico Squawka: "Com o "padrinho" do futebol português ao leme em Alvalade, os adeptos podem certamente começar a pensar numa dinastia do Sporting!..."

E a procissão ainda agora irá no adro!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE