sábado, 9 de novembro de 2019

Que cada sportinguista tire as suas conclusões...


Ontem foi dia da celebrada Gala 'Rugidos de Leão', na Quinta do Paul, em Leiria. Frederico Varandas esteve naturalmente presente, confraternizando com milhares de sportinguistas, num evento de enorme fervor clubístico que arrancou aplausos da plateia, depois de alguns assobios iniciais a que o mentor deste singular projecto leonino, Bernardes Dinis, foi capaz de colocar termo de imediato junto dos protagonistas, exclusivamente através de o único e singelo pedido de "pensarem apenas no Sporting e não em pessoas".

Na hora de discursar, o presidente dos leões lembrou as adversidades no percurso desde que assumiu as rédeas do clube, os bons e menos bons momentos por que tem passado a sua equipa e vincou, no final de um longo discurso, que nunca irá ceder a pressões.

Eis a recolha dos pontos mais importantes das palavras que entendeu dirigir aos sportinguistas, retirados, bem como a foto, da edição online do jornal Record (os títulos e subtítulos são da responsabilidade do autor do blog):

Reestruturação permite aumentar participação na SAD
Há gente a tremer

"O Sporting está melhor porque, ao contrário do que muitos diziam, fizemos com grande sentido de responsabilidade, competência e discrição a renegociação de uma reestruturação financeira histórica e decisiva para o futuro do clube. Renegociação essa que permite ao Sporting tão só e apenas aumentar a participação no capital da SAD até próximo dos 90%! E já se nota que há gente a tremer com essa possibilidade!

Entre as melhorias ao nível financeiro e estrutural, estamos a bater recordes nas receitas na área comercial, merchandising, área corporate e terminaremos este ano como o melhor de sempre nesta área."

Sistema de voto electrónico remoto

"Está em curso uma revisão dos estatutos para permitir a implementação do sistema de voto electrónico remoto. O 'i-voting' é já utilizado nos países mais desenvolvidos e possibilitará que qualquer sócio possa votar sem qualquer constrangimento geográfico e em condições de segurança e confidencialidade, garantido assim a todos os sócios o poder de decidir. O Sporting passará realmente a ser de Portugal e não de uma minoria de Lisboa."

Esta estrutura fez com que o Sporting tivesse a melhor época em 17 anos
Arranque de temporada do Sporting aquém das expectativas mas  os motivosestão identificados

"Há quem diga que isto se deve à falta de competência da estrutura de futebol profissional ou a mau planeamento. Nós sabemos as razões e quem estiver de boa-fé também saberá. Esta estrutura é a mesma que no mercado de Janeiro deste ano promoveu a saída de três jogadores e a contratação de quatro. E essa manobra foi absolutamente decisiva para as conquistas dos títulos da época 18/19. Esta estrutura é a mesma que fez com que o futebol do Sporting tivesse a melhor época dos últimos 17 anos.

É preciso dizer a verdade. O Sporting é um clube que sempre precisou de vender. Este ano, ainda por cima, depois das perdas brutais que existiram, em razão dos milhões de euros que tivemos de pagar pelas dívidas que deixaram por pagar, em virtude da frágil situação financeira, precisávamos de fazer muitas receitas extraordinárias em vendas de jogadores. A somar a tudo isto, a estrutura de futebol teve que fazer um plantel com menos 10 milhões de euros face ao que custava o da época passada. A situação financeira do clube obrigou-nos a isto."

Venda de Bruno Fernandes estava prevista

"Tudo indicaria que iríamos fazer uma venda histórica que nos permitiria reequilibrar financeiramente as contas e ainda reinvestir um pouco na equipa de futebol. Isso não aconteceu. O mercado não funcionou como esperávamos. Assim, tivemos que nos adaptar. Tivemos de fazer outras vendas no valor necessário para cumprir as nossas obrigações financeiras, mas não conseguimos dispor dos recursos suficientes para reforçarmos o plantel como tínhamos inicialmente planeado."

Jamais permitiremos que joguem novamente na roleta russa com o Sporting
Investidos milhões de euros na requalificação das infraestruturas da Academia e na blindagem de 40 jovens promissores.

"Era muito tentador e fácil para esta estrutura esquecer o investimento estrutural na academia e na formação e comprar mais um avançado. Havia dinheiro para tudo? Não. Tivemos de fazer opções. Tivemos de optar entre aquilo que seria mais seguro, mais popular e de retorno imediato, ou aquilo que era melhor para o Sporting e zelar pelo futuro do Sporting! E nós escolhemos sempre o Sporting! Colocámos o futuro do Sporting à frente de qualquer jogada populista ou que dê popularidade a esta direcção!

Nunca iremos pôr nada à frente dos interesses do Sporting. Acreditem que ninguém mais do que nós quer vencer e vencer cada vez mais. Mas jamais hipotecaremos o futuro do Sporting ou jamais permitiremos que alguém brinque ou jogue novamente na roleta russa com o Sporting e perca tudo numa jogada! O Sporting ainda hoje paga o preço de jogadas dessas!"

Recordando Sporting com Marco Silva 
Não me lembro de ver a histeria que há hoje

"Muito se tem falado do 'desastre' que tem sido o arranque desta 2.ª época. Mas chamo a vossa atenção para o seguinte: na 2.ª época da anterior direcção, quando Marco Silva era o treinador, à 10.ª jornada, sabem quantos pontos tinha o Sporting? 17. Sabem quantos tem este ano, exactamente à mesma 10.ª jornada? Também 17. Mas hoje estamos em 4.º lugar e na altura éramos 8.º classificado. Não me lembro de ver a histeria que há hoje. Não me lembro deste ruído. Ainda para mais quando fizemos no nosso primeiro ano a melhor época desportiva dos últimos 17.

Existe todo este 'ruído' actualmente, primeiro porque a maioria dos sportinguistas é silenciosa. Nas derrotas sofre, fica triste, mas não ameaça, não insulta e põe sempre os interesses do Sporting acima de tudo. Pode ser silenciosa mas essa maioria diz sempre presente quando o Sporting precisa. Sempre. Depois existe uma minoria ruidosa que não aceita viver com as regras da democracia e que desrespeita a legitimidade da vontade da maioria dos sócios do Sporting."

Acabámos com o conceito de uma guarda pretoriana da direcção
Continuará a dizer 'não' na 'guerra' com as claques, mesmo sob ameaças

"Existe uma minoria ruidosa que não aceita viver com as regras da democracia e que desrespeita a legitimidade da vontade da maioria dos sócios do Sporting. Depois existe outra minoria ruidosa que perdeu muitas regalias, Seria muito fácil reduzir o ruído, mas que é importante estar do lado 'certo da história' e continuar a dizer 'não', mesmo que isso 'implique risco, desgaste, confronto.

Sei que estamos a mexer com interesses instalados de muita gente. Fomos os primeiros em muitos anos a ter a coragem de acabar com um negócio que nada tem a ver com apoio genuíno como era no passado. Fomos os primeiros a acabar com o conceito de uma guarda pretoriana da direcção. Uma guarda pretoriana paga muitas vezes para fazer o trabalho sujo de uma direcção. Era muito fácil para nós reduzir esse ruído. Cedíamos e pagávamos a quem faz barulho e a quem exige dinheiro para apoiar! Há momentos na vida em que não podemos vacilar, em que temos de estar do lado certo da história, por mais que isso nos custe, por mais que isso doa, por mais barulho que haja, por mais que isso implique risco, desgaste, confronto."

Sem medo de ameaças

"Há momentos na vida em que temos de dizer: não. E pelo Sporting, com prejuízo para mim, para o meu nome, já disse não várias vezes. E se tiver de voltar a dizer não a gente que me promete fim de boicotes e de insultos se eu permitir isto ou aquilo, eu repito: não! E se tiver de voltar a dizer não a gente que me ameaça a mim, aos meus ou a membros destes órgãos sociais, eu repito uma vez mais: não!"

Os nossos rivais riem-se dos patetas e idiotas úteis que fazem o trabalho sujo
Crítica aos "velhos esqueletos de sempre" e papagaios

"A juntar a este ruído há que juntar o ruído gerado seja pelos velhos esqueletos de sempre, seja por papagaios que nunca fizeram nada na vida a não ser blá-blá-blá. Papagaios que põem a sua agenda pessoal acima dos interesses do Sporting e que só fragilizam o Sporting enquanto estão sentados ao lado de quem representa os nossos rivais. Isto interessa a quem? Eu digo: interessa aos nossos rivais que se riem dos patetas e dos idiotas úteis que fazem o trabalho sujo que eles nem precisam de fazer."

Infelizmente estas minorias têm muito medo que esta direcção tenha sucesso e preferem até que o Sporting perca, pois não conseguem pôr interesses do Sporting acima dos seus."



Imune a medos e pressões: «Não vamos ceder nem recuar»
Presidente do Sporting garante que vai manter este rumo, que entende ser fundamental para encurtar as distâncias para os rivais

"Quando ando na rua muitas pessoas me abordam e pedem para não desistir, outros perguntam-me se não tenho medo. Sabem que quando tive o privilégio de servir o país no Afeganistão aprendi que a pergunta 'se temos medo' pouco interessa. A pergunta que realmente importa é se vamos recuar, ceder ou deixar de fazer o que temos de fazer. E meus senhores... a resposta é não. Não, não vamos ceder; não, não vamos recuar; não, não nos faltará coragem e força para continuarmos o rumo que o Sporting tem de percorrer. Estes orgãos sociais nunca desistirão de lutar pela estabilidade que é crítica para recuperarmos o atraso de décadas que temos para os nossos rivais!."

Que cada sportinguista tire as suas conclusões...


Leoninamente,
Até à próxima

19 comentários:

  1. Conclusoes mais que tiradas. O mais depressa possivel.... varandas fora... muito bla bla bla e pouco trabalho visivel....

    ResponderEliminar
  2. Discurso muito forte. Os ratos que estavam à espera que Varandas abandonasse o navio podem tirar daí o sentido.
    Não há qualquer motivo para a destituição, vamos deixar o presidente trabalhar. Os resultados vão aparecer.
    Papagaios para a gaiola!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Discurso muito forte e muito bem trabalhado!...
      Não será por esta comunicação que lhe poderão pegar. Mas não poderá ficar por aqui: o mercado de Janeiro será crucial! Desta vez não poderá falhar!...

      Eliminar
    2. Excelente discurso. Importante manter a coragem e a lucidez.

      Eliminar
    3. Caro Álamo, o seu amigo Rui Calafate diz deste discurso o que Maomé não diz acerca do toucinho!!! Não sendo Calafate uma viúva ou um Brunista e sendo especialista na área de comunicação, eu diria que é uma opinião muito válida!!
      Mas eu compreendo, o grau de exigência neste Clube está no grau zero!!

      Eliminar
    4. O facto de ser amigo de Rui Calafate nunca poderá significar que assino de olhos fechados todas as opiniões que expressa. No caso presente e atendendo a toda a conjuntura instalada em torno do Sporting eu, no seu lugar, mas respeitando a sua posição, ficar-me-ia pela sua última afirmação, "O Sporting ou se equilibra e acalma ou terá um destino que ninguém deseja". Creio que haverá momentos em que colocar gasolina na fogueira não conduzirá à extinção do fogo!...
      Como sportinguista, é o que penso...

      Eliminar
  3. A época passada, a melhor me 17 anos, foi preparada pela CG e todos sabemos as condicionantes, muito obrigado a Sousa Cintra e seus pares.

    ResponderEliminar
  4. Aí, é que está o grande problema, o do mercado de janeiro. O melhor mercado que ele poderia fazer, seria não contratar ninguém. Deveria resgatar os jogadores emprestados e alguns dos sub23. Se fizesse isto, eu aplaudiria. Lamentavelmente, irá gastar, mais uma vez, os parcos recursos do clube em entulho, ou seja, jogadores caros, mas inferiores aos que o Sporting já tem nos seus quadros. E continuar-se-á a propagandear que o SCP não tem dinheiro para contratar grande jogadores! Então, de uma vez por todas, que não se contrate só por contratar! Ou para fazer andar o carrocel...

    ResponderEliminar
  5. Parabéns pela coragem. Importante manter a coragem. Presidente é para tomar decisões.

    ResponderEliminar
  6. "Tudo indicaria que iríamos fazer uma venda histórica que nos permitiria reequilibrar financeiramente as contas e ainda reinvestir um pouco na equipa de futebol. Isso não aconteceu. O mercado não funcionou como esperávamos. Assim, tivemos que nos adaptar. Tivemos de fazer outras vendas no valor necessário para cumprir as nossas obrigações financeiras, mas não conseguimos dispor dos recursos suficientes para reforçarmos o plantel como tínhamos inicialmente planeado."

    Se não se soubesse em que posição se colocaram, deliberada ingénua e incompetentemente, ao fazerem passar a mensagem de que se não vendesse estávamos lixados porque o plantel era uma porcaria; se não se soubesse do discurso de que quem saíu poderia voltar, facilmente, ou ressarciria o clube em valores aceitáveis; se não se soubesse desses pequenos pormenores até poderíamos acreditar nesta direcção. O pequeno problema é que se sabe perfeitamente! Sbe-se perfeitamente que ou estamos perante uma direcção negocialmente incompetente ou de uma má-fé atroz. Nenhuma destas duas opções serve a ninguém ... ou talvez sirva, mas a quem não tem nada que servir porque simplesmente se quer servir do Sporting Clube de Portugal.

    Varandas, seus chefes e respectivo séquito, fora! Já!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe que não "doutor conana", olhe que não! Haverá milhões de sportinguistas que não pensam como o 'doutor'! E haverá também alguns que, mesmo pensando, amam demasiado o Sporting para o atacar!...
      Bastará ao "doutor conana", em vez de vir para aqui fazer copy&pasts daquilo de que discorda, para alimentar o seu ódio a alguém, atacando pelas costas quem não está presente - pela frente é preciso mais coragem! -, lembrar as sábias palavras de Bernardes Dinis, dirigidas ontem na gala, aos que também se foram para lá armar em "doutores": "pensem apenas no Sporting e não em pessoas"!...

      Eliminar
  7. Mente com todos os dentes, ofendeu um monte de sportinguistas, e ainda há quem o defenda... Há mesmo quem goste de ser masoquista

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe que não "doutor Unknown", olhe que não! Haverá milhões de sportinguistas que não pensam como o 'doutor'! E haverá também alguns que, mesmo pensando, amam demasiado o Sporting para o atacar!...
      Bastará ao "doutor Unknown", em vez de vir para aqui alimentar o seu ódio ao presidente do Clube que diz ser o seu, atacando pelas costas quem não está presente - pela frente é preciso mais coragem! -, lembrar as sábias palavras de Bernardes Dinis, dirigidas ontem na gala, aos que também se foram para lá armar em "doutores": "pensem apenas no Sporting e não em pessoas"!...

      Eliminar
  8. Pois é, sua cada cabeça sua sentença! E com muita frequência quer fazer-se crer que o que de bom a actual direcção fez não foi por mérito próprio, mas dos seus "soberbos" antecessores. É este o negativismo que tudo atrapalha ao pôr o foco em algumas coisas mal feitas e ao escamotear as muitas bem conseguidas (e estou a deixar de lado os comportamentos idiotas e inqualificáveis de ressabiados, parasitas e papagaios).
    O caminho é, apesar de tudo, claro e passa por deixar trabalhar com a honestidade que até aqui tem tido quem legitimamente foi eleito, sem que isso signifique abdicar da crítica construtiva e oportuna. Daqui a 3 anos haverá eleições e se todos, ou a grande maioria, colaborarem, chegaremos lá bem melhor do que estamos hoje. Definitivamente, é tempo de pensar no clube e não no umbigo de cada um.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas nós, caro MMonteiro, até parece que não somos sportinguistas, apenas porque pensamos aquilo que o seu comentário, nobremente expressa!...

      Bem haja Grande Leão!!!...

      Eliminar
  9. A porcaria do costume deste senhor!! As coisas más são responsabilidade do outro ou outros, as coisas boas, são da responsabilidade dele e dos estagiários!! Está bem!!!
    Foram os reforços de Janeiro que permitiram as conquistas das Taças????? O homem ou é um aldrabão da pior espécie, ou é burro, ou pior, quer fazer de nós burros! Eu recordo, as contratações de Janeiro foram: Tirado do Record " os leões asseguraram três jogadores no mercado de inverno precisamente já a pensar em 2019/20: Borja, Doumbia e Gonzalo Plata."!!! Tirem as vossa conclusões!!
    As péssimas vendas, as disparatadas dispensas, as incríveis dádivas (alguém acredita que Nani e Montero não tenham valor de mercado?? Eu recordo que tudo é melhor que zero), as não inscrições, também foram culpa dos outros??
    Porque não falou da porcaria de preparação física dos nossos futebolistas??
    Porque não falou da porcaria do nosso relvado, já (como tantas outras coisas) a fazer lembrar 2013?? Por muito respeito que me mereça a Academia e a necessidade de novos relvados, o de Alvalade é essencial que esteja bom...E estava!!
    Já nem vou falar das dislexias constantes do cavalheiro e da sua incapacidade de comunicar com um mínimo de eficácia (nem ler bem ele sabe), isso seria pouco importante se nos resto houvesse um mínimo de competência, mas, não há!!!
    Para não maçar mais, deixo em jeito de conclusão o seguinte; se acham que estamos no bom caminho e que o Clube está numa direcção certa, então não façam nada, aplaudam isto, deixem ficar como está e no final logo se vê!!!
    Se correr bem, óptimo para todos e podem os apoiantes deste CD cantar vitória e mandar os descrentes todos para aquela parte!! Aceito isso e digo já que não me importo nada!!
    Mas, se correr mal, livrem-se de se virem a desculpar com quem quer que seja!!

    ResponderEliminar
  10. E quando Varandas diz que "Há gente a tremer", devem ser os nosso adversários com o poderio futebolístico exibido!!!

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE