sábado, 16 de novembro de 2019

Jamais serão campeões!...


Campeões e aprendizes

«Rúben Dias é um campeão. Não apenas porque usa o símbolo na camisola, após ter sido peça determinante na reconquista encarnada, mas como jogador de carácter forte. Um daqueles homens que todos queremos nas nossas equipas. Mais depressa poderá quebrar do que torcer. Não é o central mais tecnicista do Mundo, mas é tão destemido e confiante que não há, provavelmente, nenhum futebol ou emblema que o amedronte. É por isso que se quer renovar o Benfica tem mesmo de abrir os cordões à bolsa. Seja para fazer dele um capitão à Luisão, como Vieira em tempos desejava, seja para vender, como provavelmente sucederá. Há momentos em que a poupança sai cara. Na Luz deveriam já ter aprendido isso com o penta perdido.

Wendel está longe de ser um campeão. Talento não lhe falta. É um jovem que estando bem dificilmente não é titularíssimo no meio-campo do Sporting. Problema têm sido os sucessivos casos que o prejudicam desportivamente. Sem necessidade nenhuma. Pequenas parvoíces que o profissionalismo e um bom acompanhamento poderão limar de uma vez por todas. Até lá será apenas um aprendiz de campeão.

FC Porto quer resolver rapidamente o caso com os sul-americanos. E bem. No bolso é onde dói mais.»
(Bernardo Ribeiro, Saída de Campo, in jornal Record, hoje às 00:02)


Há por aí muitos jogadores de futebol que nunca compreenderão o significado da palavra profissionalismo e que mesmo com "bons acompanhamentos ou dores nos bolsos"...

Jamais serão campeões!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Publicar um comentário

PUBLICIDADE