domingo, 1 de setembro de 2019

Um novo rumo para o Sporting!...



Segundo as mais recentes notícias, Raphinha parece estar mesmo de partida de Alvalade, ainda neste mercado de Verão. Ao que se sabe os leões terão aceitado a última proposta do Rennes pelo jogador brasileiro, no valor de 20 milhões de euros, devendo o jogador viajar nas próximas horas para França de modo a ultimar os derradeiros detalhes antes de se comprometer com os gauleses.

Contratado no início da época passada ao V. Guimarães, a troco de 6,5 milhões de euros, o avançado de 22 anos renderá um interessante lucro de cerca de 13,5 milhões de euros ao clube de Alvalade.



Depois de alcançado o noticiado acordo de princípios com o Olympiacos por Daniel Podence, condição "sine qua non" imposta pelo Sporting para que pudesse ser viabilizado o empréstimo de Bruno Gaspar, eis que de novo de modo surpreendente, nos chega esta notícia da cedência do Sporting à transferêcnia de Raphinha que, sendo um jogador considerado inegociável por parte de Marcel Keizer, poderá muito bem ser um indício muito claro do peso  e influência que o treinador holandês, hoje por hoje, terá na estrutura leonina... 

Mais do que a excelência do negócio em si, parecem começar a pairar no ar indicadores de que, apesar da quase insuportável herança recebida, poderão vir a ser cumpridos os mais legítimos anseios da grande nação sportinguista, naquilo que de mais importante deverá conter...

Um novo rumo para o Sporting!...

Leoninamente,
Até à próxima

7 comentários:

  1. Não costumo fazer comentários nestes espaços, mas depois de ler o "escrito" acima, sou obrigado a concordar com o mesmo. De facto a Sporting procura "um novo rumo", só que este novo rumo a confirmarem-se as últimas noticias, é seguramente o do ABISMO!!!

    AltasHoras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dependerá do sítio onde nos colocarmos para apreciar esse "abismo"! Ora se já conseguimos chegar ao fundo, agora o "novo rumo" será sempre a subir! Ou não será?!...

      Eliminar
  2. A "quase insuportável herança recebida" era uma frente de ataque com Matheus Pereira - Dost - Nani - Raphinha.
    40 milhões gastos depois, temos Camacho - Luiz Phellype - Vietto - Diaby.

    Se, por outro lado, a "quase insuportável herança recebida" era a situação financeira, a auditoria efetuada revelou que o Sporting tem dado lucro nos 5 anos de BdC e o todos os R&C indicam que o ano anterior de Cintra+Varandas também deram um lucro semelhante.

    Vai fazer um ano que esta administração cá está, acho que está na altura de deixarmos de fingir que nos acreditamos nas desculpas que pagam ao Rui Pedro Braz (?) para repetir diariamente e passar a focar-nos no presente e no futuro.

    Até porque me parece que se alguém pegasse no clube agora, teria uma herança pior do que aquela que Varandas teve, e isso é exclusivamente culpa sua.

    ResponderEliminar
  3. Luís, parabéns. O comentário que melhor resume o meu estado de espírito, que já li até hoje!
    Alegra-me saber que não sou o único.

    ResponderEliminar
  4. Caríssimo:
    Com as anunciadas saídas do Thierry e do Diaby, posso finalmente tranquilizar o seu coração, porque tive uma epifania!
    Compreendi tudo: vamos fazer nova pré-época, com novos jogadores (e, espero, um tipo com cabelo e risco ao meio ao leme!), e começamos de novo.
    Isto, afinal, era a brincar, isso de termos a época planeada desde Janeiro e tal.

    Grande Abraço,

    José Lopes

    ResponderEliminar
  5. No fundo estávamos no fim do consulado de GL!!! E provavelmente no final desta época!! Até o relvado voltou à condição de 2013!! Se o caro Álamo quer continuar a viver no mundo da fantasia, faça favor!!

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE