quarta-feira, 4 de abril de 2018

Eu também me preocupo!...







«Este Sporting quase-milionário treinado por Jorge Jesus já disputou sete jogos com FC Porto, Benfica e Braga desde o início da temporada.

Empatámos quatro.
Perdemos três.
Não vencemos nenhum.

Só para o campeonato, com 15 pontos em disputa, conquistámos apenas três nestas partidas frente às outras equipas mais fortes.

Haverá quem não se preocupe.
Haverá quem encolha os ombros e repita o chavão de sempre: "Para o ano é que é."
Eu preocupo-me. 
Com os resultados da equipa.

E com esta resignação de tantos adeptos vergados ao velho rasto das vitórias morais.»


Com toda a legitimidade, diga-se de passagem, mas muitos de nós, sportinguistas, entendem que JJ deverá continuar...

Eu também me preocupo!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Eu também me preocupo...
    Como sócio do Sporting Clube de Portugal legitimei, com o meu voto, no presidente e restante equipa directiva, as decisões que defendam o Clube (antes de BdC duvidava que isso acontecesse, agora não). Também eu pretendo que JJ continue e , eventualmente, feche o ciclo (se for caso disso). O clube cresceu com BdC mas a equipa também cresceu com JJ. Não ignoro porém, que jogamos muitas vezes em campos inclinados, e contra adversários que jogam em "vantagem numérica". NUNCA assobiei um jogador que jogue com a camisola do Sporting (pode o seu desempenho me ter desiludido, ter sido uma grande merda, mas quem veste esta camisola é dos meus e os meus são para ser defendidos...).
    O meu (nosso) trabalho é defender o Sporting, aqui, no estádio, seja onde for, porque os nossos adversários são muitos e estão "armados até aos dentes", e para eles vale tudo.
    SL

    ResponderEliminar
  2. Sinceramente este argumento parece-me sem sentido.
    Em 2015/2016 jogámos 8 jogos contra estes clubes, ganhámos sete perdemos um, fomos campeões? Não.
    Esta estatística serve apenas para vitórias morais que contam pouco.
    Custa-me ver sportinguistas a insistir na "não-vitória" do Sporting na meia-final da taça da Liga, mas talvez um dia alguém me explique a razão.

    ResponderEliminar
  3. Os números são claros e óbvios. A equipa cresceu com J.J,... nem que seja no investimento feito. Com Leonardo Jardim e Marco Silva a equipa também cresceu, aproximou-se da luta pelo título e venceu pelo menos a segunda prova nacional, com menos de metade do investimento. Jogando muito mais até em campos inclinados (pelo menos agora temos o VAR). Os números não mentem...

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE