quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

"Não dá para ter tanta garganta com a barriga vazia"!...


BRUNO

«Bruno de Carvalho não tem culpa nenhuma nas derrotas recentes do Sporting, mas é ele quem pode vir a pagar por elas. Há muita gente doida para ter a sua cabeça num cepo. Esse cepo são os resultados, sobretudo para um presidente que criou a expectativa de ser campeão.

Não tem culpa porque o presidente do Sporting tem feito tudo bem. Depois de ter recuperado o orgulho dos adeptos no início e de uma jogada magistral na contratação de Jesus, esta época conseguiu ter peças para reconstruir a equipa de futebol. Falta montar essas peças numa equipa consistente, que ainda não é. Mas se o Sporting teve um final de ano terrível nem foi, no que toca ao campeonato, por jogar pouco. Teve azar e, sim, teve arbitragens adversas. O Sporting não merece estar à distância que está do topo.

Só que está. E havendo eleições no Sporting à espreita, os adversários mais ou menos assumidos sonham com a cadeira de Bruno de Carvalho, que tem contra si o que tantas vezes teve a seu favor: a agressividade intempestiva do seu discurso. Não dá para ter tanta garganta com barriga tão vazia. Sem ganhar não é possível tanta bazófia. E é isso que mesmo que já está – e será ainda mais – usado contra ele. A seu favor estarão as vitória que há pela frente. Quando se ganha, é-se sempre rei.

Quando Bruno chegou a Alvalade, o Sporting estava a anos-luz de poder sonhar com ser campeão. Hoje pode e foi o presidente que o conseguiu. Defraudar esse sonho é agora o seu maior problema.»

"Não dá para ter tanta garganta com a barriga vazia"!...

Leoninamente,
Até à próxima

18 comentários:

  1. Interessa a muita gente as nossas proximas eleições.

    Apesar de ter sido apoiante do Bruno, julgo que lhe faria bem (a ele e ao Clube) ter um opositor de peso. O seu modelo está gasto e o projecto a que se propos nao tem tido o sucesso que todos desejaríamos. Pode ser que o Baltazar se assuma.

    ResponderEliminar
  2. Ora aqui está um ilustre e aparentemente equilibrado lampião... (uma sumidade no panorama vermelho, uma verdadeira, coca-cola no deserto...) que não vê de olhos fechados..., e que aparentemente, não responde ao dono... 'fala' com identidade... o que é sempre um assinalável registo... que eu respeito e aplaudo (nos tempos que correm então... Está a pôr-se a jeito para ficar à porta da iluminada igreja com o voucher caducado...) Ainda que, o discurso encerre em si, a mesma contradição de sempre...

    Resultado vs Capacidade vs Causas e Consequências

    Faltará verificar, no final deste processo todo... Eleições vs Campeonato vs ... um outro elemento diferenciador dos justos... a COERÊNCIA...!!!!

    SAUDAÇÕES LEONINAS



    ResponderEliminar
  3. estes tipos quando falam no SCP devem fazer uma vénia
    pois falam na maior potência desportiva nacional

    ResponderEliminar
  4. Não sou campeão há 14 anos22 de dezembro de 2016 às 18:15

    Esta criatura está doente.

    http://www.record.xl.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sporting/detalhe/bruno-de-carvalho-ha-muito-que-somos-considerados-a-maior-potencia-desportiva-nacional.html

    Só os incautos e irrealistas caem no logro e no delírio.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Melhor seria que o remate fosse SA (saudações aquilinas"!...

      Nesta condição, o autor do diagnóstico talvez esteja mais doente que a "criatura"!...

      Eliminar
  5. Não sou campeão há 14 anos22 de dezembro de 2016 às 19:44

    Porquê Álamo?

    Troca-me lá isso por miúdos. às vezes a sua transcendência ultrapassa-me completamente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Troca-me" não joga com "sua", assim como a minha "transcendência" só tem a terminação da minha "paciência"!...

      "I rest my case"...

      Eliminar
  6. Álamo,

    as criticas que alguns Sportinguistas lhe vão deixando aqui (e vejo que começam a ser vários), valem o que valem. E, por aquilo que vejo, mesmo as criticas construtivas não parecem movê-lo minimamente, nem fazê-lo reflectir sobre a direcção que este blog (que tenho adorado há muito mais tempo do que escrevo aqui) tem seguido nas ultimas semanas.

    As citações (com ou sem subsequentes comentários seus) de personagens como Rui Santos e Bernardo Ribeiro, a juntar aos Antonios Magalhaes deste Portugal nosso...já são muito reveladoras.

    Agora, transcreve (penso que na integra) o artigo deste senhor, sem qualquer comentário. É obvio qual a sua posição relativamente ao que Pedro Santos Guerreiro escreveu. É obvio que a sua posição relativamente ao que PSG escreveu aqui traduz o que o Álamo pensa relativamente a BdC.

    Meu caro Álamo...depois de PSG ter escrito esta enormidade:

    >>"Não dá para ter tanta garganta com barriga tão vazia. Sem ganhar não é possível tanta bazófia."<<

    ...eu esperava que o meu caro tivesse lançado o reparo à linguagem e às alusões. Não o fez. Deixa bem claro o que, também o Álamo, pensa a respeito de quem (mesmo com erros) tanto tem feito pelo Sporting.

    Sei que isso não representará problema algum para si, mas...desapontou-me, e por certo a alguns mais que admiram o este blog.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chronus,

      A julgar pela conclusão explícita a que se refere no penúltimo parágrafo do seu comentário, parece que desta vez terei conseguido fazer entender junto de si a minha mensagem.

      Subscrevo efectivamente palavra por palavra, vírgula por vírgula, toda a crónica de PSG. Mas permita que lhe recomende a mudança de prisma quando a voltar a reler e que tente não sair do contexto em que ela se insere, nem retenha apenas aquilo que desagrada ao seu ódio de estimação.

      Penso ser esse um dos seus maiores defeitos, entre as muitas qualidades que lhe reconheço e que já tive oportunidade de lhe expressar.

      Em Leoninamente, sigo à risca o lema que pensei colocar há quase seis anos e que ainda hoje mantenho. No meu outro blog, CéuAzuleÁguaMolhada, em que serei incomparavelmente menos prolixo e menos assíduo, o lema talvez defina melhor a pessoa que sou e talvez o ajude a compreender-me melhor, recusando liminarmente formatar-me:

      "Sou o que sou, gosto porque gosto e sei apenas por onde vou e para onde não quero ir!..."

      Eliminar
    2. Álamo,

      não nutro "ódios de estimação". Confunde conclusões e chamadas de atenção reiteradas minhas (relembro que o Álamo já reconheceu em diversas ocasiões estar de acordo comigo relativamente a muitas delas) com quaisquer ódios.

      Fala em defeitos meus; contudo, não fiz tal para consigo. Mas não vem mal ao mundo do que me disse.

      Direi, para terminar, que se nota (repare na pessoa do verbo que uso aqui) o seu revelador silêncio ou esforçada contundência quando são mencionados alguns nomes - e sabe-se que esses nomes têm responsabilidades jornalísticas e/ou "bloguistas". Um pacífico e ilustre Sportinguista comentou que o sectário corporativismo de certos aglomerados na esfera sportinguista era pior inimigo do que a Com. Social e os "cães de fila" benfiquistas. Creio que cada vez mais Sportinguistas estão a acordar para essa realidade, felizmente.

      Orgulhosamente subscreve, conjunto de letras por conjunto de letras, sinais de pontuação por sinais de pontuação, o veneno zombeteiro escrevinhado por PSG. Ostentar essa subscrição orgulhosa é, não restam dúvidas, um pecado por excesso, e como tal desnecessário.

      Seja o quiser ser e o que não é, e dirija-se para onde sabe que quer ir. Mas, entre PCs e BRs, AMs e PSGs, tente recordar o seguinte:

      "He that walketh with wise men shall be wise: but a companion of fools shall be destroyed." - Proverbios 13:20

      Eliminar
  7. Não sou campeão há 14 anos23 de dezembro de 2016 às 00:09

    As minhas desculpas pela escrita apressada. É "troque-me". Eis a correcção necessária, como não necessária foi a sua observação final
    Mas tudo bem.
    Aguardo a resposta à minha solicitação, pois confesso que não entendi aquilo que escreveu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O caro "Não sou campeão há 14 anos", começou por me remeter para um LINK do Record que, com a ironia habitual naquele jornal, escalpelizava a afirmação de BdC na sua mensagem de Natal aos sportinguistas, sobre a "maior potência desportiva nacional".

      Permita que lhe diga que essa atitude se compagina com o que de pior haverá no universo dos "benfas". Nessa condição, entendi dever dizer-lhe que as "saudações leoninas" deveriam ter dado lugar a "saudações aquilinas".

      Perante esta desagradável "troca de galhardetes", o que será que não percebeu, para eu ter de "trocar por miúdos"?!...

      A menos que seja a expressão inglesa que utilizei, "I rest my case"! Se for, ela apenas representa uma idiomática que pretenderá dizer "está tudo dito"! Inócua portanto e que uso muitas vezes!...

      Eliminar
  8. Não sou campeão há 14 anos23 de dezembro de 2016 às 01:45

    Meu Caro,

    "Saudações aquilinas", porquê? Mas porquê? Isso é que eu não consigo perceber.
    Sei que o seu patamar de conhecimento e cultura literária é decerto muito superior ao meu. Por isso é que lhe pergunto, porquê?
    Porque sinceramente, não o entendo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos lá ver se me consigo explicar. Para mim a local do jornal Record que linkou no seu primeiro comentário era uma deliberada e provocatória ironia sobre a afirmação mais controversa de Bdc na mensagem de Boas Festas. O que fiz?! Desprezei-a com um esgar de nojo. O que fez o caro "Não sou campeão há 14 anos"?! Copiou o link e escarrapachou-o aqui. Típico das centenas de benfas que por aqui deixam diariamente provocações semelhantes e sobre as quais eu "dou ordem" à guilhotina para funcionar. Pronto, aquilo que eu evitei dizer antes, está dito. Agora pense o que quiser: à mulher de César não lhe basta ser séria, é preciso parecê-lo!...

      Eliminar
  9. Não sou campeão há 14 anos23 de dezembro de 2016 às 10:42

    Sorri um pouco com estes trocadilhos. Para si tudo o que é crítica ao seu presidente é sempre obra do diabo e nunca de mais ninguém. Dá-me um certo gozo observar a sua obsessão. Afinal há mais pacientes além do dito cujo.
    É curiosa essa expressão de "saudações aquilinas". Nariz, me lembro do adjectivo. Mas de saudações, talvez tendo em conta a minha boa-fé, nunca a relacionei com as suas reais intenções. Etimologicamente, a deriva é de "áquila", e por isso as minhas saudações, na sua óptica, terão aí a sua origem.
    Mas de uma coisa pode ter a certeza. Felizmente não estou doente.
    O seu diagnóstico, empírico, pouco rigoroso, está viciado e consequentemente errado.
    Agora o "I rest my case", sinceramente, não é do seu nível. Upa! Upa!
    E sendo assim, vou colocar simplesmente,
    Saudações e Bom Natal. A 2, a 4 e a 8, mas Bom Natal!

    NsCh14

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O seu sorriso, a confissão de que não está doente e a negação do meu "empírico" diagnóstico, terão sido as melhores prendas de Natal que me poderia dar, para além da satisfação de, finalmente, ter sido capaz de lhe explicar as "insondáveis profundezas" em que andava metido.

      Dou naturalmente de barato o seu "empírico diagnóstico" sobre o meu nível em "I rest my case" e aceito e retribuo as saudações. É Natal e a minha complacência está no máximo: só me provoca e insulta quem eu quero e quando quero!...

      Eliminar
    2. Não sou campeão há 14 anos23 de dezembro de 2016 às 12:10

      Não me confesso a ninguém.
      Não me explicou absolutamente nada.
      Também lhe dou de barato as suas "insondáveis profundezas"...
      No meu caso, não é a "minha complacência", mas sim a minha piedade e misericórdia.
      E no meu caso também, só me provoca e insulta quem e quando eu quero!

      Obs. O Sr. enganou-se na sua actividade "major". Em vez de ter enveredado pela marinha mercante, deveria ter sido poeta, sim, poeta "lírico". Agora só lhe fica a faltar um nobel, mas eu terei muito gosto em propô-lo à academia... mas à alcochetense.

      Eliminar
    3. Que à queda da máscara se possam juntar as Boas Festas aquilinas que lhe desejo, leoninamente: seja feliz!...

      Eliminar

PUBLICIDADE