quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Bruno de Carvalho escusava de ouvir isto de um sportinguista inteligente!...


ONTEM, HOJE E AMANHÃ

«O confronto entre o Sporting e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) sobre o número de títulos é das polémicas mais tontas a que já assisti. Começo pelo Sporting e por Bruno de Carvalho. Se o Sporting considera que o campeonato de Portugal é o antecessor da primeira liga – e confesso que não consigo perceber como alguém pode dizer o oposto –, não precisa de polémica alguma nem de qualquer autenticação da Federação. Assume que tem 22 títulos e deixa o debate para as picardias entre adeptos nos cafés, cervejarias e tascas do País. Não há precisão de mais uma guerra por causa deste assunto. O SCP não precisa de autorização de ninguém para dizer quantos campeonatos tem. Só que quando o presente não corre bem há alguma tendência para travar as guerras do passado. O número de títulos e Peyroteo parecem cumprir neste momento a função de manobra de diversão

Quanto à FPF, é hoje evidente que em vez de cumprir o papel de mediadora, coordenadora e pacificadora, comporta-se como parte nos conflitos, agitando e até provocando. Especialmente com o Sporting, com quem mantem uma relação exclusivamente disciplinar. A forma como a FPF alimentou esta polémica, tentando acicatar os ânimos e humilhar a memória dos sportinguistas, é só mais um exemplo. Um dos maiores problemas do futebol nacional é a falta de profissionalismo dos seus dirigentes e a incapacidade de termos estruturas federativas que defendam a cooperação entre os clubes. Ainda estamos na pré-história do futebol profissional. Não posso dizer que as 300 guerras simultâneas de Bruno de Carvalho contribuam sempre para mudar isto. Mas parece-me evidente que num País onde nem sobre o número de campeonatos que cada clube conquistou parece haver consenso tudo estará ainda por fazer. Quando nem o passado está resolvido pouco se consegue fazer no presente e pouco se pode esperar do futuro.»
(Daniel Oliveira, Verde na Bola, in Record)

Há séculos que o Sporting deveria, em silêncio e com profundo desprezo, ter tomado a atitude preconizada por Daniel Oliveira: marimbar-se, para não recorrer ao vernáculo que a situação merece, para a FPF, para Fernando Gomes e para toda a corja vermelha que o acompanha na Cidade do Futebol lá para os lados da Cruz Quebrada.

Bruno de Carvalho escusava de ouvir isto de um sportinguista inteligente!...

Leoninamente,
Até à próxima

7 comentários:

  1. Alamo,
    Nao posso acompanhar DO neste seu raciocinio. O SCP assume que tem 22 campeonatos, somente solicitou a que a FPF retifique oficialmente esse valor.
    Pouco nos importa agora que a facam ou nao, no site e em todos os locais que dependam de nos deve estar registado como 22 vezes campeao de portugal.
    A historia nao se apaga por decreto, esta la de forma factual.
    Assim sendo,desejo a todos os amigos do Sporting um feliz ano com os desejos de pro ano festejarmos o VINTE e TRES.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O amigo João Antunes perdoar-me-à, mas essa de "somente ter solicitado a rectificação oficial dos 22 títulos junto da FPF", não lembraria a D. Quixote de La Mancha!...

      Já sobre a celebração dos VINTE E TRÊS, estaremos sempre de acordo.

      Abraço e SL

      Eliminar
  2. No meu coração o Sporting CP será sempre campeão, pode ser relativizando a questão numérica ou mesmo ignorada isso pouco importa porque é passado,
    O foco tem que ser presente e futuro e passa por quezílias internas a solver e de que dificilmente obterão consenso, voltar ao passado com figurinhas como PRMda's ou Santanas isso sim é um problema

    ResponderEliminar
  3. Não há discussão. Temos 22 títulos de campeão. Estou-me me maribando para a F. Benfiquista de Futebol. Mêta-se as 2 estrelas na camisola e dê-se este assunto como encerrado. É hora é de tudo fazer para vencer títulos etaças ainda nesta época.
    Nota: Álamo, apague o comentário anterior e post este. Cumprimentos e obrigado.

    ResponderEliminar
  4. Se a FPF quiser chatear o SCP com isto basta continuar sem fazer nada. Mas o SCP pode, proactivamente, ir às devidas instâncias fazer a revindicação. A FPF por sua própria vontade e sem ouvir os clubes (quer dizer, ouviu o SLB apenas), decidiu alterar a história. O SCP tem um caso legítimo que pode apresentar, pela via legal.

    ResponderEliminar
  5. E o que é que custa pôr lá as duas estrelinhas sobre o símbolo... Não gosto particularmente desse restyling porém acabava-se com a discussão e púnhamos o Nando 'borra-se todo" Gomes a rodopiar dentro dos '35' neurónios que possui para desmontar a cabala

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar
  6. Sempre em grande DO, é isto mesmo, dá-se a federação ao desprezo, e assumem-se os 22 títulos, e nada mais do que isto, para quê respeitar uma entidade que funciona única e exclusivamente só para favorecer um determinado clube?...

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE