sábado, 17 de dezembro de 2016

Coloquemos as barbas de molho, antes que jorre o sangue!..


SEMANA EXEMPLAR

Com vídeo será ainda pior

«É inútil usar o golo de Ronaldo ao Club América, no Mundial de Clubes, contra o videoárbitro. Um juiz andar para traz e para a frente, a validar e a invalidar as interpretações proporcionadas pela máquina, não passa de um momento típico do caos que sempre rodeia uma iniciativa tão à revelia da tradição, no futebol como noutra coisa.

O futuro do videoárbitro não passa por este tipo de tropelia, mas pela importação do adepto para o campo da decisão. O que verdadeiramente importa na iniciativa, o seu definitivo fito, é a deslocação do debate que hoje pertence aos programas de informação desportiva para o âmbito da transmissão em directo dos jogos. É a transformação do julgamento através do vídeo em parte do espectáculo.

A dificuldade de ajuizar certos lances vai manter-se. A polémica, essa, vai crescer. Ainda esta semana chegou nova prova: divulgados pelas restantes televisões os dois mil ângulos que provam como Pizzi e Semedo fizeram penálti, e que a BTV racionara, a discórdia permanece. O videoárbitro não vai mudar isso. Apenas vai dizer aos mais frustrados que, se havia vídeo, então o árbitro não se enganou: roubou.

Haverá sangue...»


Bom, tanto pela crónica quanto pelos seus conhecidos afectos, deduz-se que o cão de Joel Neto não terá pulgas. Logo, nem de shampoo necessitará...

Mas o racionamento que aponta à BTV será qualquer coisa que o "arcanjo" Bernardo um dia talvez tenha de explicar à ERC, antes que a águia da Luz lhe caia na cabeça, já que do Carmo e da Trindade se encarregará o guarda-chuva vermelho...

Aguardemos então pelos amanhãs que nos trarão os "árbitros ladrões", convenientemente denunciados pelo vídeoárbitro e...

Coloquemos as barbas de molho, antes que jorre o sangue!...

Leoninamente,
Até à próxima

1 comentário:

  1. Depois de ver a entrevista que o nosso Presidente deu à CMTV
    LER O QUE ESCREVEU NO FACEBOOK
    E NO QUE DISSE NO JANTAR DE NATAL DE ONTEM
    lamento dizer mas o homem esta louco, paranoico.

    A familia devia leva-lo ao médico
    porque ele precisa de tratamento e ajuda

    isto nao é ironia é mesmo receio.
    ele nao anda bem. Precisa de apoio medico

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE