segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

A mim também não !!!...



A mim também não !!!...

Leoninamente,
Até à próxima

12 comentários:

  1. De onde é que veio isso dele ser o City Lion? Já vi escrito noutros sitios, mas como é que sabem?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo se sabe neste mundo! A água nunca sobrenadará o azeite!...

      Eliminar
    2. Aconselho o Mike Portugal a ler o Mister do Café Tem lá umas coincidências giras entre o City Lion e este senhor

      Eliminar
    3. Li hoje por acaso no Mister do Café um texto de investigação utilizando apenas dados do domínio público que o City Lion é mesmo o novo candidato a quem a RTPi prestou uma enorme vassalagem ao contrário do que é costume. Vi um post dele no Camarote Leonino onde ele escreve algo como: "Uma das pessoas que mais me ajudou..." Ora isto não é bom português pelo menos no tempo em que estudei essa língua. E eu gostaria que o próximo Presidente do Sporting soubesse escrever em português.

      Eliminar
  2. Amigo Álamo, já me tinha constado que este era o "arauto" da "croquetagem", uma espécie de clone de JC, o que desconhecia era que se tratava do "City Lion" do camarote dos "croquetes", estou curiosa para conhecer o "caminho" que tem escolhido para o nosso Sporting, uma vez que o caminho que se está a seguir é do desagrado deste senhor....

    SL

    ResponderEliminar
  3. Para ser completamente franco (o terceiro dos de cima) não consigo identificar o da extrema-direita hesitando entre o Santana Lopes e o que foi testemunhar a favor da Doyen.
    Também desconheço o valor do meu voto (tenho apenas dois anos de sócio sempre com as quotas alguns meses pagas com antecedência).
    Deconheço em absoluto o "novo" candidato e, à priori, não tenho "à prioris". Imagino que neste espaço (já desinfectado de aves de rapina) suceder-se-ão comentários tendenciosos e eu adoro a democracia. A menos que apareça alguém com um programa que me seduza o meu voto será conservador pois, antes de tudo, só voto num sportinguista com evidências dadas.
    Espero que cada um dos que comentarão sobre este tema algo delicado anuncie claramente o seu candidato. Conto com o saber e educação do nosso Álamo para deixar que todos falem e só cale quem for indelicado.

    SL

    ResponderEliminar
  4. Agora é que o meu amigo me deixou perplexo! Então este,bem como muitos dos anunciados companheiros de lista,não eram apoiantes do actual presidente?!? Fico mesmo baralhado com este jogo de cadeiras:croquetes a virarem brunistas e brunistas a serem acusados de serem defensores do "passado?!? Pergunto-me se ainda haverá Sportinguistas amantes do Sporting Clube de Portugal...

    ResponderEliminar
  5. Talvez fosse melhor aguardar pelas propostas que vai apresentar

    ResponderEliminar
  6. Se as eleições ocorrerão apenas em Março de 2017, porque não dar oportunidade a este candidato (?), ao próprio BdC e a qualquer outro que venha a ser candidato a oportunidade de apresentar um (novo) programa e um grupo que o possa implementar?
    Sou dos que tem críticado alguns graves disparates do BdC, mas suponho que, tal como vários outros sportinguistas, BdC poderá vir a fazer bem mais e melhor pelo futebol.
    Mas BdC não será necessariamente o melhor candidato. Isto é, acredito que há muitos sportinguistas com capacidade para dirigir o Sporting adequadamente e, sem dar tiros nos pés, potenciar os nossos recursos (que ainda são bem inferiores aos da concorrência) e maximizar hipóteses de ganharmos campeonatos de futebol e desenvolver o SCP.
    O que não percebo é a atitude de muitos adeptos que, em vez de incentivarem ou pelo menos saudarem a apresentação de candidatos e principalmente novos programas, parece que preferem disparar contra tudo e todos ... menos contra aquilo em que acreditam piamente. Mas o SCP agora é uma "ditadura desportiva"? Todos temos que pensar por igual? Será que tudo que é (novo) candidato é "croquete"? E será que há um e um só salvador da pátria sportinguista? E a culpa continuará a morrer solteira? Ou melhor, continuaremos a aliviar para canto dizendo que ela é só dos árbitros e das manobras dos lampiões?
    Então, e se em vez de dispararmos contra nós próprios dermos oportunidade, a nós mesmos, de criar, apresentar e reflectir sobre ideias e caminhos para melhorarmos? Bem sei que é mais fácil enterrarmos a cabeça e/ou fazermos de Calimero, mas tendo a certeza que todo o sportinguista quer o Sporting campeão, deixo aqui um simples desafio - ouvir, lêr, perguntar, debater e, lá quando chegar a hora, escolher o/a melhor. Sem derrubar, à partida, possíveis alternativas simplesmente por serem ... alternativas.
    SL

    ResponderEliminar
  7. Deixemo-nos de lirismos isto não vai lá com programas desportivos. Lembram-se daquele dirigente que disse que o importante era meter as pessoas certas nos cargos decisivos das instâncias que regem o futebol? Essa é a verdade mais pura e dura. Quanto a candidatos às nossas próximas eleições: não temos mais tempo para começar tudo de novo. Independentmente dos erros de BdC, penso que será melhor a sua continuidade do que recomeçar do ponto zero. Dificilmente outro presidente do Sporting teria o sangue frio, para esticar a corda como esticou BdC, nas vendas de J. Mário e Slimani (eu nunca tinha visto um dirigente nosso vender tão bem).Na realidade, concordo, é hora de parar com os queixumes e envidar todos os esforços para vencer competições.

    ResponderEliminar
  8. Começar o quê de novo? Qualquer novo candidato que seja ao menos razoável certamente não proporá, e se vencer muito menos tentará, "começar tudo de novo".
    Quanto a vendas & compras, de facto evoluímos comparativamente ao que o Sporting vinha fazendo nos últimos anos. Mas será que a política de compras, dispensas e vendas agora é suficientemente boa? Por exemplo, temos dispensado bem relativamente ao que temos adquirindo? E estamos a vender melhor que a concorrência?
    Creio que confrontando/afrontando sistematicamente as instituições e decisores que regem o Futebol vamos continuar a não conseguir colocar "as pessoas certas nos cargos decisivos". E concordo que um programa desportivo não chega, já que nos tem faltado matreirice, ratice, astúcia ... e assim não temos ido lá.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE