quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Basta! Ou os ordenados estão em atraso?!...


"Marco Silva recuperou uma frase que o relatador brasileiro, Gomes Amaro, celebrizou nos tempos em que acompanhava os jogos do FCPorto. “Está lá dentro Tibi... E agora não adianta chorar.” Tibi foi uma figura das balizas, um “bebé” de Leixões que se fez homem nas Antas. Marco não deve ter ouvido os relatos de Amaro mas chegou à mesma conclusão. O Sporting tem hoje um compromisso para a Taça de Portugal e deve encará-lo com toda a seriedade. O facto de o Vizela pertencer ao terceiro escalão, não significa que seja indigente. Se o Sporting for sobranceiro, corre o risco de se dar mal.

E muito mal tem andado o leão, sobretudo em Alvalade e quase sempre depois das jornadas europeias: depois de ter ganho ao Schalke empatou com o P. Ferreira; agora cedeu pontos com o Moreirense, após a derrota em Londres com o Chelsea. Já tinha levado um sério aviso do Marítimo (4-2) depois da viagem à Alemanha, e mesmo contra o V. Setúbal (no seguimento do triunfo sobre oMaribor) demorou mais de uma hora para chegar ao golo.

Não adianta chorar como também de nada vale ter acessos de fúria que deixem marcas no balneário. Definitivamente, estes são momentos em que o desagrado deve ser expresso de forma clara e inequívoca mas simultaneamente responsável e ponderada.

Os jogadores só têm uma saída: ganhar e reentrar no caminho das vitórias, sabendo que não podem mudar o que ficou para trás mas o que está para a frente depende apenas deles.

Ao presidente e ao treinador, só resta uma alternativa: continuar a ser exigentes, independentemente dos “azares” de percurso, e trabalhar no sentido de descobrir soluções para o reforço da equipa."
(António Magalhães, Entrada em campo, in Record)

Sim, não adianta chorar, muito particularmente depois de derramar todo o leite pelo chão, como amiudadas vezes tem vindo a fazer a equipa do Sporting! O que estará na cabeça daquela gente para que tão frequentemente a cena se repita, tanto poderá ser um insondável mistério, como uma mera questão de furunculose que é urgente e inadiável debelar, em vez de continuar a assobiar para o ar, ou dar ao luxo de protagonizar "acessos de fúria"!...

Veremos já hoje o que se irá passar em Moreira de Cónegos ou, fundamentalmente, aquilo que nos estará reservado para a Madeira. Porque, o fantástico universo leonino já terá esgotado a sua quota de paciência! Já chega de pès bem assentes no chão, de levantamentos de cabeça e de isto não pode voltar a acontecer!... 

Basta! Ou os ordenados estão em atraso?!...

Leoninamente,
Até á próxima 

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE