terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Alvalade vai esgotar no sábado?!...



"... Na entrevista rápida à TVI, Marco Silva contornou bem as perguntas que se impunham sobre a sua continuidade, ou não, no banco dos leões. Agradeceu o apoio dos adeptos e, aproveitando a boleia, ainda foi a tempo de pedir uma enchente para a recepção ao Estoril, no próximo sábado. A resposta dos sócios será um excelente teste à vaga de popularidade do treinador. Tem a palavra o “tribunal” de Alvalade."
(Nuno Farinha, Entrada em Campo, in Record)

O jogo do próximo sábado em Alvalade, poderá ou não, ser a antecipação da próxima AG que o presidente leonino terá precipitado, sem que nada o justificasse ou fizesse prever. Contudo, mesmo dependente da resposta dos adeptos sportinguistas, a afluência que se vier a verificar, caracterizará sempre uma... agonia!...

A verificar-se uma enchente em Alvalade, o facto poderá ser interpretado como uma resposta ao apelo do treinador e, consequentemente, uma moção de censura ao presidente, que dificilmente conseguirá disfarçar o embaraço e... a agonia da sua tese.

Em sentido contrário, poderá ser entendida uma afluência mais ou menos próxima, mas sempre inferior a meia casa. E aí será Marco Silva a ter de retirar as ilacções correspondentes, que sempre significarão a sua própria agonia!

Embora seja impossível de retirar toda a carga de subjectividade a tão melindroso quanto susceptível tema, o facto é que foi Marco Silva a lançar o desafio, a antecipar-se neste inusitado jogo floral, que terá deixado completamente sem resposta, desarmado e desagradado Bruno de Carvalho, desde sempre habituado a ser o líder de todos os processos dentro do Clube.

Seja qual for a interpretação que vier a ser dada à resposta do "tribunal de Alvalade", começo a admitir muito seriamente a possibilidade de, mais uma vez, calcorrear os habituais 500 quilómetros para gritar, SPOOOOOORTING, e regressar a casa com o sabor da vitória!...

Nem que seja para ver, pela última vez, Marco Silva no banco dos leões!...

Leoninamente,
Até à próxima

11 comentários:

  1. Parece-me que não será só do treinador de quem nos vamos despedir em Janeiro. E nem estou a pensar na Assembleia Geral. Se calhar por isso é que a convocaram.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com muita pena, não sou capaz de concordar com o caríssimo Jordão! Nenhum "narciso" atira pedras ao lago onde pretende ver eternamente a sua imagem reflectida! Agora que pode escorregar na margem e afogar-se, ai isso será um prisma de observação completamente diferente! Lá que pode, pode...

      Eliminar
  2. 500km - deve estar mais ou menos à mesma distancia que eu

    Sobre MS no banco - não tenho tanta certeza


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom, meu caro Jorge Alemão, alguém no Sporting terá alguma certeza neste momento?!

      Sobre os 500 km, não esqueça que, no meu caso, serão 250 para Sul e regresso!... Mas mesmo assim, nos tempos que correm, só um grande amor nos pode fazer correr assim!...

      Eliminar
  3. Já era altura de se parar com esta historia do MS vs BdC, não? (não é para si, é para o jornalista que cita)
    Já agora, como é que esse tipo pretende estabelecer essa analise?
    Como distinguimos se um tipo foi apoiar o BdC ou o MS? Ou se os lugares vazios são reflexo de desencanto com um ou outro?

    Nada disto faz sentido, excepto fazer os tais 500 kms para vir apoiar o SPORTING :-D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que o caro "anónimo das 18.00), não terá valorizado as minhas palavras, "... embora seja impossível de retirar toda a carga de subjectividade a tão melindroso quanto susceptível tema...", que afinal vão de encontro ao pensamento que o seu comentário encerra...

      Quanto ao facto de ser a "altura de se parar com esta história do MS vs BdC", creio não estar nas mãos dos sportinguistas como eu. Concordarei que essa história nem sequer devia ter começado. O erro partiu do topo da pirâmide e o seu remédio não poderá vir de outro lado, se voltar a ser Bruno em vez de Narciso!...

      Eliminar
  4. Caro Álamo,

    Eu da minha parte lá estarei com a minha turminha,não porque o MS pede nem pelos lindos olhos do BC.
    Estarei lá para apoiar os rapazes que vestem de verde e branco, as minhas/nossas cores.
    Mas quero fazer já uma declaração de intensão,não irei porque o MS pediu!
    Antes deste processo de litigio os quer iam ao estádio mediam a popularidade do BC?
    O que tu queres sei eu ó Farinha..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro João Antunes, a tese do Farinha apenas serviu de mote para o meu texto. A sua crónica é bem mais extensa. Apenas aproveitei o sumo...

      As razões que o levam a Alvalade, são exactamente iguais às minhas. As voltas e reviravoltas do meu texto, serão uma expressão do meu desalento actual...

      Eliminar
    2. Pois é, amigo, Álamo, aproveitou o mote. Mas, verdade, verdadinha, somos nós que andamos a contribuir para o peditório de quem se quer encher (de indícios) para nos atirar para "o antigamente"...

      Eliminar
    3. Pois é, amigo Liondamaia, a verdade, verdadinha, é que eu serei apenas um humilde e fervoroso sportinguista e não me pesa minimamente a consciência de ter ateado o incêndio. E se sofro com ele...

      Mas pronto, é assim que o amigo pensa e eu respeito o seu pensamento. Mas anda tanto criminoso por aí à solta, com asas de anjo nos ombros...

      Eliminar
    4. E acha que a classificação de "criminosos à solta..." se aplica aqui?
      Ponho-lhe a questão porque acabo de fazer um comentário ao artigo do Nuno Dias, em resposta a dois anónimos, e se me responde "sim"...peço-lhe, apague esse comentário, porque resulta inadequado.
      SL

      Eliminar

PUBLICIDADE