terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Até já gosto dos calções verdes!...



A adopção da Macron como fornecedora de equipamentos resultou num acréscimo de receitas, na rubrica de patrocínios e publicidade, relativamente ao primeiro trimestre de 2013 (e ao acordo que então vigorava com a Puma).

No relatório e contas enviado à CMVM, no domingo, os leões informam que entre Julho e Setembro deste ano, receberam 446 mil euros da Macron, ao passo que na época anterior não tinham ido além dos 150 mil euros com a Puma. A empresa italiana é, no período em causa, o terceiro maior sponsor leonino, a seguir à Portugal Telecom (491 mil euros) e à Unicer (475 mil).

Receita “extraordinária” foi a conseguida pelo Sporting no âmbito do caso Moutinho, na sequência de uma acção interposta no Tribunal Arbitral da Liga e que condenou o FC Porto ao pagamento de 658 mil euros mais juros. No relatório e contas do primeiro trimestre da SAD verde e branca já aparece referida parte desse valor, mais especificamente 435 mil euros, que já foram faturados, no contexto da dívida em causa.
(Macron aumenta receita, in Record)

Esta notícia vale quase tanto como uma vitória! É inconcebível como a capacidade negocial do Sporting, antes de Bruno de Carvalho e seus pares serem eleitos, andava pelas ruas da amargura! A simples mudança para a Macron, passou a proporcionar uma receita que triplica aquela que vinha sendo obtida com a Puma! Obviamente que naqueles blogs sportinguistas que todos conhecem, isto é matéria proibida! Caramba, muito devem custar a engolir os sapos! E nem havia necessidade!... 

Do mesmo modo, sem que saibamos explicar muito bem como, o Tribunal Arbitral da Liga, terá decidido a favor do Sporting a acção que lhe foi interposta no âmbito do "caso Moutinho", que quase equivaleu a um milhão de euros. Paga e não bufes, D. Bufas!...

Noutros tempos, o remédio era ficarmos com o prejuízo, como tantas e tantas vezes terá acontecido. E para quem desejasse mais provas de incompetência, elas vão surgindo, a conta-gotas, em cada relatório trimestral. E sem necessidade de recorrer à publicidade...


Até já gosto dos calções verdes!...

Leoninamente,
Até à próxima

1 comentário:

  1. A Macron foi uma melhoria em termos financeiros (embora ainda longe do que o Sporting precisa), mas em qualidade não foi. Espero que com o aumento das vendas nesta época, dado que o Sporting é o clube com mais palmarés que esta marca tem e o único que está na Liga dos Campeões, que os equipamentos da Macron na próxima época tenham a qualidade que o Sporting exige e merece, e que os calções pretos e as meias listadas regressem definitivamente. O nosso equipamento é invulgar, tendo por isso mais custos de produção do que os monocromáticos, mas a Macron tem de passar a respeitar a marca Sporting.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE