domingo, 14 de dezembro de 2014

A seguir à coragem e frontalidade de Rui Santos, o que virá?!...


Escândalo?! Se era o FC Porto...

"Bem sei que as atenções já estão viradas para o FC Porto-Benfica e que o “caso” tende a esvaziar-se, como acontece com quase todas as polémicas no futebol português, mas nem as audições de Ricardo Salgado, José Maria Ricciardi e Queiroz Pereira, no Parlamento, nem os rescaldos que se vão realizar do prélio no Dragão na próxima semana devem contribuir para abafar os efeitos da não utilização de Deyverson e Miguel Rosa, jogadores do Belenenses, na ronda passada, no Estádio da Luz. Não há outra forma de adjectivar o que aconteceu: um escândalo e uma séria ameaça (continuada) à Verdade Desportiva, se não se aproveitar (mais) este mau exemplo para se colocar alguma ordem na “casa” (desgovernada) do futebol português!

Um escândalo, porquê? Porque os jogadores estavam e estão vinculados sob contrato ao Belenenses e porque a “opção de recompra” pode configurar um empréstimo encapotado. Um escândalo, porque os jogadores não se achavam lesionados e vinham sendo, como ainda são, as pedras de maior eficácia da equipa de Lito Vidigal. O presidente da SAD do Belenenses, Rui Pedro Soares, arriscou-se a ficar em xeque perante a massa associativa do clube, mas aqui está um exemplo, entre muitos outros, que quem detém o controlo de uma SAD pode fazer aquilo que bem lhe aprouver. Os adeptos podem levar tarjas para as bancadas (“RPS és uma vergonha!”), mas não se passa nada, a indignidade está fomentada e os resultados, nesta ou noutras situações similares, são homologados. O clube pode piar (como piou), mas tem de piar baixinho, porque baixinha é a sua representatividade na SAD.

Não há nada que favoreça a postura da SAD do Belenenses nesta matéria. Nunca saberemos o que aconteceria se os dois jogadores alinhassem, mas não é aceitável, à luz de nenhum princípio, que um máximo responsável pelo futebol de uma instituição concorra para que essa equipa não se apresente na máxima força. Rui Pedro Soares, ao apressar-se a desmentir qualquer tipo de envolvimento do Benfica, fez-me lembrar Pinto Monteiro quando tentou justificar-se perante a notícia do almoço, no Aviz, com José Sócrates: era por causa de um livro, senhores!

Não é claro que Rui Pedro Soares e, já agora, Tiago Ribeiro, do Estoril, figuras benquistas pelas “forças vivas” do futebol, são dois dirigentes talhados especialmente para o(s) negócio(s)? Já todos percebemos – não precisam de nos atirar poeira para os olhos – que o Benfica funcionou como banco. Proporcionou liquidez à SAD do Belenenses, ficando com o direito de preferência sobre um conjunto de “activos” azuis e, naqueles dois casos, com o direito de recompra. Estes “arranjos” são um tiro fulminante nas integridade das provas. O Belenenses aceitou perder a dignidade para aumentar a liquidez. Pode falar-se de um mecanismo de sobrevivência, mas se os clubes mais frágeis desportiva e financeiramente começarem a ceder perante este expediente e se os menos frágeis se sentirem compensados com a “jogada”, os campeonatos passam a ser, literalmente, uma fraude.

O Benfica também não pode tirar o cavalinho da chuva, como se nada tivesse a ver com o assunto. O Benfica e Vieira querem Verdade Desportiva em todas as circunstâncias ou querem a verdade desportiva da qual tiram benefício? No passado, o FC Porto protagonizou alguma situações similares mal explicadas, embora com empréstimos formais. Todas elas, no passado, criticadas pelo Benfica. O regulamento de competições da Liga impede acordos, concretamente no seu artigo n.º 52 (cedência de utilização temporária): “Nas situações de cedência de utilização temporária de um jogador por parte do clube a que se mostre contratualmente vinculado a um outro clube, são nulas e de nenhum efeito quaisquer cláusulas, ainda que estabelecidas ou acordadas entre as partes intervenientes, e nomeadamente entre clube cedente e clube cessionário que, por qualquer forma, visem limitar, condicionar ou onerar a livre utilização do jogador em causa por parte de clube cessionário na vigência do período de cedência temporária”.

Se este caso ostensivo que envolveu Deyverson e Miguel Rosa tivesse envolvido, directa ou indirectamente, o FC Porto, o que não se teria dito?!... Seria importante que o FC Porto e Pinto da Costa fossem guardiões da Verdade Desportiva? Sem dúvida! Mas... não sendo, também não são hipócritas. E se isso não protege as competições, pelo menos marca uma diferença.

O novel presidente da Liga, Luís Duque, “sugeriu” uma participação e ela foi ontem “anunciada”. Uma coisa é certa: num país em que as Federações e as Ligas não andassem a fazer-de-conta, no sentido da protecção da integridade do futebol, isto não ficava assim...
(Rui Santos, Pressão Alta, in Record)

Começo por saudar a coragem e a frontalidade de Rui Santos, ao escrever esta e outras crónicas anteriores sobre o tema candente da actualidade: O ESCÂNDALO DA NÃO UTILIZAÇÃO DE MIGUEL ROSA E DEYVERSON PELO BELENENSES, NO JOGO QUE DISPUTOU COM O BENFICA NA LUZ!...

De facto, talvez os dedos de uma só mão sejam demasiados para contar os jornalistas que em Portugal terão os ditos no sítio, para desafiar a cegueira, a fúria e o sectarismo de quase metade dos adeptos de futebol neste país de "faz de conta"!...

A umas largas dezenas desses adeptos, cujo carácter, personalidade e inteligência me recuso a adjectivar e que diariamente veem pretendendo assaltar positivamente LEONINAMENTE, que mais não será que um blog que se limita a seguir editorialmente, o lema que orgulhosamente exibe no seu cabeçalho, com largas centenas de comentários eivadas de descrições carregadas de má fé, inverdades e ofensas pessoais, reportando factos aparentemente semelhantes ocorridos há 10, 20, 30, 40, 50 e até 60 anos, com outros clubes que não - pudera! -, o "seu Benfica", destacando-se o Sporting - pudera, não?! -, como principal visado, eu quero APENAS LEMBRAR, que o Regulamento das Competições Organizadas pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (com as alterações aprovadas nas Assembleias Gerais Extraordinárias de 27 de Junho de 2011, 14 de Dezembro de 2011, 21 de Maio de 2012, 28 de Junho de 2012 e 27 de Junho de 2013), a cujo artigo nº 52, Rui Santos e LEONINAMENTE, temos feito referência, apenas entrou em vigor na época de 2011/2012, como poderá ser confirmado aqui, caindo por isso por terra toda a argumentação invocada por essas largas dezenas de adeptos benfiquistas, exclusivamente, nas centenas e centenas de comentários, a que a guilhotina de LEONINAMENTE se tem visto aflita para responder, tal tem sido a inenarrável solicitação de pescoços de tão denso bando de aves!... 

Tudo o que terá ocorrido nas épocas anteriores a 2011/2012, face ao vazio legal até então existente, poderia merecer legítimamente a aprovação ou condenação moral de cada um. MAS TODOS OS CLUBES ESTAVAM PROTEGIDOS PELO VAZIO DA LEI e poderiam, sem que qualquer violação lhes pudesse ser imputada, fazer com os jogadores "emprestados", aquilo que o CÓDIGO DE HONRA dos respectivos dirigentes lhes ditasse.

A partir da época de 2011/2012, QUALQUER VIOLAÇÃO DO ARTIGO 52 É CRIME! Ponto final, parágrafo e mudança de linha!...

Até à denúncia pelo Sporting, da violação dos regulamentos por parte do Estoril, no "caso Kleber", os clubes implicados, terão beneficiado de outro vazio legal, que deveria constar do artigo 52: a obrigatoriedade de o clube que beneficia do empréstimo do jogador, de oficiar a Liga de qualquer impedimento desse jogador! Terá sido por essa razão, a meu ver, que a CII, após ter analisado a matéria da denúncia leonina e ter procedido às necessárias averiguações, terá decidido pela improcedência da mesma: o jogador teria sido vítima de lesão impeditiva quatro dias antes do jogo com o Porto e terá voltado aos treinos quatro dias depois! O Estoril, se não existisse vazio regulamentar, teria sido obrigado a informar a Liga. Face a esse vazio, não o fez, mas nunca este clube e muito menos o Porto, poderiam ser condenados.

O "caso de Miguel Rosa e Deyverson", pesem embora toda a complexidade e susceptibilidade da matéria, foge claramente do contexto do "caso Kleber", e cai nas malhas da lei em vigor, como clara violação, sujeita às penalizações já avançadas por Ricardo Costa! Recuso-me a acreditar que a prof. doutora Cláudia Cruz Santos e seus pares na CII,  a quem reconheço profunda honestidade intelectual e competência técnica, julguem desta vez improcedente a denúncia anunciada pelo Sporting!...

Já o mesmo não direi dos "magistruzes" Ti Herculano e Ti Manel da Serra!...

Leoninamente,
Até à próxima

6 comentários:

  1. Mais uma vez o jornalista Rui Santos (em meu entender...), "está a colocar em risco", a sua continuidade na SIC...
    Será que o "poder das nádegas", com tentáculos espalhados por todo o lado, irá permitir por mais tempo ...um "jornalista com coluna vertebral", tenha o desplante de dizer que "os reis das nádegas" vão nús......?

    Mas não deixa de ser interessante a posição antes do benfas quando o clube do bufas "mandava" lesionar um ou dois dias antes dos jogos...os jogadores que tinha emprestados nos seus satélites...e a posição actual de passar a "usar" os meus esquemas, ou parecidos...antes imputados ao porto...

    Isto mostra como "as nádegas" se entenderão no futuro, em tudo o que tenham necessidade de fazer...para poderem somar jornada após jornada, os três pontinhos da ordem...

    Só que nesta jornada eles "não vão conseguir" ganhar os dois, algum vai ter de perder...e só espero é que...
    Nessa impossibilidade de ganharem os dois..."não se lembrem" de não pemitir que nós nos aproximemos de um deles...prejudicando como habitualmente as nossas cores...

    Vai bonita a brincadeira...sim porque creio já não se poder falar de futebol a sério...

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Max, importante será fazermos aquilo que nos compete! Quanto aos outros, que me perdoem os deuses, mas... ou empate, ou que a dorrota sorria ao que vai à frente!...

      SL

      Eliminar
  2. O caracolinhos anda muito desalinhado... Nunca é tarde para 'mudar a mão' mas será ainda cedo para lhe entregar a taça...

    Quando a esmola é muita...

    A ver as cenas dos próximos episódios...

    Quanto ao clássico.... acho que vamos ter encomenda em... Alvalade... e verificar mais logo...

    p.s. e o Belém... já recuperou os seus atletas...???!!! Ontem levaram na boca... Só foi pena ter sido à custa de outros lambidos. Tal como hoje só é pena não poderem perder os dois

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim amigo ZE, com "encomenda" em Alvalade, ou sem ela, que saibamos cumprir a nossa obrigação e depois esperar para "ver as cenas dos próximos episódios"...

      Sobre o Belém, que os deuses lhe retribuam em dobro o mal que andam a fazer...

      SL

      Eliminar
  3. O professor marcelo ex-gel está cada vez mais bacoco. Já ninguém o leva a sério.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, infelizmente quem diz as verdades neste país e em particular neste futebol, só poderá ser... "bacôco"! Sobre o facto de ninguém o levar a sério, aí já discordarei, mas cada um tem direito à sua opinião!...

      Eliminar

PUBLICIDADE