terça-feira, 27 de maio de 2014

Por mim, dou-lhe pouco tempo no cargo !...



A Revolução das Apostas

"O projecto-lei das apostas desportivas está prestes a ser levado a Conselho de Ministros, talvez já depois de amanhã, por imposição da troika e, espera-se, para satisfação do desejo esfaimado dos agentes desportivos

Desde a tentativa das corridas de cavalos de Ponte de Lima, há uns 25 anos, que as apostas lutam contra o monopólio da Santa Casa, que tem estrangulado uma importante fonte de receita, ao proibir a publicidade aos sites online, impedindo que estes devolvessem ao desporto e aos media uma parte dos milhões que lucram com a utilização dos nomes de clubes, atletas e competições. 

Mesmo que a carga fiscal leve alguns dos sites a desistirem de operar em Portugal, diminuindo o interesse de muitos apostadores, a regulação deste mercado e a desejável abertura a outros operadores nacionais aliviariam a crise financeira do desporto. Será desta?".

Leio e releio o texto que o "manhoso" director do jornal Record escreveu e a cada leitura reforço a minha convicção de que a criatura não estaria na posse de todas as suas faculdades mentais, no momento em que escrevinhou semelhante despautério! Algum excesso explicará a inconsequência que o texto revela e quase me atreveria a imaginar uma tremenda bebedeira, ou qualquer situação ainda pior, quiçá de origem psicotrópica.

Começa o homenzinho por nos dar a boa nova de que estará para breve a aprovação pelo Governo, do projecto-lei das apostas desportivas, mas complementa-a com a estapafúrdia conclusão de que essa medida virá ao encontro do "desejo esfaimado dos agentes desportivos". O pobre escriba está doente, muito doente! Só pode!...

Então a regulação de um sector, em que os inúmeros agentes - clandestinos! - de apostas desportivas que por aí pululam, parasitariamente, "sem rei nem roque" e à custa do esforço e dedicação dos clubes, por culpa da ineficácia, incompetência, desinteresse ou interesse de sucessivos governos, vem colocar um ponto de ordem e justiça, na bagunça a que assistimos, ou vem satisfazer "o desejo esfaimado dos agentes desportivos"?! Coitado do homenzinho!...

Dada a primeira martelada no cravo, bebido mais um "scotch" ou tomado novo comprimido, o desgraçado do escriba ataca desta vez a ferradura: o monopólio que a Santa Casa há longo tempo exerce sobre as "pobres" das apostas, que tem estrangulado "importante fonte de receita" e impedido que fosse devolvida "ao desporto e aos media uma parte dos milhões que lucram com a utilização dos nomes de clubes, atletas e competições.". 

Nesta segunda investida - salvo seja! - da criatura, os agentes desportivos, de esfaimados passam a espoliados, e para compôr o ramalhete, junta-lhes os media, como se grande parte destes, entre eles o jornal que dirige e outros comparsas da mesma actividade, já não beneficiassem também e de borla, "com a utilização dos nomes dos clubes, atletas e competições"! Surreal e demonstrativo dos graves padecimentos que estarão a afectar o "manhoso"!...

O remate vem na linha da irracionalidade e inconsequência anteriores: "a regulação deste mercado... aliviaria a crise financeira do desporto. Será desta?".

Quer-me parecer que o homenzinho não terá perdoado a Bruno de Carvalho e ao Sporting, a coragem e o arrojo de terem sido a única voz que se elevou ultimamente no pântano, contra a anarquia e desregulação reinantes neste deliberada ou incompetentemente esquecido sector de actividade. E o seu ódio ao Sporting e o amor ao álcool ou aos psicotrópicos, fizeram o resto! É impossível que a sua entidade patronal lhe copie o estado! Por mim, com este último tijolo no edifício da sua incompetência, dou-lhe muito pouco tempo no cargo!...

Leoninamente,
Até á próxima

8 comentários:

  1. Caro amigo Álamo,

    Mais uma vez certeiro... Infelizmente ao escrever sobre esse canalha de cognome 'manhoso' o meu amigo está a dar-lhe aquilo que eu acho que ele não tem nem tão pouco merece... alguma importância...

    É um ser execrável, um doente do foro psiológico que consegue um tacho em face da sua obscena filiação clubistica... Ao menos que fosse para a redacção da benfica tv, agora num jornal (dito) nacional...

    O mais doentio é que nem uma referência a quem tem andado com esta e outras matérias para a frente de politicos... O NOSSO Presidente Bruno de Carvalho... Enfim psicoses...

    Muito mais haveria a dizer sobre este energúmeno, e particularmente sobre a abjecta escrita que mais uma vez pariu este triste ser, no entanto não me merece mais uma palavra, pois a minha repulsa por seres rastejantes desta estirpe está no nível máximo...

    Um abraço leonino

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E porque não a Troika a impor a destituição deste desmiolado?!

      Eliminar
  2. Razão tem o YaZalde amigo Álamo, este manhoso não merece a mínima atenção, é uma personagem totalmente desprovida de valores...o charco está para ele (manhoso) como pão para a boca....

    SL

    ResponderEliminar
  3. Amigo Álamo, como consegue ainda ter pachorra para aturar a cretinice desse manhoso?
    Duvido que haja alguém que ainda o leve a sério, o banana anda a escrevinhar ao sabor dos ventos e, neste caso em particular, acho que ou não soube fazer os trabalhos de casa, ou resolveu falar (?) do que não faz ideia do que seja e do ponto da situação.
    O jornal só terá a ganhar com a saída dele -eu aplaudiria duplamente, pois o Record era um jornal de que gostava, mas o Cartaxana...e este manhoso dobrou a dose, acabando definitivamente com um leitor/comprador.

    ResponderEliminar
  4. Ó pessoal o que é que andam a fumar?
    Voces precissam de se tratar...

    ResponderEliminar
  5. Qual a razão de tanto ódio pelo homenzinho ?

    ResponderEliminar
  6. Se há coisa que o Manha não sabe mesmo nada é de apostas em desporto e a respectiva regulamentação...

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE