sexta-feira, 17 de junho de 2016

"O filho querido da vitória"!...


O Serpa director de A Bosta é neste momento um homem feliz! Com a "inspiração divina do arcanjo" terá terminado ontem à noite o rascunho da nova novela que o orgão oficioso do Benfica passará a publicar neste Verão que se adivinha pouco quente e vazio de "cachas bombásticas" lá para os lados de Alvalade.

E aí está a publicação do primeiro episódio, ainda mal amanhado em termos redactoriais credíveis, mas o arranque não precisaria de muita profundidade e credibilidade e o tempo urgia. Era preciso avançar com qualquer coisa de algum modo ligada ao "alvo a abater" e com Islam Slimani incontactável e a banhos, nada melhor que ir colocando as agulhas e as brasas no assador, regá-las com uns pingos de gasolina e pegar-lhes o fogo!...

Ainda hei-de ver o Serpa exibindo no peito ufano e glorioso, a nova medalha que brevemente será instituída e entregue em cada gala anual dos benfas, denominada...

"O filho querido da vitória"!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Caro Álamo,
    Direi que aprendi a ler, com seis anos, nesse jornal.
    Porque já nessa altura o meu saudoso pai me fizera leão, um leão que até chorou (não exagero!) quando, por essa altura, em 1954, a Académica de Ramin e Rocha, foi ganhar 1-0 a Alvalade.
    Guardo religiosamente uma resposta (datada de 19 de Janeiro de 1984) a uma longa carta que enviei ao grande Vitor Santos a propósito de uma crónica de Aurélio Março a um Sporting-Benfica. Cito apenas o último parágrafo: "Creio que deve ter notado que ainda não abordei o assunto que o levou a escrever-me tão longa quão interessante carta: crítica e crónica, a cargo de redactores deste jornal, do jogo Sporting-Benfica último. Deixo-o com as suas impressões, não entrando, de forma alguma, na discussão de conclusões. Uma coisa é certa: todos quanto constituem a base da feitura deste jornal são HONESTOS nas suas críticas, pondo a sua consciência nos seus trabalhos. Tudo o mais é o humanamente acessório."
    Devo dizer-lhe que fiquei deveras sensibilizado com essa carta. Apeteceu-me responder-lhe que a "consciência" de uns tem muito que se lhe diga!
    Hoje sinto nojo, revolta, destes "jornalixos" que gravitam nesse jornal e no resto da CS que temos. "Consciência" não lhe falta!...
    Desculpe o desabafo, mas logo que li o seu comentário, de imediato me lembrei desse grande jornalista que, só após a sua morte, vim a saber ser sportinguista, ao contrário do que pensava...
    Um abraço e SL

    ResponderEliminar
  2. o Sli está bem e recomenda-se. Como está de ramadão, naturalmente tem de cumprir as regras religiosas em que acredita.

    acabado o prazo dos 30 milhões... os marrecos dabola inventaram outra.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE