quinta-feira, 16 de junho de 2016

Está tudo dito!...


A GRANDE ISLÂNDIA

«Não seria um escândalo se tivéssemos perdido com a Islândia. Perante uma equipa naturalmente mais fraca, em que o conjunto do valor financeiro de todos os jogadores não deverá chegar para pagar Ronaldo e onde para se serem ouvidos num estádio tiveram de deslocar para França um décimo da população, fomos arrogantes. Apesar da tristeza não pude deixar de sentir respeito e admiração pela Islândia. 

Desliguei a televisão, jantei com amigos e só no dia seguinte descobri que a vergonha não chegara ao fim. Depois do jogo, foram estas as palavras de Ronaldo, que já tinha abandonado o campo onde teve um desempenho medíocre: "Não fizeram nada. Criaram antijogo. Só bombeavam bolas e não quiseram ganhar. Depois do golo meteram o autocarro, não arriscaram. São uma equipa de mentalidade pequena. Por isso não conseguirão nada nesta competição." 

Quem me dera que Portugal tivesse exibido metade da grandeza islandesa que, estando a perder, lutou até marcar. Naturalmente segurou o resultado que lhe chegava para manter o sonho de passar a fase de grupos. Quem tinha o dever de ganhar este jogo era Portugal. E Ronaldo ficou zangado por a Islândia não lhe ter oferecido a baliza. 

Ronaldo é um grande jogador e é por isso que me merece respeito. Mas o respeito que lhe oferecem é o respeito que deve aos outros. Mentalidade pequena foi a que exibiu nestas declarações. Claro que são palavras de cabeça quente e amanhã é outro dia e outro jogo. Mas, como português, sinto o dever de tirar o chapéu que não tenho à Islândia. Espero que também passem. Quem luta com tudo o que tem merece a vitória
(Daniel Oliveira, Opinião, in Record)

Está tudo dito!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE