quinta-feira, 6 de julho de 2017

Dificilmente nos cruzaremos na rua com alguém com perfil mais rasca!...


A PROMESSA DE COENTRÃO


«Um bando de energúmenos apareceu ontem nas redes sociais a ofender e a ameaçar Fábio Coentrão – e até a sua família – como se tivesse sido ele a primeira pessoa no futebol a dizer uma coisa e a fazer o seu contrário. Não faltam exemplos de jogadores que juraram amor eterno a um clube e que, depois, foram ganhar a vida no rival. Não vem daí nenhum mal ao Mundo. Qual é o problema de Coentrão ter beijado um dia o emblema dos encarnados e dizer agora que sempre foi feito de Sporting? Estavam à espera de quê? Que o defesa tivesse assumido a sua condição de sportinguista enquanto brilhava na Luz? Ou que tivesse dito ontem, quando chegou a Alvalade, que tinha adorado a passagem pelas águias?

"O meu clube é o Benfica, não sou do Jorge Jesus. O Benfica é o clube do meu coração e de certeza que um dia regressarei lá." Fábio Coentrão disse isto em meados de 2015 e é isto que muitos fundamentalistas lhe estão agora a cobrar de forma precipitada. Alguém sabe se Fábio bateu à porta da Luz nos últimos tempos a manifestar vontade de regressar? E se isso chegou mesmo a acontecer?

Os problemas que teve com o Fisco em Espanha ou a rábula na obtenção na carta de condução, isso sim, foi grave. Já as promessas não cumpridas, em futebol, são pouco mais do que fait-divers.»
(Nuno Farinha,Saída de Campo, in Record)

Deve ser a última recomendação da "cartilha"! E o "farelo" esquecendo a responsabilidade que o cargo de sub-director de um jornal com as tradições de Record lhe deveria exigir, comporta-se como o mais reles dos seus cumpridores, numa tentativa baixa e da mais nojenta perfídia de contribuir para a destruição de carácter de Fábio Coentrão perante a multidão ululante que só aparece quando lhe cheira a sangue...

Dificilmente nos cruzaremos na rua com alguém com perfil mais rasca!...

Leoninamente,
Até à próxima

6 comentários:

  1. Também já ouvi este sujeito a dizer que não tem clube em Portugal, que o seu clube seria o Barcelona. Também no jornalismo, há quem diga uma coisa e faça exatamente o seu contrário.
    SL
    Tearjerker

    ResponderEliminar
  2. Uma pessoa é... uma pessoa...
    Um bocado de vómito é... um bocado de vómito...
    (peço desculpa pela 'imagem' mas mais que mil palavras, não encontro melhor representação)

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar
  3. Acho estranho a apersonagem nunca ter escrito sobre os problemas do Luis Filipe Vieira com a justiça Portuguesa. Esses sim são graves

    ResponderEliminar
  4. A propaganda dos lampinos vai lançar mão de tudo para atacar Coentrão, talvez desestabilizá-lo emocionalmente e o farelo é, só, mais um elo daquela engrenagem corrupta e coberta de pó.
    Mas nem sei o que é pior: se esta crónica farinhenta, azeda, de mau perder, ou se lançarem mão de antigos colegas para se pronunciarem sobre a escolha de Coentrão -até o rastas da Musgueira, antigo jogador de bola que virou músico e nunca conheceu o jogador, "botou faladura"

    Criaram o mito de que o Coentrão era deles, esquecendo que o jogador e família sempre foram sportinguistas; agora, é lidar e deixar de lado as idiotices.

    ResponderEliminar
  5. Por acaso não concordo contigo.
    Acho que o Farinha está mesmo a defender o direito do Coentrão poder dizer agora que sempre foi feito de SCP.

    ResponderEliminar
  6. Mesmo quando tenta ser imparcial...consegue ser parcial.

    Farináceo lampião de fraca qualidade...

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE