sexta-feira, 21 de julho de 2017

Ser recordado como um vulgar "narciso", ou como um grande Presidente do Sporting?!...



De Leopoldo de Almeida e Auguste Rodin só os néscios discutirão o talento! Dois artistas que a escultura imortalizou e cujas obras semeadas pelo mundo definirão para sempre a pequenez ou grandeza dos mundos que cada um, com a imperfeição própria da sua condição, foi capaz de criar.


Entre o modernismo de Almeida e o realismo de Rodin, nas duas obras provavelmente mais carismáticas que produziram, significativamente com o mesmo título de "O Pensador", balançará a sensibilidade de cada observador. Mas a força que cada um deles imprimiu ao produto do seu talento, será sempre significativamente diferente: uma deslumbrará, outra arrebatará e ninguém impedirá de ser eterna!...



De Bruno de Carvalho e João Rocha só os néscios discutirão o sportinguismo! Dois dos presidentes provavelmente mais carismáticos num passado recente e repetidamente sufragados pela grande nação leonina, a comparação entre ambos resultará todavia num exercício muito difícil para todo e qualquer estudioso que a tal se abalance, até porque um já partiu e deixou obra feita e muita saudade, e ao outro, como diria Eduardo Galeano, o horizonte vai fugindo dez passos, por cada dez passos que vai conseguindo dar. E por mais que caminhe, jamais alcançará o horizonte. Perguntará então alguém, confortavelmente instalado no seu camarote, para que lhe serve a utopia?  Pois será preciso que Bruno de Carvalho rapidamente se dê conta, de que toda a utopia que o envolve servirá exactamente para isso: para que não deixe de caminhar.

Porém, no meu modesto entender, estará na hora de Bruno de Carvalho, um homem inteligente e determinado, colocar a si próprio a questão de saber se a sua caminhada se estará a fazer pelos caminhos mais recomendados e se, sem esquecer o quão efémera e passageira é a vida de cada um de nós, desejará amanhã, na hora de fazer o balanço desta sua passagem pelo mundo...

Ser recordado como um vulgar "narciso", ou como um grande Presidente do Sporting?!...

Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. Amigo,
    Sei que és generoso e crente nos homens de boa vontade.
    Senti neste teu post alguma fé,não na dos Deuses mas na imensa capacidade humana de regeneração.
    Mas como teu amigo digo-te,espera sentado e numa cadeira fofa porque a teimosia e o umbigo são enormes!!
    Foste generoso pois consideras um homem inteligente quando argumenta que o timming da entrevista é inconveniente pois o clube precisa de paz e depois alimenta o ego de protagonismo do outro ao dar-lhe "Troco"!!!...
    Termino somente dizendo..é uma pena...
    Forte abraço

    ResponderEliminar
  2. Bruno de carvalho, um homem inteligente? Seria inteligente se nao desse troco a um veneno chamado octavio machado, ou sera que ele nao lhe conhecia o perfil?

    ResponderEliminar
  3. De uma coisa podemos ter a certeza, está à vista que o Bufo agora anda cá fora. Qual a necessidade deste show mediático do sr.otávio? Tão conveniente no timing...
    Bruno de Carvalho está a fazer o seu caminho e é um caminho cheio de armadilhas, tal como disse na entrevista: "há muita coisa que não é pública". Não tenho a mínima dúvida que os interesses do Sporting Clube de Portugal estarão sempre em primeiro plano com BC e esta vitimização do bufo só dá força a uma entidade - a da passarada.

    Bem haja Caro Álamo

    ResponderEliminar
  4. Totalmente de acordo com o seu comentário sr Álamo. Nota-se que alguns dos pensamentos neste blogue é de pessoas sportinguistas já com alguma idade. Penso que na maioria das vezes os nossos comentários são ponderados e pragmáticos assim eles sejam pelo menos considerados. Forte abraço a todos os sportinguistas.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE