domingo, 23 de julho de 2017

"É importante que as autoridades mantenham a vigilância sobre os que ficam"!...


"A QUEDA DOS PODEROSOS"

Duma crónica/placebo da sua rubrica "Off the record" que o jornalista(?) Luís Aguilar hoje publica no jornal Record (LINK), destaco duas das ideias-chave a que recorreu, quiçá na "encartilhada" vã tentativa de contribuir para o avolumar do denso nevoeiro que vai permitindo encobrir a "pouca vergonha" que paira sobre o futebol português neste Verão quente de 2017.

A primeira, quando recorre às palavras de João Havelange, antigo presidente da FIFA, que exprimirão bem o sentimento de muitos dos homens por esse mundo fora e por cá também, que governaram e governam, se perpetuaram e perpetuam, se governaram e governam no e do futebol: "Posso falar com um presidente. Eles têm o seu poder e eu tenho o meu: o poder do futebol, que é o maior poder de todos."

A segunda, será aquela com que remata a sua crónica e que não resisti a trazê-la para aqui, quanto mais não seja para memória futura, quando algum dia por cá o nevoeiro se dissipar, se porventura alguma vez tivermos essa suprema felicidade: "É certo que alguns (homens do futebol) caíram, mas outros continuam a ter influência e deixaram alunos em posições de destaque. Uns podem sair, mas é importante que as autoridades mantenham a vigilância sobre os que ficam."

Nós por cá, neste jardim mal plantado à beira do mar, se não suplantarmos o "engenho e a arte" dos tristes exemplos do futebol global, com uma substancial margem de certeza não lhes ficaremos muito atrás. E muito provavelmente, nem Luís Aguilar terá tido a exacta noção da verdadeira dimensão da assertividade dessas suas palavras...

"É importante que as autoridades mantenham a vigilância sobre os que ficam"!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. "Esses homens do futebol" de que fala o Luis Aguilhar "eram muito fraquinhos"...

    "Os de cá...nem tombam, quanto mais cair...!"...

    Os de cá "estão bem encostados aos poderes politicos..."

    Infelizmente os de cá estão "não vão cair tão facilmente..."

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A pergunta é mesmo essa que deve ser endereçada ao Aguilar lampião:
      - Quem é que caiu em Portugal?

      Realidade paralela aquela onde vivem os cartilheiros...

      Eliminar

PUBLICIDADE