domingo, 6 de julho de 2014

A democracia no Sporting, mora em exclusivo na JUVE LEO !!!...




Há gente que ainda não acredita que Neil Armstorng pisou a Lua! Nada a fazer! O mesmo aconteceu, muitos séculos antes, quando Galileo Galilei afirmou, que o Sol estava parado e era a Terra que rodava em torno dele.

No Sporting e nos principais clubes desportivos portugueses, se bem que o fenómeno avance e se multiplique no exterior, na razão inversa da cultura de cada região ou país, também há gente com uma concepção idêntida de mundo. Gente parada no tempo e que, incapaz de se aperceber e tomar como seus os saltos civilizacionais dados ao longo de séculos pela Humanidade, vive nos dias de hoje, ensaiando confrangedora regressão aos tempos que provocaram a eclosão do último cataclismo mundial: os mesmos princípios e valores, os mesmos símbolos, as mesmas roupagens, as mesmas palavras de ordem, a mesma pose, os mesmos gestos, as mesmas saudações,  os mesmos propósitos, os mesmos objectivos, a mesma complexada e arreigada tendência belicista, que refutam e substituem pelo "orgasmo da porrada, da violência nos limites"!

Vivem camufladas sob o heróico aforismo de claques e pintando-se das mais diversas cores e são, inexplicavelmente, acolhidas sob o guarda-chuva dos clubes, por interesse, complacência, comodismo ou medo de quem os dirige.

Um ano e meio passado sobre os lamentáveis incidentes ocorridos numa sessão de esclarecimento no auditório Artur Agostinho, em Janeiro de 2013, o Conselho Fiscal e Disciplinar do Sporting Clube de Portugal, no uso dos poderes que lhe foram conferidos pelos sócios que o elegeram e no respeito pelos Estatutos que estão obrigados a cumprir, entendeu tornar pública, a sua decisão de punir disciplinarmente os autores materiais dos desacatos, que no despacho respectivo são devidamente identificados como sócios do Clube.

Tudo normal, sem que para o comum dos sportinguistas, resultasse de alguma forma a conotação desses seus consócios, com uma qualquer das claques leoninas. Qualquer associado do Clube que infrinja a lei geral do país, para além de se submeter às determinações que as instâncias judiciais julgarem como mais adequadas, ficará automaticamente sob alçada da disciplina do Clube, se assim for entendido pelo orgão competente interno, neste caso o CFD.

E o assunto morreria, pacifica e naturalmente. Esgotada a suspensão decretada pelo CFD, os sócios voltariam, como sportinguistas, ao pleno uso dos seus direitos. Ou não, conforme para os próprios tivesse resultado do inusitado processo, arrependimento ou remorso! E o mundo continuaria a girar.

Assim não o terá entendido a mais antiga claque sportinguista, como poderá ser inferido do COMUNICADO divulgado na sua página de uma mais conhecidas redes sociais. A grande maioria dos sportinguistas, afastados dos meandros que se desenham em torno do centro nevrálgico do Clube, ficaram a saber que, afinal, os quatro associados do SCP sancionados pelo CFD, eram membros da citada JUVENTUDE LEONINA!...

Tendo em conta o que enunciámos no preâmbulo deste texto, não surpreende a reacção da JUVE LEO! Ela não será mais que o reflexo e consequência do seu ADN. Como não espanta ninguém, que no comunicado, com o curioso excerto, "É esta a forma de estar destes dirigentes que apregoam e adoptam um slogan 'O Sporting é nosso!', é este o tipo de democracia que se vive actualmente no NOSSO Sporting?"seja fixado como exclusivo e esclarecedor alvo principal, uma única das tendências representadas no CFD, a saber: PRESIDENTE - Jorge Bacelar Gouveia (Lista B); VICE-PRESIDENTE - Nuno Marques (Lista C)VOGAIS - Óscar Figueiredo (Lista B)Vicente Caldeira Pires (Lista D)Vítor do Vale (Lista C)Miguel Fernandes (Lista B)Jorge Gaspar (Lista C). Os "culpados" do que a JUVE LEO intitula de "hilariante despacho", serão naturalmente e no seu entender, os três conselheiros eleitos pela Lista B, mesmo que outros três o tenham sido pela Lista C e o sétimo, seja um independente pela Lista D. e a decisão tenha sido tomada por unanimidade. Nada disso é "democrático"!... 

Porque a democracia, no Sporting Clube de Portugal, mora em exclusivo, na JUVENTUDE LEONINA !!!...

Leoninamente,
Até à próxima

6 comentários:

  1. É lamentável que se tenha chegado a esta situação...
    O normal seria que da parte dos responsáveis da Juve, houvesse por exemplo uma tomada de posição dizendo...:
    "Lamentamos o sucedido, no entanto queremos que fique bem claro...que JL é contra todas as formas de violência e de desrespeito ao Sporting, onde se incluem as ofensas aos seus Orgãos..."
    Este comentário da JL parece pôr a claro que aos responsáveis da mesma, pouco interessa que os Estatutos do Clube sejam "espezinhados" pela acção de alguns dos seus membros...
    Eu em parte até compreendo que possam ser solidários com os elementos da claque "apanhados" neste lamentável acidente (que infelizmente nem é caso único...)...
    Mas essa solidariedade não lhes devia "toldar" o entendimento e levá-los a reagir a esta situação. como se os elementos da Juve estivessem acima do Clube e pudessem por isso "fazer tudo" o que lhe der na real gana...sem consequências de maior...
    Eu acredito que a maior parte dos elementos da Juve ( e possivelmente de outras claques...), integrem as mesmas, apenas com o desejo de juntos...tudo fazer para elevar o nome do Sporting...
    E também pessoalmente acho, que quando se preocupam com "a glorificação" do Sporting, as claques são úteis e "acrescentam" ao espectáculo...um outro "espectáculo..."...
    Mas desagrada-me imenso, por exemplo as sucessivas acções que prejudicam o Sporting em cada jogo, por exemplo o lançamento de petardos e outras acções que bem caras saem ao Clube...(é para mim difícil também compreender, por exemplo que uma claque fique de costas para o relvado um jogo inteiro, numa manifestação de protesto contra a equipa...pergunto...: o que foram lá fazer...? )

    Estas acções não podem continuar, mas dá a impressão que os "responsáveis" não estão muito interessados em "resguardar" os interesses do Sporting e antes "fecham" os olhos...aos "destemperos" de alguns dos seus membros...
    "Diz-se nos mentideros" que os "chefes" destes clãs...vivem uma vida "à maneira"...:
    Ninguém lhes conhece trabalho regular, passeiam-se em "brutos" carros, vestindo roupas de marca...
    "Diz-se" que o seu principal "negócio" é a "movimentação" de bananas do Lidl...
    Uma coisa parece ser certa, não é a primeira vez que elementos desta ou de outras claques...têm sido conotados pelas autoridades como estando ligados a negócios ilícitos e a muita violência...
    A violência é muitas vezes manifesta e isso é em parte responsável pelo afastamento do Estádio...da alegria de ver as famílias reunidas em cada jogo a vitoriar o Sporting...
    Pessoalmente confesso que nunca vejo em Alvalade (e fora é claro que também não...) os jogos chamados grandes, é que a minha experiência de vida "diz-me" que esses jogos sobretudo, pelo facto de poderem "soltar" a violência que se acumula em muitos dos elementos das claques, não aconselha que as pessoas pacíficas estejam por muito perto...
    E é claro que quem perde com esta situação é o Sporting...
    Temo que perante esta tomada de posição da Juve, se aproximem tempos difíceis de relacionamento da Direcção com a claque...
    Não sei como a Direcção irá resolver este "imbróglio", mas aconteça o que acontecer...o Clube dificilmente sairá a ganhar...
    Mas também não poderá "ficar refém" da acção de certos indivíduos, mesmo que "cobertos" pela existência de uma Claque organizada...

    E o Sporting "dispensava" tão bem, acções deste género...!!

    SL

    ResponderEliminar
  2. Onde se lê acidente, deve ler-se "incidente"

    ResponderEliminar
  3. Os meus parabéns ao amigo Max, pelo excelente comentário, ele explica mto bem, a forma como as claques funcionam, em suma, concordo com todas as suas palavras, sem excepção....

    SL

    ResponderEliminar
  4. Porque que não te identificas? Álamo

    ResponderEliminar
  5. Concordo com o texto e com o comentário mas, não há imbróglio nenhum! os agressores foram notificados, pelo menos duas vezes, para se pronunciarem e nada disseram ! queriam o quê?, que o CFD ficasse eternamente à espera destes senhores? os factos eram claros, foram testemunhados por dezenas de sócios e pela PSP. foram confirmados por depoimentos das vitimas e de testemunhas!! a decisão é clara e correta. Se quiserem recorram! Mas não se armem em vítimas. As vítimas estão bem identificadas, eles são os agressores. Agora, fica por perceber porque é que a JUVE LEO os vem defender....

    ResponderEliminar
  6. Sendo eu sportinguista em pleno direito, com mais anos de sócio que muita escumalha que anda dentro dos meandros da Juve merda (nao tem outro nome), acho que chegou o momento em que o sangue novo que esta direcção quer trazer ao clube, com esta nova mentalidade era limpar a podridão e a escoria que infelizmente o nosso clube ainda tem...

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE