sexta-feira, 11 de julho de 2014

Não há melhor Brasil que aquele que se constrói em Portugal !!!...



"A Liga está com um problema gravíssimo e está em falência. Não tem dinheiro para sustentar o seu próprio funcionamento, quanto mais as Ligas profissionais. A LPFP tem divida com a Federação, tem dívidas com árbitros, com fornecedores, até com um dos patrocinadores, ou seja, é uma catástrofe para o futebol português. Coisa que nós vimos a alertar há algum tempo. Queríamos ter tomado medidas mais drásticas, mas foi impossível, porque entrámos com um pedido de assembleia-geral que foi negado repetidamente por um antigo presidente da mesa assembleia-geral que é um completo cancro para o futebol e nem devia fazer parte do futebol, porque não tem capacidade nenhuma. Nunca apoiei essa gestão, nem no tempo da eleição. Não caí no conto do vigário e hoje deu no que eu. Espero que possamos ter tempo para recuperar. [...]

As consequências práticas é não ter dinheiro nem para arbitragem, nem para os carros dos delegados. Ou seja, não há dinheiro para começar o campeonato. Das duas uma: ou a Federação vai ter de assumir ou os clubes vão ter de pagar. Vamos ver os próximos passos. Ouvi dizer agora que esperam a legislação das apostas online. Mais um despreparo completo de uma administração de uma Liga de futebol profissional, mas não é nada que o Estoril e outros clubes não tenham dito. Infelizmente, para o futebol português é um dos piores momentos da sua história. [...]

A solução é limpar o que está lá. E acabar com aquilo que ficou com essa gestão nefasta, com essas pessoas que estão lá sem legitimidade nenhuma, num acto eleitoral fraudulento e criminoso. A primeira providência é fazer uma auditoria completa à Liga. Nós não sabemos o que existe dentro da Liga, os contratos, os documentos. Os associados não sabem de nada. Dizem que a culpa é dos clubes, mas a culpa é dos clubes que colocaram esse sujeito lá e que no momento mais oportuno não tiveram vontade de mudar. Para já, muitos clubes vêm tentando e não conseguem. Os tribunais foram associados, a promotoria, o ministério publico. Está na mão da justiça e das autoridades. Mas a primeira coisa é tirar essas pessoas de lá. Estão a acabar com o futebol português. Tomaram de assalto a organização responsável pelo financiamento das competições e estão destruindo isso."
(Tiago Ribeiro, in Notícias ao minuto)

Tiago Ribeiro, presidente da Estoril Praia, Futebol SAD. Um cidadão brasileiro, de ascendência portuguesa, também conhecido por "Canarinho Nómada", cujo trajecto de vida aparece por aqui, com inusitado detalhe.

Como chegou a esta terra tuga e com que linhas se tem cosido, depreender-se-à do trajecto acima referenciado. A Estoril Praia, Futebol SAD, ter-lhe-à permitido uma ascensão meteórica no futebol português, a que não será estranho, nem seria justo escamotear, o trabalho que levou a equipa à I Liga e ás competições europeias, pelo segundo ano consecutivo. Isso foi conseguido em simultâneo com um notório equilíbrio de discurso, sem afrontamentos com quem quer que fosse e cultivando a velha máxima "de bem com os deuses e com o diabo"!

Porém, há sempre um porém na vida de quem percorre trajectos similares, quando se sentiu "ambientado" ao famigerado pântano do futebol português e julgou estar chegada a hora de sobressair no meio da idiotice que tem comandado o incontornável "sistema", foi vê-lo abandonar o anterior "low profile" e passar-se, de armas e bagagens, para as trincheiras das forças que tudo têm feito para apear Mário Figueiredo! Onde tem permanecido, mas a cada dia, com um sentido e volume de discurso progressiva e notóriamente mais acentuados.

Está à vista o seu claro objectivo! Em terra de cegos, quem tem um olho é rei! Como sempre ouvi dizer desde pequeno...

Não há melhor Brasil que aquele que se constrói em Portugal!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE