quinta-feira, 7 de março de 2019

Agora será forçoso esperar pelos frutos da sementeira!...



Miguel Quaresma, novo director técnico da formação, já está em funções
Antigo adjunto de Jorge Jesus começou a trabalhar na Academia após gozo de férias

Estará concluída a profunda reforma da estrutura de futebol promovida por Frederico Varandas. Miguel Quaresma, a peça que faltava para completar o puzzle, já está em funções na Academia de Alcochete. O antigo adjunto de Jorge Jesus regressou a Portugal há sensivelmente um mês, depois de rescindir contrato com o Al Hilal, mas não começou de imediato a trabalhar, uma vez que dispôs de um período de férias que, agora, está terminado.

No projecto que Frederico Varandas estará a tentar implementar, Miguel Quaresma terá um papel decisivo, numa área que exige hoje um grande investimento, tanto humano quanto em infraestruturas, após anos e anos de ruinosa letargia, que acabaram por cavar distâncias absurdas para os rivais mais próximos.

As mudanças terão sido de tal maneira abrangentes que passaram, até, pelo segurança que voltará a acompanhar a equipa de futebol, com Paulo Almeida de regresso aos leões. De resto, para lá da promoção formal, desde Janeiro, de Hugo Viana a director desportivo e da manutenção de Roberto Severo como "team manager", os leões recrutaram, nos últimos quatro meses, João Pedro Araújo, novo director clínico, coadjuvado por Alireza Rabbani, cientista do desporto e Francisco Tavares, coordenador da nova Unidade de Performance, Paulo Gomes, novo director da Academia, o já referido Miguel Quaresma, director da formação e Raul José, director do "scouting", que será coadjuvado por José Guilherme Chieira, sendo que também Tomaz Morais assumiu recentemente o novo departamento de liderança e formação interna.

Embora a administração da SAD tenha a intenção de recuperar e reactivar a equipa B, cuja extinção foi considerada enorme erro estratégico, sabe-se que o projecto muito dificilmente poderá ser posto em prática já na próxima temporada, tudo apontando para que o venha a ser apenas na temporada de 2020/21, pelo que, até lá, os sub-23 continuarão a ser a única realidade entre a formação e a equipa principal.

Agora será forçoso esperar pelos frutos da sementeira!...

Leoninamente,
Até á próxima

Sem comentários:

Publicar um comentário

PUBLICIDADE