domingo, 14 de outubro de 2018

Uma boa vassoura é urgente em Alvalade!...


Bons e maus exemplos

«A entrevista que tem hoje para ler a Montero é um bom exemplo de quem não procura em cada esquina uma desculpa para o que de mal acontece no Sporting. Ambicioso quanto baste, positivo no que é possível e frontal no terrível problema pessoal que enfrentou, o colombiano é um exemplo a seguir no discurso e capacidade de enfrentar a realidade. Como se vê pelo que diz sobre o que sucedeu em Alcochete. Pena não ser liderado por alguém assim, como percebemos comparando discursos.

Pacheco Pereira não gosta de futebol. Já o assumiu mais do que uma vez e diz hoje nas páginas de Record que nem sabe "o que é um fora-de-jogo". Isso não o impede de ter um fantástico contributo cívico através do arquivo Ephemera, um legado notável. Menos público mas não menos simpático, o patrocínio à equipa de veteranos da Marmeleira. Porque não é contra este futebol que fala, mas o da máfia e negócios. Esse anda à vista nos últimos tempos. Bom haver ainda quem pense assim. 

Pancadaria no amigável (?) Paços de Ferreira-Tondela. O que dizer disto? Um desrespeito às camisolas que vestem. Uma pena. Uma vergonha.

Tenho dificuldades em entender a acção dos Super Dragões. Será que ali ninguém percebe que aquela parvoíce só prejudica a imagem do clube?»
(Bernardo Ribeiro, Saída de Campo, in Record)

Bernardo Ribeiro tem razão, quando frontalmente assume o que pensa sobre a diferença entre o discurso de Fredy Montero e outros discursos recentemente dados à estampa de quem tem sobre os ombros uma responsabilidade incomparavelmente maior.

Com o devido respeito pelos sportinguistas que pensam não haver qualquer diferença, também para mim as palavras de Montero se enquadram numa perspectiva que deveria ser comum a todo o universo sportinguista, enquanto outras palavras que por aí vamos ouvindo, não passando de descaradas massagens umbilicais, que determinam o natural asco de quem não confunde o Rossio com a Betesga,  estarão na origem directa, pecaminosa e imperdoável do inadmissível jejum que como um anátema parece ter sido lançado sobre o Sporting Clube de Portugal!...

Uma boa vassoura é urgente em Alvalade!...

Leoninamente,
Até à próxima

9 comentários:

  1. Agora já querem correr com o Dr. Varandas?? Tivessem votado (os 71%) no benedito que estávamos muito melhor servidos!!!
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que além de mudar de "óculos", não vá o sapateiro além da chinela! Frederico Varandas não foi para aqui chamado, para além de, óbvia e inevitavelmente, ter de pegar na vassoura! Foi a tese defendida pelo autor do blog neste postal e nenhuma outra que possa ser "inventada" por quem quer que seja, sportinguista ou "sportingalho"!...

      Eliminar
  2. Bom domingo Senhor Álamo para si e para todos os nossos companheiros sportinguistas. Até posso concordar com o silêncio da direcção. O ruído que toda a comunicação social está sempre a debitar contra nós e que em obediência à cartilha espera pelo nosso contraditório para criar novas páginas de jornais faz todo o sentido. Existe porém uma fronteira. Esse turning point tem de de estar perfeitamente bem definido e acontece quando a nossa massa adepta por falta de liderança começa a alimentar os problemas em vez de participar nas suas soluções. Forte abraço a todos os sportinguistas, Vítor Medeiros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com o devido respeito pela interpretação que Vitor Medeiros possa ter dado ao meu postal, a intenção foi participar numa solução que, em meu entender, de tão imperiosa e inadiável, não alimente e inviabilize até, no curto/médio ou prazo, os problemas que se começam a adivinhar. E julgo que essa intenção será tanto mais assertiva, quanto contrária for - e decerto que é! - à "campanha" que o "ruído que toda a CS vem fazendo" a favor da manutenção de quem deixou de ser solução no Sporting, para passar a ser um grande problema - vidé a maior entrevista em A Bola dos últimos tempos!...
      Um bom domingo também para o Vitor Medeiros.

      Eliminar
  3. Masd que seja uma vassoura de palha de aço. senão... não resiste!

    ResponderEliminar
  4. O problema, na minha modesta opinião, estando..., não está nos adeptos... Esses são, grosso modo, o espelho de uma sociedade motivada por desesperos e sustentáculos menos assertivos e objectivos... Os clubes, e os seus adeptos, são... o que são, e não são mais, nem
    menos, que outros grupos... quaisquer que sejam as motivações pelas quais se... agrupam... Pacheco Pereira tem toda a razão..., e também eu não destrinço quaisquer diferenças entre os outros e os 'meus'... assim eles se portem mal... Mas, e no caso até nem será muito honesto referencia-lo directamente, os 'Pachecos' desta nossas sociedade, muito particularmente, os jornal(eiros) são uns dos que terão a maior parte da culpa... São eles que fazem a opinião, são eles que sabem (e isto é que é a assunção da culpa...) que fazem a opinião é dão os motes motivacionais para esta ou aquela acção, na medida que são os primeiros a especular, a incitar, é muito particularmente, a faltar à verdade..., ou pelo menos, à verdade comprovada... São eles que lançam as achas à fogueira..., são ele que perpetuar o mal estar... tudo à custa de uns 'simples' patacos...

    Esta já é uma discussão reiteradamente permanente... e as falsas palavras consubstanciar-se-ão, mais cedo que tarde, num futuro 'post' (sim, o jornalismo, hoje, lacticínios senso, pouco mais é que um post, não resultado de um momento mais ou menos emocional - antes fosse - mas pensado com um certo é determinado objectivo) que dirá exactamente o contrário do que agora diz Bernardino Ribeiro... Não sou eu que o digo... será ele...

    ResponderEliminar
  5. Mais uma vez o nosso Manuel Fernandes na SIC noticias a enumerar as nossas debilidades em relação ao futebol de formação. Não concordo. Têm de ser sempre assuntos internos. Um infiltrado não feria melhor.

    ResponderEliminar
  6. Uma boa vassoura é urgente em Alvalade!..Acha mesmo que sim Sr.Álamo? então a vassourada não foi dada em 8 de Setembro? O "mal disto tudo" não foi já afastado? Não percebo,julguei que agora estivesse tudo na paz do Senhor.SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Guri não percebe, nem jamais perceberá! Nenhum "sportingalho" alguma vez será capaz de compreender todo o mal que foi feito ao Sporting nos últimos cinco anos! Nem as muitas coisas boas que os sportinguistas, com toda a hombridade e lucidez reconhecem terem sido feitas nesse pior período da história do Sporting Clube de Portugal, conseguirão alguma vez extirpar as nódoas que ficarão para sempre gravadas negativamente na nossa memória colectiva...

      Agora está tudo em paz, felizmente para o Sporting e para os sportinguistas, que se mostraram capazes de regenerar o Clube. Mas ainda faltará limpar - vassourar! - muita da imundície que sobrou do período mais negro da nossa gloriosa história!...

      Mas não fique incomodado por não perceber: tal como uma figueira jamais será capaz de produzir abacaxis, nunca um escorpião deixará de tentar picar mortalmente a inocente rã, é a sua natureza!!!...

      Eliminar

PUBLICIDADE