sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Exactamente no cu que as veste!...



Muito dificilmente encontraremos imagem mais sugestiva para definir o que autenticamente parece ser o Sporting que José Peseiro tem vindo a construir há mais de três meses, em termos defensivos: "cesta rôta"!...

Uma impensável e inadmissível "cesta rôta", aquela que permitiu ao Benfica, na Luz, renascer das cinzas, quando as trombetas de todos os anjos dos céus lhes anunciavam a iminente derrota; ao Braga, na Pedreira, alcançar uma vitória e a liderança da Liga, quando até o bruxo de Fafe já tinha abandonado as arquibancadas; ao Vorskla de Poltava,  na longínqua Ucrânia, quando nos últimos momentos ainda foram oferecidas abébias leoninas que quase comprometiam o esforço final; ao Portimonense, no seu estádio municipal, quando, com a reviravolta e a liderança a um pequeno passo de Alvalade e aos algarvios já tremiam as perninhas, ainda foi aberta a auto-estrada para a hecatombe; e, finalmente, até no treino particular, em Alcochete e contra um conjunto torresão a militar nos infernos do terceiro escalão, enfardamos dois golos que desfizeram a natural e exigível goleada!... 

Seja contra um qualquer "colosso europeu", ou em confronto com o mais humilde "mija-na-escada" cá do burgo, o Sporting de Peseiro é sempre uma autêntica "cesta rôta", jogue quem jogar naqueles desastrados sectores defensivo e médio mais recuado.

Claro que todos estaremos de acordo que uma boa parte do defeito estará na incrível qualidade do pano com que foram feitas as "calças"! Porém, ninguém acreditará que o grande problema não esteja...

Exactamente no cu que as  veste!...

Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. Torrejano é Torres Novas...
    O Sporting jogou com o Torreense, Torres Vedras! Terra do Grande Joaquim Agostinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade! Obrigado pela correcção. Torresão deveria ter sido o vocábulo utilizado. Já foi feita a reparação do erro...

      Eliminar
  2. Qualidade do pano? Coates Mathieu Andre pinto acuna. A qualidade está lá o cu é que está como o da Mayorga

    ResponderEliminar
  3. Conforme escreveu e bem o problema está perfeitamente identificado. Outra coisa são os timings da sua resolução. Existem variáveis que têm de muito bem ponderadas, rescisões,quem é o agente do treinador, etc. Posso estar a ser injusto mas concordo totalmente que o nosso clube merece outro tipo de treinador.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE