quarta-feira, 17 de outubro de 2018

São os "sportingalhos"!!!...



Luís Paixão Martins

7 h · 

«Quando era consultor de Comunicação fui convidado, mais do que uma vez, para colaborar com o Sporting. Neguei sempre essa possibilidade por duas razões: primeiro, porque queria continuar a viver o meu clube na parte lúdica da vida; depois porque achava que o Sporting era muitíssimo mal gerido.
Em contrapartida, aceitei colaborar com o FC Porto, uma instituição organizada, com os objectivos e a liderança bem definidos e onde o amadorismo dirigente não entrava.

Desde que Frederico Varandas, candidato que apoiei, tomou posse como dirigente do Sporting que tenho sido apontado, sobretudo pelos atrasados que continuam a aclamar Bruno de Carvalho como presidente, como “director de Comunicação” e afins do meu clube. Houve mesmo um blogue, animado por um cobarde anónimo ligado à empresa que continua a ser um dos principais fornecedores de serviços de Comunicação do Sporting, que escreveu que obtive um negócio de “2,3M a 3M de euros” com o meu clube.

Ora, para evitar este tipo de especulação - que faz com que haja mesmo jornalistas a contactarem-me para que que eu confirme o que se passa ou deixa de passar no Sporting - venho esclarecer o seguinte: o
 Sporting tem 2 grandes fornecedores de serviços de Comunicação (o resto são migalhas...). Ambos foram escolhidos por Bruno de Carvalho e ambos têm contrato de prestação de serviços a longo prazo assinados por Bruno de Carvalho. Nada disso mudou com a gerência transitória da equipa de Sousa Cintra e nada disso mudou com a gerência eleita de Frederico Varandas.

O fornecedor da Sporting TV, com um contrato que vale 2M€ por ano, continua a ser o mesmo de Bruno de Carvalho. O fornecedor dos restantes Media próprios do Sporting (jornal, digital, etc., incluindo o cobarde anónimo do Mister do Café), com um contrato que vale 700m€ por ano, continua a ser o mesmo de Bruno de Carvalho.

É assim e assim continuará a ser por muito tempo em resultado dos contratos deixados por Bruno de Carvalho.

Aliás com a actual direcção do Sporting, excepção feita ao Futebol que é dirigido pelo próprio presidente Frederico Varandas, tudo continua a ser como era no tempo de Bruno de Carvalho. E essa seria, aliás, razão mais do que suficiente para eu nada ter com a ver com o assunto.»


Depois de ler o postal que LPM deixou hoje na sua página do FB, deu-me para rebuscar no fundo do meu baú de recordações - já lá vão bem mais de quatro anos! -  e acabei por encontrar esta curiosa pérola publicada pelo jornal Record em 24 Abril 2014 às 06:44:



YoungNetwork já em funções no jornal do clube

Alterações vão avançar

«A falta de sustentabilidade financeira do jornal oficial do Sporting levou a que na última semana o emblema de Alvalade dispensasse os serviços de sete dos seus funcionários, colocando à frente da referida publicação a YoungNetwork, empresa que tratou da assessoria de comunicação da campanha de Bruno de Carvalho para as eleições de 2013 e que já vinha colaborando com o departamento de marketing do clube nos últimos tempos.

Ontem, em comunicado oficial, os verdes e brancos justificaram a opção com vista “a uma maior optimização dos recursos disponíveis, melhor qualidade e rigor de informação”, tendo como meta criar “uma gestão global e integrada dos conteúdos, com distribuição multiplataformas, através dos canais de comunicação actuais e futuros”.

Prevê-se, neste sentido, que a Sporting TV, projecto que já está a ser elaborado, seja o auge da reorganização do organograma comunicacional do leão, que pretende assim catapultar a reaproximação a sócios e adeptos do clube. No referido documento, o Sporting revela que todos os elementos da nova equipa terão, obrigatoriamente, de ser sócios do clube.»



Mais recentemente, lembro-me de ver publicada no mesmo jornal, em 18 Julho 2018 às 18:34 esta outra curiosa pérola:



YoungNetwork pede rescisão com o Sporting

Grupo de comunicação quer terminar três contratos por mútuo acordo



«A YoungNetwork pediu a rescisão dos três contratos que mantém em vigor com o Sporting. O grupo de comunicação, que trabalha as áreas de consultoria, criatividade e a vertente de conteúdos para o jornal, site e outras plataformas do clube, entende que não tem condições para levar até ao fim os compromissos que são válidos até Junho de 2019 e solicita mútuo acordo.

A empresa alega que "saíram na comunicação social informações falsas e caluniosas no dia 9 de Julho sobre a agência" e que "elementos da Comissão de Gestão tinham conhecimento no dia 8 de Julho que essa informação iria sair." Mais, acusa a YoungNetwork, a "informação de contratos privados está, selectivamente, a sair na imprensa ou redes sociais."

Desta forma, "pede a compreensão da Comissão de Gestão para que os três contratos possam ser rescindidos, por mútuo acordo" e esclarece, sobre os serviços contratualizados, que esses "foram os únicos a ser facturados durante a vigência do contrato" e que "não existe nenhum outro pagamento além do que decorre de ter mais de 20 pessoas diariamente a trabalhar para o Sporting CP."

"Foi um orgulho enorme para toda a equipa trabalhar para uma marca e uma instituição como o Sporting CP", conclui a YoungNetwork.»


O mais curioso porém, terá sido o facto de, por mero acaso, obviamente -  ele há cada coisa a acontecer-nos nesta vida! -, no fundo do baú onde encontrei a primeira das duas notícias acima, ter encontrado a morada de uma ainda mais curiosa, surpreendente e quase transcendente pérola de que, por uma dupla e mera questão de higiene, apenas deixo a imagem de apresentação que nela surge:

Tudo isto para demonstrar aos meus leitores mais cépticos e saudosos dos "tempos da outra senhora em Alvalade", que estou absolutamente certo e convicto de que tudo aquilo que Luís Paixão Martins hoje escarrapachou na sua página do facebook será bem mais verdade do que as eleições de 8 de Setembro terem decretado a extinção definitiva dos "sportingados" e  tão verdade quanto o aparecimento de uma nova espécie, qualquer coisa semelhante à invasão da "vespa asiática" que nos tem feito a vida num inferno com a construção de ninhos em tudo o que é canto abrigado e cujas picadas nos levam a correr para as urgências, que vai sobrevivendo em cada galho que ainda estiver disponível na outrora opulenta "árvore da demagogia", para em "organizada desorganização" continuar a lutar  e a tentar provar que para além deles, todos os sportinguistas são estúpidos e que só existe uma única verdade, a deles...




São os "sportingalhos"!!!...


Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. Bruno de Carvalho certamente não conhecia Paixão Martins quando foi eleito presidente. A falta de nível de LPM pouparia ao desgaste do ex-presidente.
    Mas Paixão Martins é amigo dos seus amigos, não haja dúvidas:
    https://pbs.twimg.com/media/DgHtLqJWAAA0aK2.jpg
    https://4.bp.blogspot.com/-jlhQiL47k7w/WymTdzZ7A31/AAAAAAAQ5k/YNK6LSQrt1kKq1e5KLL0bFoQUrAHWEP7QCLcBGAs/s400/Ricciardi.png
    Trabalhou na comunicação do FC Porto na época do apito dourado, com Isabel dis Santos, com o PS, com José Sócrates, com o BES de Ricardo Salgado, JMRicciardi.

    LPM é uma personagem que gostaria de ver longe do Sporting, é não é só pela falta de educação e insultos que dirige à outros sportinguistas na sua página. Se não irá trabalhar para o Sporting que se ponha longe!

    Por fim, com este comunicado da Young Network em que é que ficamos?
    Saíram ou mantêm o contrato de longa duração que termina para o ano?

    SL

    ResponderEliminar
  2. Como sempre, é muito fácil enganar os sportinguistas. Você já tinha idade para ir aprendendo qualquer coisa e não se deixar ir na propaganda rasca! Ganhe juízo e comece a pensar pela sua cabeça...

    ResponderEliminar
  3. E colocar gente séria no Sporting, lpm , youngnetwork são apenas guerras Pedro SA, estas coisas de profissionais, querem só o do fim do mês, farto deles até até à ponta dos cabelos...

    ResponderEliminar
  4. As pessoas não se apercebem do ridículo! Critica BdC e orgulha-se de ter colaborado com "um clube organizado", o FC Porto... Eu conheço a história do FC Porto, nomeadamente, no tempo de Pinto da Costa! E se alguém se orgulha de ter colaborado com essa organização nesse tempo diz muito sobre os seus valores!Paixão Martins, vai ler um bocadinho de filosofia maniqueísta para não caíres no ridículo! Eu fico parvo, como é que ignotos desta magnitude podem ter sucesso em empresas de comunicação! Isso diz muito sobre os portugueses, que confundem comunicação com propaganda.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE