sábado, 29 de março de 2014

Doença de cão, cura-se com pelo do mesmo cão!...



Andam por aí uns analistas e comentadores bacocos, a tecerem loas ao Presidente do Sporting Clube de Portugal, à estrutura que ele terá posto de pé, à contratação visionária de Leonardo Jardim e de alguns atletas comprados ao preço da uva mijona, como razões fundamentais para o êxito do Clube nesta temporada. Esta gente nem as pensa. Bem aventurados os pobres de espírito!...

A verdade, a verdadeira e sublime verdade, é escrita todos os dias nos três jornais desportivos. Esses sim, esses trazem-nos a verdade em cada linha que nos dão o privilégio de ler, depois de paga a côngrua da sua aquisição.

Bruno de Carvalho, quando resolveu sair do remanso da sua tranquilidade e iniciar a sua cruzada pela restauração do Sporting e pela instauração da verdade desportiva neste podre futebol português, passou a "kalimero", chorão, mentiroso e imbecil. Porque o futebol português é um exemplo de virtudes, o Sporting nunca foi roubado, espoliado, vilipendiado e ostracizado por um sistema corrupto e podre que nem sequer existe em Portugal. A "luta contra os maus" é uma patranha espúria que estará condenada ao fracasso, ante as virtudes de quem tem dominado o futebol português nas últimas décadas. Quem o diz, não sou eu, também pecador, por não trocar jamais a minha fatiota verde e coçada, pelo prato de lentilhas que alguns colocam na mesa em cada dia. Como por exemplo, um ilustríssimo sub-director do "Rascord", José Ribeiro, que hoje vem colocar tudo em pratos limpos e dizer, a verdade, só a verdade e nada mais que a verdade!

E que ninguém se iluda. Quem verdadeiramente terá operado a "primavera leonina" e estará a preparar a nova "revolução de Alvalade", são A Bosta, o Rascord e o Jogo Sujo!... 

Entre os três, estarão prestes a colocar Leonardo Jardim, muito provavelmente, como treinador do Real Madrid, quiçá do Barcelona ou de outro qualquer "tubarão" comprado por um "endinheirado" russo ou árabe, depois de terem encetado negociações e estarem em vias de conclusão as transferências de Rui Patrício, Maurício, Marcos Rojo, Cedric Soares, Jefferson, William Carvalho, Adrien Silva, Diego Capel, Fredy Montero, Islam Slimani, André Carrillo, Carlos Mané e mais algum que tenha escapado ao olho de lince com que vasculho diariamente as "postas de pescada" publicadas pelos "três da vida airada" da nossa imprensa desportiva, bem acompanhada pelos sites com que a revolução tecnológica nos premiou e que pululam por aí, omniscientes e de verbo fácil.

Complementar e consequentemente ligadas as estas "acções de venda", estarão as contratações a um "pequeno passo" da concretização, do guarda-redes Ricardo da Académica e do seu companheiro de equipa Fernando Alexandre, dos estorilistas Gonçalo Santos, Evandro e Sebá, do vilacondense Filipe Augusto, do belenense Rambé, dos maritimistas Derley, Sami, Ali Ghasal e Rúben Ferreira, do búlgaro Simeon Slavchev, do lituano Giedrius Arlauskis, do polaco Pawel Dawidowicz, do paraguaio Marcelo Estigarribia, do brasileiro Geromel, e não pensem que a extensa lista ficará por aqui. Nem eu serei um "disco rígido" prenhe de teras, nem o mercado já estará encerrado, quando nem sequer ainda abriu.

O pobre do Leonardo Jardim, ou aquele que o vier a substituir depois de batida a respectiva cláusula de rescisão, que ainda não sabe bem se será de 1,5 ou 15 milhões, vai ter de começar tudo, OUTRA VEZ! DO ZERO! Como determinam as boas regras dos agentes do tal "sistema com dois polos"! Porque do edifício tão arduamente construído em Alvalade, não ficará pedra sobre pedra. Os outros, os "patrões dos pasquins", não pensam, nem precisam, de vender ninguém! E a somar aos 147 que militam no Seixal e aos 139 com a "ficha corrupta azul e branca" que vão treinando no Olival, construído com o nosso dinheiro e arrendado por 500 euros mensais a D. Bufas, e exceptuados todos os "abdoulyes e migueis rosas" desta vida, que por esse país fora vão contribuindo com o seu "esforço" para a manutenção do "regabofe" desta suculenta e tão encarniçadamente defendida bipolarização, hão-de chegar mais duas camionetas de estrangeiros importados, uma para cada um. quem sabe se alguns deles recomendados por Paulo Bento, já com processos de naturalização em andamento.

Se eu estivesse no lugar de Bruno de Carvalho, demitia-me! O Sporting Clube de Portugal, apenas com o ligeiro "empurrão" dos militantes dos "três da vida airada", sobreviveria perfeitamente sem ele e até poderia encomendar antecipadamente as faixas de campeão... da II Liga!...

A diarreia é uma doença danada! Quando sobe, é de consequências terríveis! E parece estar a assumir por essas redacções desportivas, uma progressão viral! Alguém me diz onde poderei encontrar óleo de rícino, para enviar com urgência a esta gente?! Dizem que doença de cão, se cura com pelo do mesmo cão!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Para a diarreia, tal como vulgarmente é entendida, qualquer Imodium a resolve; agora a diarreia mental, essa é problemática: espalha-se pelo cérebro (se existir, pois há crânios ocos) e, dependendo da quantidade, as sobras têm tendência a descer e a saírem pela 1ª cavidade que encontram -ao contrário, nestes seres a diarreia vulgar tem tendência a subir, tal como o meu amigo bem referiu, e a procurar a mesma cavidade para ser expelida.
    Penso que é devido a estes fenómenos que nasceu a expressão "cara de cu", pois é característica de tais seres a grande semelhança entre os dois orifícios por onde são expelidas as diarreias que os acometem.
    Por isso, meu caro, nos desportivos diários só as "gordas" das capas, excepto para a minha mulher que aproveita um ou outro jornal antigo para colocar por baixo da areia da sanita da gata.
    Sinceramente, muitas vezes basta-me a cor das capas para determinar se paro ou não na tabacaria aqui em frente...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vou lendo o que posso, sem lhes pagar o papel. Tomar a bica onde costumo, dá direito a ver as gordas de A Bosta, e algum artigo pintado de verde. Cá em casa, o Meo, passe a publicidade, vai-me permitindo ver o que dizem os outros. É de homem avisado saber as linhas com que se cose o inimigo!...

      Eliminar
    2. ...e não é que, de repente, fiquei curioso, genuinamente curioso, sobre a capa de àmanhã do pasquim ojogo?
      Será a foto do penalti sobre o Quaresma?
      Será a foto dos acontecimentos pós-jogo?
      Será a foto do lance de golo anulado?
      Bom talvez esta última, acompanhada de título, bem destacado, sobre Sporting ou BdC, pressões, coacções...sim, porque o Capela ´´e árbitro amigo!

      Certo, certinho, é que, a partir de agora, os "chorões" sportinguistas passarão a ter a "honrada companhia" (para longe vá o agoiro!) dos acólitos de don buffoni -uns chorões, pois claro!

      Estou contente! Estou contente, não pelos agora 8 (ditos 7) pontos de vantagem sobre os fruteiros -acho que nunca recuperariam 4, quanto mais 7- mas por sentir que a arrogância portista -"de derrota em derrota e, no fim, ganha o focuporto"- estourou. Não foi uma bufa, estourou mesmo!

      Quanto à pasquinada lisboeta (permitam-me o meu bairrismo aveirense), tem tudo para umas capas felizes.
      E o Proença aproveitou bem para fazer as pazes, não é verdade, Feija?

      Eliminar

PUBLICIDADE