sábado, 16 de junho de 2018

Quero o meu Sporting de volta!...


O EFEITO JUDAS NA VIDA DO SPORTING

«A decisão do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, na sequência da providência cautelar requerida pelo sócio n.º 1265, Manuel Cordeiro Ferreira, veio colocar alguma ordem sobre a confusão instalada no Sporting, mediante as reacções de Bruno de Carvalho em relação à legitimidade da acção da Mesa da Assembleia Geral presidida por Jaime Marta Soares e da Comissão de Fiscalização entretanto nomeada por este, que havia tomado a decisão de suspender preventivamente, com efeitos imediatos, o Conselho Directivo, constituído por Bruno de Carvalho, Carlos Vieira, Rui Caeiro, Alexandre Godinho, José Quintela, Luís Roque e Luís Gestas.

O requerimento de Manuel Cordeiro Ferreira pedia ao Tribunal a suspensão imediata das assembleias gerais convocadas pela Comissão Transitória da Mesa da Assembleia Geral, 'presidida' pela inefável Judas, para os próximos dias 17 (domingo) e 21 de Julho e solicitava que os requeridos (pessoa colectiva SCP, Elsa Judas, Bernardo Barros e Yasmin Nobre, da autodenominada Comissão Transitória) fossem advertidos de que incorreriam em crime de desobediência qualificada se infringissem os efeitos da providência cautelar.

O Tribunal esvazia, pois, a arrogância e a ilegitimidade do Conselho Directivo em nomear uma comissão transitória para 'substituir' a Mesa da Assembleia Geral do Sporting, ao arrepio de todas as normas consignadas nos estatutos do clube. Ainda anteontem ouvíamos a inefável Judas a defender que 'era o que faltava' que os estatutos fossem a 'lei suprema', tentando justificar - através da 'lei ordinária' e da 'Constituição da República' - o flagrante abuso da constituição da Comissão Transitória.

Quer dizer: a inefável Judas (não Jubas) salta de galho em galho para tentar justificar o injustificável. Todos os expedientes têm sido utilizados para se ignorar o essencial: Bruno de Carvalho e aqueles que ainda sustentam esta ignominiosa colagem a um poder tão frágil colocaram o Sporting numa situação grave e preocupante. O Sporting é hoje um clube ferido e fracturado porque Bruno de Carvalho o dividiu indecentemente. Não fez NADA para unir os sportinguistas. Fez tudo para estigmatizar adeptos e sócios. Lançou uma guerra interna e externa sem precedentes. O cúmulo dessa insensatez foi quando quis atingir os jogadores e o treinador.

Toda a gente percebe que a invasão à Academia - o momento mais triste da história do SCP - aconteceu na sequência de um clima de confronto insustentável. A invasão à Academia não aconteceu como um acto isolado e impossível de conter pelo clube e pela SAD. O fogo há muito que estava irresponsavelmente ateado. As claques vinham sendo estimuladas a ter um papel relevante na relação com a equipa. As pressões e as ameaças nunca foram nem criticadas nem travadas. A série de lamentáveis acontecimentos, com elementos das claques no terreno (nos estádios, nas garagens, nos aeroportos, na Academia), nunca foi objecto de uma declaração madura e responsável. Isso não pode ser esquecido.

Só agora, depois desta decisão do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, a AG destitutiva do dia 23 (próximo sábado) tem condições para ser realizada. Bruno de Carvalho foi obrigado a recuar e a anuir. A alternativa era manter-se na senda de arranjar argumentos e expedientes para alimentar a cegueira e esta loucura sem precedentes na vida de um clube de futebol, ignorando uma decisão judicial e arriscar-se a ser detido. É arriscado, todavia, na sequência da decisão do Tribunal, continuar a dizer que não reconhece Jaime Marta Soares como presidente da Mesa da Assembleia Geral, como é arriscado utilizar a tese, amplificada pela inefável Judas, segundo a qual a decisão judicial foi proferida sem audiência prévia dos requeridos, o que aconteceu porque essa audiência colocaria em risco o fim ou a eficácia da providência.

Os sócios do Sporting vão ter a palavra: ou insistem nesta visão destrutiva de valor ou criam condições para a afirmação de uma alternativa. Uma alternativa que, para bem do Sporting, não pode nem contemplar uma 'visão terrorista' nem uma visão excessivamente romântica, colada ao passado não muito distante do clube leonino: o Sporting precisa de um projecto verdadeiramente alternativo, de recuperação desportiva, financeira e reputacional. Pode levar anos? Pode. Mas é essencial para travar esta dinâmica de 'paçosdeferreirização', chamemos-lhe assim, em que Bruno de Carvalho, 'contra tudo e contra todos', colocou o Sporting. As rescisões vão ser todas revertidas? Pois. A Comissão Transitória também tinha sido constituída à luz dos estatutos… O efeito Judas na vida do Sporting tem de parar. Esta traição à ética, à reputação e à credibilidade já tem custos demasiado elevados. Para o Sporting e para a Liga portuguesa...»

Aos sócios do Sporting apresenta-se agora uma semana de importância fundamental para que possam reflectir seriamente sobre que futuro pretendem para o seu Clube: "ou insistem nesta visão destrutiva de valor ou criam condições para a afirmação de uma alternativa"!...

Por mim já decidi. Este não é o Sporting que eu amo...

Quero o meu Sporting de volta!...

Leoninamente,
Até á próxima

9 comentários:

  1. Queres paz e ser comido de cebolada?
    Estranho desejo esse..
    Eu sou o oposto,não quero o SCP de antigamente!Quero um SCP que demonstre o Leão que tem como simbolo e que os fundadores queriam para o SCP.Ou achas que os fundadores estão contentes com os últimos 30 anos?
    Quero um SCP forte,mesmo que isso signifique perder alguns milhares de sócios.
    Para se dar dois passos em frente,ás vezes tem que se dar um atrás primeiro..
    Limpar a casa,expulsar melãncias,croquetes e toupeiras.È esse o caminho.E quem achar mal,que funde o SCCascais ou outro clube elitista qualquer.
    O SCP é do POVO!
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BdC nunca irá trazer paz. No dia q o AÇO esteja novamente bem. ele irá criar um novo problema. tem sido sempre assim

      Eliminar
    2. Nao sei sequer se es socio,adepto do clube ou mesmo um infiltrado.
      Mas como te vejo muito por aqui vou partir do presuposto que gostas do verde (dizer que es sportinguista e ofensivo para o clube).
      Nao sei se os fundadores do clube estariam satisfeitos com o desempenho do clube nos ultimos 30 anos, acredito que nao estariam nem os sportinguistas estao.
      Mas certamente estariam descontentes e envergonhados em verem um presidente do clube que viola estatutos, e se da ao desplante de propor alteracoes aos mesmos ao estilo veneszuelano para se perpetuar no poder. BC merece um so destino, ser expulso de socio.
      Depois dizes uma das maiores barbaridades que ja li..."Nao me importo de perder milhares de socios" , afirmacao ao nivel das purgas de Estaline.
      Eu direi o contrario, quantos mais socios melhor, aceitando a pluridade, no respeito pela diferenca.
      O teu dilema e que tu e muitos como tu manipulados na cartilha de BC, intitulada Eu ou o caos, vai fazendo politica de terra queimada nao perceberam ainda que o clube nao e o circo chen.
      Quando apelas a mim e outros que pensam como eu para sair, eu respondo te, pq nao sais tu?
      Pq nao fundas tu um clube novo, que tenha no artigo 1, Ate sua morte o presidente sera sempre Bruno de Carvalho ou alguem por ele mandatado.
      Escuta, vai mandar sair do clube a p. Que te p., quem esta a mais no clube es tu!!!

      Eliminar
    3. Sr. João Antunes quais as alterações dos estatutos que visam a perpetuação do poder? Deixariam de existir eleições de 4 em 4 anos?
      Acha bem que um consócio que declara publicamente a sua demissão, perante todos os portugueses e sportinguistas continue a querer "mandar" no clube e até arrogar-se à expulsão de um presidente eleito?
      Eu não sei qual a cartilha de BdC e respetiva manipulação, mas conheço bem a manipulação do CMTV, dos Cartilheiros do Benfica, dos múltiplos comentadores que povoam as televisões portuguesas, da Bola, Record e Jogo e lamento que termine a sua aula de sapiência e estatuto moral com o seguinte escrito: "Escuta, vai mandar sair do clube a p. Que te P., quem esta a mais no clube es tu!!!". E o Sr. diz-se sportinguista?

      Eliminar
    4. João se enfiaste a carapuça tens que ir debater com a tua consciência,não é comigo.
      E sim,há alguns sportinguistas que apenas querem o SCP para fazerem dinheiro.
      Não conheço BDC de lado nenhum mas como ficaste ofendido deves de conhecer alguns croquetes..
      SL

      Eliminar
  2. Palavras de alguém que se diz Sportinguista e que eu, com os meus 56 anos, nunca vi ou ouvi defender o clube. Por isso, e em conclusão, pergunto : CUSTA ASSIM TANTO ESCONDER O ÓDIO ?

    ResponderEliminar
  3. Completamente de acordo consigo Balakov. Eu quero um Sporting que seja dos sócios, com modalidades pujantes. Eu quero o Sporting Clube de Portugal e não o Sporting Futebol Clube.

    ResponderEliminar
  4. Este Rui Santos é o espelho do tipo de Sportinguista que podemos, aproveitando este momento histórico do clube, varrer de uma vez por todas. Estou farto destes abutres de merda que ganham a vida a deitar abaixo tudo o que de bom se quer fazer no futebol nacional. Lembro-me do contador que este merdas tinha para criticar a política de aproveitamento da formação no tempo de Soares Franco. De como criticava constantemente tudo o que o Paulo Bento fazia para tentar manter paz numa equipa de putos mercenários como Yannick Djaló, Nani, Miguel Veloso,etc. Rapidamente se esquece dos bons conceitos e valores, dos quais passa a vida a dizer que representa, só para lançar dúvida e mais lama para a arena que serve de ganha pão para indivíduos como ele.
    Enquanto tivermos de levar com gente desta na comunicação social, o meu Sporting tem de ser, sempre, o principal alvo destes palhaços. Significa que estamos a fazer as coisas bem, num caminho honroso e independente.

    ResponderEliminar
  5. Vamos voltar a ser o clube simpatico, depois todos elogiam a força mental, a mentalidade vencedora, espírito competitivo do Cristiano Ronaldo, mas o Sporting gosta mesmo é de ser o clube simpático. Farto dessas mentalidades que são os "notáveis" e "famosos", o Sporting não devia nunca ser deles, não sabem nem o que significa força mental em competição porque eles só conhecem a força mental do poder, dos cargos, do dinheiro, dos interesses

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE