quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Este "striptease" do caricaturado só surpreendeu os "pobres de espírito"!...



O "cartoon" mais não reflecte que aquilo que todos pudemos constatar: a extrema "elegância" das palavras do aziado!...

A caricatura vive exactamente da sublimação dos defeitos/virtudes do caricaturado, cuja personalidade e maneira de estar apenas são camufladas até o verniz estalar, até ao dia em que o "rei fica nu"!...

Este "striptease" do caricaturado só surpreendeu os "pobres de espírito"!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Só falta uma coisa nesse cartoon:

    Uma mão por baixo do braço de Rui Vitória a "dar o mote" para o gesto dele. Nada do que o Senhor Rui Pinho disse veio das suas convicções ou ideias, mas sim de um discurso preparado de antemão.

    Basta olhar para ele enquanto fala e percebe-se facilmente o esforço que está a fazer para usar certas expressões e figuras de retórica que lhe foram esfregadas na cara, metidas pela boca a dentro.

    Tão triste, um dos maiores clubes de Portugal reduzido a um circo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo consigo. O Rui Pinho parecia incomodado com o guião que lhe haviam dado para decorar e declamar.
      Melhor teria sido se imitasse o patrão: lia o discurso e ponto final.

      Eliminar
  2. Como homem penso que o Manuel machado caracterizou bem o jj com aquela célebre frase.
    Já como treinador o jj é excelente.
    O RV penso que não se sente bem neste tipo de bate bocas.É um peixe fora de água.
    Rui Silva.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE