segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Percebeu, senhor Director?!...


ISTO É ESPECTÁCULO!


«A avaliar pelos dois encontros que as equipas já fizeram entre elas esta temporada, o futebol português - e por tabela todos os adeptos - ficaria a ganhar se houvesse mais jogos entre o Sporting e o Braga. É mesmo disto que precisamos: partidas intensas, emocionantes e com um futebol de altíssima qualidade que faz destacar não apenas a dimensão táctica e colectiva mas também a capacidade individual dos jogadores. Com jogos assim, independentemente de preferências clubísticas, é que os estádios podem encher.

No final do grande espectáculo de Alvalade, o Sporting saiu vencedor. E bem. Foi uma reviravolta fantástica que fez apelo a todas as forças, entre elas a dos seus adeptos, como aliás Jesus e jogadores fizeram questão de realçar. Esta fé leonina move montanhas e, ontem, conseguiu derrubar um Braga que jogou sempre com a baliza de Patrício nos olhos. Não é porém apenas uma questão de alma. É mais do que isso como se viu nos três últimos encontros que o Sporting realizou...»
(António Magalhães, Entrada em Campo, in Record)

Obviamente, senhor Director! Mas para que o espectáculo possa atingir um nível ainda mais superlativo, é imperioso, urgente e inadiável, que o seu jornal passe a dar-lhe ainda mais destaque que ao nevoeiro que se abateu sobre a Choupana!...

Percebeu, senhor Director?!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Caríssimo Álamo, o que este senhor Director do pasquim mencionado já porventura terá percebido é que, independentemente das inúmeras notícias plantadas ou não, que quase diariamente, visam destabilizar o Sporting, não surtem efeito nem destabilizam este "estado de alma" da equipa que está a criar "estofo" e a ser impermeável a fatores externos.
    Esta para mim tem sido e terá de ser cada vez mais uma grande vitória e um upgrade imenso no nosso Clube: blindar aquelas paredes. O que vem de fora, não afeta nem interessa, o que se passa lá dentro por lá se deve manter e não transparecer cá para fora.
    SL

    ResponderEliminar
  2. Compreendo o comentário do caro Mário Santos e considero indiscutível o seu segundo parágrafo.

    Já o mesmo não direi do primeiro parágrafo, uma vez que o dito jornal, desde que o "querido manha" foi substituído por António Magalhães, corrigiu substancialmente a sua trajectória e não será propriamente o pasquim que refere, talvez por desconhecer factos e realidades que por esta via entendo não poder nem dever explicar-lhe.

    O post que escrevi e publiquei, leva uma clara mensagem para os jornalistas sportinguistas que fazem os nossos jornais, desportivos e não só: é imperioso, urgente e inadiável que cumpram o seu dever, como adeptos do glorioso Sporting Clube de Portugal! E isto porquê?! Porque agora que o Clube está a levantar a cabeça, esses jornalistas terão de concorrer para o equilíbrio de forças nos seus jornais, em vez de continuarem a prestar vassalagem a quem, por processos obscuros, conseguiu a hegemonia que decorre do "laissez faire, laissez passer" de todos os que não comungam da mesma "ideologia"!...

    Fico-me por aqui. Estou certo que o caro Mário Santos entenderá a minha mensagem, sendo que ao fundo do blog encontrará a via correcta para um melhor e mais profundo esclarecimento.
    SL

    ResponderEliminar
  3. Caríssimo Álamo, compreendido e fico agradecido pelo seu esclarecimento e ponto de vista que eu muito respeito.
    Mesmo havendo razões que a minha razão desconhece, compreenda esta aversão a quem perdeu a minha confiança e crédito, atingindo o seu auge num período negro e manhoso, apesar de verificar que já se vai respirando outro tipo de ares por aquelas bandas, porventura mais "limpos" e menos "tóxicos".
    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE