quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Imperdoavelmente trocou os brinquedos das crianças mimadas da Luz!...


Caiu o Carmo e a Trindade quando Jorge Jesus afirmou não ser capaz de qualificar Rui Vitória como treinador! Seria um exercício académico muito interessante, mas antecipadamente condenado ao fracasso, qualquer estudo de opinião tendente a apurar quantos milhares e milhares de adeptos do futebol, benfiquistas incluídos, subscreveriam no plano estritamente técnico, a opinião frontal, embora se possa admitir politica e deontológicamente incorrecta, do técnico leonino. Porque jamais o permitiria a couraça do "manto protector" que envolve o actual - e qualquer outro que venha a seguir - técnico benfiquista, em todas as vertentes comunicacionais deste país, absolutamente alienadas, esmagadas, subjugadas e subservientes a uma "ideologia" implantada desde que Bella Gutman e Eusébio retiraram o Benfica do anonimato, há pouco mais de meio século.

Nesta condição, caídos o Carmo e a Trindade, assistimos por aí ao choro pungente e lancinante das carpideiras, esmagadas pela vermelhidão  do açoite aplicado no rabinho de quem ainda terá de comer muita broa para poder vir a ser considerado... treinador de futebol! E esse tão inusitado pranto, sem a mínima ponta de ironia ou acrimónia, estende-se por todos os quadrantes da imensa mole adepta do futebol, levando até na enxurrada adeptos indefectíveis das cores que o próprio Jorge Jesus actualmente defende. Porque um povo que suportou durante igual período de tempo uma das mais ferozes ditaduras dos tempos contemporâneos, necessitará muito provavelmente de dois ou três séculos para expulsar do seu seio os brandos costumes a que, forçadamente, foi obrigado a aculturar-se.

Nenhum dos críticos mais ou menos ferozes da mais recente "boutade" de Jorge Jesus, estará interessado em identificar a quem pertenceu o primeiro punhado de neve que deu origem à bolinha, bola e depois bolona que tem vindo a engrossar à medida que desce a encosta gelada do seu e nosso descontentamento e que, inevitavelmente, acabou por despoletar a avalanche a que agora se assiste. De todas as posições que até agora vieram ao meu conhecimento, julgo que apenas José Pereira, presidente da ANTF, terá colocado o dedo na ferida, ao afirmar (LINK) que, neste longo e condenável diferendo verbal entre os dois treinadores, "ninguém ficou bem na fotografia"!...

Ninguém me parece preocupado em identificar a mão, ou as mãos, que construiram e atiraram esse "primeiro punhado de neve" e depois escondeu a mão ou as mãos atrás das costas, sempre sob a protecção do dito e seráfico "manto sagrado". Muito menos se encontrará alguém a questionar esta absurda propensão de Rui Vitória para se constituir como "barriga de aluguer"! Será sempre mais fácil  vestir a Jorge Jesus a verde e excomungada pele de um Pai Natal diferente que... 

Imperdoavelmente trocou os brinquedos das crianças mimadas da Luz!...

Leoninamente,
Até à próxima

8 comentários:

  1. http://misterdocafe.blogspot.pt/2016/01/exclusivo-jorge-jesus-come-rui-vitoria.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conhecia o blog, do que humildemente me penitencio. Gostei, francamente! E a prova é que de imediato o incluí no "blogroll" de Leoninamente! Força MisterdoCafé, gás nisso!...

      Eliminar
    2. Excelente artigo do "mister do café" aconselho a todos os Sportinguistas a sua leitura...

      SL

      Eliminar
  2. Toda esta euforia confesso que me está a pôr ainda mais nervoso.
    E se falhamos?Os lampiões e tripeiros vão cair em cima de nós com toda a força.
    Eu lembro-me de ter gozado com o jj quando o kelvin o fez ajoelhar.
    Temos tudo para sermos campeões mas ainda falta muito campeonato.
    Rui Silva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caríssimo Rui Silva, claro que estou em sintonia consigo quanto a euforias descabidas: "ainda falta muito campeonato"! Mas confesso-lhe muito em segredo e aqui só para nós, que não constatei até hoje qualquer tipo de euforia em todo o universo leonino! Vejo sim alegria e satisfação com o fantástico desempenho da nossa equipa e isso jamais constituirá qualquer espécie de crime ou comportamento criticável. Como o caro diz e eu subscrevo, "temos tudo para ser campeões", mas ainda faltam 18 jornadas!...

      Eliminar
    2. Independentemente dessa pressão acho que devemos criar uma onda verde para apoiar a equipa.
      Mas recordo que o Benfica de JJ há três anos tinha precisamente 4 pontos de avanço, mas a 2 jornadas do fim?! Temos de ter os pés assentes na terra.
      José Viegas

      Eliminar
  3. Um grande post amigo Álamo, concordo na sua plenitude, sendo eu uma pessoa que prima pelo respeito mútuo, pois os valores que herdei de meus pais a isso me obrigam, não conpactuo mto com certos comportamentos, mas neste caso não me sinto nada escandalizada, com estas "picardias" de JJ pois elas são apenas o resultado, da perseguição implacável, que lhe foi movida por todos os elementos da estrutura carnidense, tendo atingido nos insultos do "arcanjo gabriel" o seu ponto mais vil.
    JJ não devia ter dito o disse? Sim não devia, mas ele não o disse por iniciativa própria mas apenas como um resposta à constante campanha de provocação a que RV se presta.
    Como não faço parte do círculo de amizades de RV, não estou habilitada para analisar correctamente o seu carácter, mas posso pô-lo em dúvida na medida em que os discursos que saem da sua boca, não lhe pertencem, um bom carácter não se vende nem mesmo em troca do sol...Vai-lhe valendo o manto protector...

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me surpreendeu o comentário da amiga Leoa Maria. Obrigado naquilo que me toca e creia que por pensar de modo igual, me aventurei a escrever o que escrevi, sabendo que muitos sportinguistas não concordarão. Mas penso que a diabolização a que JJ está a ser sujeito é uma profunda injustiça: o veneno todos sabemos de onde veio e de onde continua a brotar! Furiosamente!...

      SL

      Eliminar

PUBLICIDADE